Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia

Descubra os 7 erros que você não pode cometer no plano de negócios



Muitos fatores podem influenciar no sucesso de uma empresa, independentemente de seu porte ou segmento. Para minimizar os riscos e as chances de algo dar errado, investir em bons planos de negócios é fundamental.

No caso das franquias, esse tipo de cuidado também não pode ser deixado de lado. Afinal de contas, ter uma marca ou um nome não significa que certos fatores não devam ser levados em consideração da mesma maneira que em uma empresa criada absolutamente do zero.

Pensando nisso, criamos um artigo especial para você, leitor e empreendedor. Durante a nossa conversa, abordaremos erros que infelizmente são bastante comuns e que não devem ser cometidos na criação de um plano de negócios eficiente e próspero. Vamos lá? Boa leitura!

O que é um plano de negócios?

Antes de conversarmos sobre os erros mais cometidos por empreendedores na hora de criar os seus planos de negócio, que tal conceituarmos o que é essa estratégia e como ela funciona?

Para entendermos melhor esse conceito, é bacana voltar ao período escolar. Você está lembrado das aulas de redação, certo? Nela, muitos temas abordavam aquilo que era esperado para o futuro, como o que esperávamos de nossas férias de fim de ano, por exemplo.

De modo simplificado, um plano de negócios funciona mais ou menos como as redações da época de escola. Nele, todos os desejos e planos que temos para a nossa empresa recém-nascida, tanto a longo quanto a curto prazo, são escritos. Ele funciona como um mapa que guiará o empreendedor durante a sua jornada naquele negócio.

Planos bem elaborados abordam diversos âmbitos de uma empresa, observando-a de vários ângulos diferentes. Alguns dos principais pontos que são analisados durante a sua criação são:

  • o conceito do negócio, no qual são estudadas a estrutura da empresa, os produtos que serão comercializados ou os serviços que serão prestados e como eles serão úteis para o seu público-alvo;

  • o público-alvo, no qual os clientes potenciais são analisados. Aqui, verificam-se quais são as suas preferências e particularidades gerais, mapeando as principais características deles;

  • a gestão financeira, fundamental para que qualquer negócio sobreviva e prospere. Aqui, são necessárias análises minuciosas para criar uma projeção realista e que ajude o empreendedor a manter os seus gastos dentro de um nível saudável.

Para muitos, os planos de negócio são vistos como assustadores e intimidadores. Isso acontece porque se criou o mito de que eles devem ser documentos extremamente burocráticos e elaborados, quando na verdade, as coisas não são bem assim. Mesmo pessoas inexperientes podem escrevê-los, desde que contem com ajuda especializada e muito bom senso.

Qual é a sua importância para o bom andamento de uma empresa?

Agora que você já entendeu o que é um plano de negócios e conheceu alguns dos principais aspectos que são abordados nesse documento, que tal conferir algumas vantagens trazidas pela sua elaboração? Veja a seguir:

  • mais conhecimento do próprio negócio;

  • melhora das estratégias;

  • mais segurança financeira;

  • ajuda na identificação de possíveis problemas;

  • redução de problemas burocráticos ou legais;

  • funcionários mais satisfeitos e felizes;

  • maior produtividade;


  • Quero ser franqueado


    possibilidade de definição de prioridades;

  • conquista da confiança dos clientes;

  • fidelização da clientela;

  • obtenção de melhores posições no mercado;

  • melhoria do nome da marca;

  • mais oportunidades de investimentos.

Já deu para perceber que esse tipo de atividade traz inúmeros benefícios para uma empresa, não é mesmo? Afinal, planejar os passos que se deseja dar com minúcia e antecedência é uma das melhores maneiras de antever possíveis obstáculos e se preparar para superá-los!

Além disso, todo o cuidado reflete positivamente tanto no respeito e na fidelidade de seus colaboradores e de toda a equipe quanto dos clientes, em uma benéfica reação em cadeia que favorece a todos os envolvidos. Com um plano de negócios bem elaborado, você só tem a ganhar!

Quais são os erros mais comuns nos planos de negócios?

Agora, chegou a hora de conhecer os erros que você não deve cometer na hora de elaborar o plano de negócios da sua empresa. Vamos lá?

1. Não ter um objetivo claro

A falta de um objetivo claro é um dos principais problemas enfrentados por empreendedores na hora de elaborar o plano de negócios. Por isso, defina bem quais são os seus objetivos e onde você quer chegar com a sua empresa. Metas são fundamentais!

2. Não investir em projeções dentro da realidade

O excesso de otimismo pode ser um erro muito grave. Para evitá-lo, o ideal é investir em projeções que façam algum sentido e estejam dentro da realidade. Elas garantirão a segurança financeira e evitarão frustrações desnecessárias, tanto para você quanto para a sua equipe.

3. Não fazer um bom planejamento financeiro

O planejamento financeiro é parte vital de qualquer plano, seja nos negócios ou em sua vida pessoal. Converse com especialistas no assunto e trace um esquema de tudo que pode ser investido, além do momento certo para fazer novas aquisições e modernizações.

4. Não levar a concorrência em consideração

Jamais, em hipótese alguma, subestime a sua concorrência. Eles são os seus concorrentes por uma razão e não levá-los a sério pode se tornar um grande problema para os seus negócios. Aprenda com eles, tanto com os seus erros quanto com seus acertos, e seja um profissional cada vez melhor.

5. Não conhecer os seus clientes e o seu público-alvo

É impossível esperar que um negócio seja bem-sucedido sem levar em consideração aquilo que o move: os clientes ou pacientes. Por isso, é essencial conhecê-los, seja por meio de métricas, pesquisas ou conversando com eles cara a cara e descobrindo aquilo que realmente esperam de seus serviços.

6. Não investir em um bom marketing

O marketing é a alma de um negócio. É por meio dele que você conquistará novos clientes, fidelizará os que já existem e deixará a sua marca no mercado. Portanto, que tal separar um tempo e algum dinheiro para investir nessa ferramenta poderosa e essencial?

7. Não considerar os riscos do negócio

Mais uma vez, o excesso de otimismo pode ser uma desvantagem para um novo empreendedor. Tenha os pés no chão e considere os pontos que podem dar errado em sua empresa. Lembre-se de que isso não é uma fraqueza, mas um grande diferencial que fará com que você se destaque e não cometa tantos erros em seus negócios.

Como podemos perceber, investir em bons planos de negócios é fundamental para o sucesso e a saúde de sua empresa. Para isso, aprender com os erros cometidos por outros empreendedores e evitá-los em seu negócio é uma das melhores maneiras de ser bem-sucedido nessa nova empreitada!

Gostou deste texto? Então, que tal compartilhá-lo em suas redes sociais e ajudar outras pessoas a evitar esses erros?

Postado em 12/12/2018.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin