Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia.

Como saber se tenho perfil empreendedor?



Abrir uma empresa tem sido uma alternativa para muitos brasileiros com perfil empreendedor, principalmente nesses tempos de crise econômica e política em que vivemos. Existem negócios para variados estilos de pessoas — tudo o que você precisa é encontrar o seu melhor caminho.

Algumas alternativas podem fazer de você um empreendedor, mas não necessariamente exigem a abertura de um negócio do zero. É o caso das franquias, por exemplo, elas permitem que colaboradores usem a marca e a estrutura já existentes em prol do crescimento da rede.

Tem vontade de abrir um negócio próprio, mas não sabe se isso seria ideal para o seu caso? Não se preocupe! Neste artigo, vamos ajudá-lo a descobrir se você apresenta um perfil empreendedor, para que possa espantar os medos e colocar a mão na massa!

Separamos, abaixo, algumas perguntas que você pode se fazer para descobrir se ter uma empresa combina com sua personalidade. Confira!

Como é sua autoconfiança?

Esse é um atributo primordial para todo empreendedor. Eles são conhecidos por andarem na contramão do comum e, portanto, são tachados de loucos muitas vezes.

Mas é isto que faz com que cheguem mais longe: a autoconfiança e a coragem de arriscar. Só é possível fazer algo realmente grande quando fugimos do comodismo de andar somente por caminhos conhecidos.

Com que frequência você se arrisca?

O risco é inerente à atividade empreendedora, pois é a partir dele que podemos encontrar inovações. Porém, isso não significa que você deve ignorar a realidade e viver em um mundo paralelo — ou dificilmente vai conseguir chegar muito longe.

Existe uma grande diferença entre um empreendedor e um cientista maluco, que ama inventar coisas: a capacidade de transformar aquilo em um negócio. Portanto, arrisque-se.

Como em qualquer investimento, quanto mais ousado você for, maiores serão as chances de ganho. Mas não se esqueça de criar um plano de negócios para que sua ideia realmente possa atingir pessoas e voltar como benefício para você.

Desistir é um caminho que você considera?

Outra característica muito comum entre empreendedores é a obstinação. Nessa jornada, como o caminho não está dado, é certo que serão cometidos erros algumas vezes. Porém, a grande questão está na sua capacidade de aprender com o que não deu certo e de se manter focado naquele objetivo. É assim que se chega longe!

Uma boa forma de alcançar o que se deseja é aprender a elaborar metas consistentes e palpáveis. Assim, fica mais fácil criar referências para o andamento do seu negócio e analisar os resultados de maneira crítica. Tão importante quanto planejar é analisar o que tem sido feito, para que seja possível melhorar sempre.

Você gosta de aprender?

Não adianta criar algo que não tenha uma vida sustentável. É preciso trabalhar na construção de uma estrutura forte, que se mantenha durante um longo tempo. E um dos modos de fazer isso é buscando sempre conhecimento. Esteja atento às tendências do mercado e se informe sobre os caminhos traçados por outras empresas para tomar as melhores decisões.

Se relacionar é o seu forte?

Ninguém consegue ir muito longe sozinho. Essa é uma cultura desenvolvida e difundida principalmente pelos empreendedores do Vale do Silício, na Califórnia, onde ficam as maiores startups do mundo — como Google e Facebook.

A cultura do Vale modificou muito a forma como se faz negócios em todo o globo. E uma dessas mudanças diz respeito à colaboração: ao contrário do que era dito nas empresas tradicionais, em que concorrentes eram vistos como inimigos, no cenário atual entendeu-se a importância de compartilhar informações para o enriquecimento de todo o ecossistema.

Por isso, a prática do networking (rede de contatos) se tornou bastante comum. Então, se você sabe se relacionar, se comunicar e gosta de trocar experiências, está no caminho certo para ir além!

O quão longe quer chegar?

Ter um perfil empreendedor é nunca estar satisfeito, ou seja, é querer fazer o melhor constantemente. A todo momento, ele procura por caminhos mais criativos que utilizem de modo mais assertivo os recursos disponíveis. Ter essa qualidade no perfil é quase uma garantia de estar sempre na ponta e se destacar por sua liderança de mercado.

Liderar é um dom que você tem?

A liderança é indispensável, pois é a partir dela que uma grande equipe é formada em prol de um objetivo em comum. Saber transmitir esse senso de missão e alinhar valores é muito importante para o crescimento sustentável de um empreendimento.

Muito além de delegar funções, ser um grande líder é conseguir inspirar pessoas — sejam elas seus funcionários, clientes, fornecedores, sejam elas seus parceiros.

Qual é sua forma de lidar com o desconhecido?

Essa é uma grande vantagem no perfil de um empreendedor. Estar à frente de um negócio próprio é um desafio emocional, pois envolve a capacidade de administrar diferentes variáveis e lidar com situações não planejadas na maior parte do tempo.


Quero ser franqueado


Portanto, quem exercita a objetividade e a cabeça fria no momento de resolver problemas consegue se destacar e evitar desperdícios de tempo, dinheiro e energia. Isso é fundamental quando fatores externos, como a economia do país ou uma crise pontual em determinado setor, são latentes e não há muito o que fazer a não ser superar expectativas e encontrar saídas criativas para as adversidades.

Conseguiu perceber quais são as características que compõem um perfil empreendedor? Depois deste artigo, ficou mais claro do que você realmente precisa para tomar a coragem de se tornar independente e abrir um negócio só seu, não é?

Se o seu objetivo é ter uma clínica odontológica, por exemplo, existem algumas formas de se fazer isso. Além do caminho tradicional, você pode criar uma sociedade, trabalhar em um consultório compartilhado ou abrir uma franquia.

O setor de franquias cresceu 6,8% no segundo semestre de 2017, segundo pesquisa divulgada pela ABF (Associação Brasileira de Franchising). Tal avanço é reflexo dos altos índices de desemprego no país e de uma ótima alternativa para quem deseja empreender, mas prefere partir de uma marca que já foi testada e apresenta know-how na área.

Independentemente da maneira escolhida, ter um perfil empreendedor é muito importante, pois pode dar a oportunidade de ir mais longe e alçar voos maiores.

Qual sua relação com o setor de saúde?

A inclinação em serviços de saúde é mais um sinal que você pode ser um excelente empreendedor de serviços odontológicos. Esse setor específico exige alguns conhecimentos que auxiliam no processo e ajudam a conquistar o sucesso em um investimento de franquia odontológica, por exemplo.

O primeiro aspecto a ser observado é a identificação com o setor de saúde. Ao investir em um empreendimento de saúde, você deve estar atualizado com as questões nacionais e todas as lacunas que o sistema público de saúde apresenta.

Uma clínica deve ser construída justamente com o intuito de preencher essas lacunas e oferecer um serviço de qualidade para as pessoas. A franquia é um bom investimento, pois antecipa uma série de questões importantes como estrutura, know how e valor de mercado. Acompanhe algumas questões fundamentais nesse aspecto.

Como é o investimento em franquias desse setor?

O investimento em franquias de saúde tem sido considerado uma importante e inteligente saída contra a crise e as dificuldades de encontrar emprego. A Associação Brasileira de Franchising (ABF) considera os setores de Beleza, Bem-estar e Saúde como uns dos que apresentam maiores faturamentos.

Ao adquirir uma franquia, o empreendedor obtém uma estrutura pronta com instalações, conveniência e qualidade já atestada no mercado. Ao investir, você escolhe um modelo que se adéqua aos seus interesses e seu poder de compra.

Número de consultórios, localização das instalações e outras alternativas compõem o preço. Sendo que não é necessário ser médico para investir em uma franquia nem conhecimento avançado, mas apenas um perfil empreendedor e vontade de aprender sobre gestão de serviços de saúde.

Geralmente a taxa de franquia, compra de equipamentos, adaptação de imóvel e capital de giro formam o valor final do investimento. Para ter uma noção mais precisa de todo o processo de aquisição, vale a pena dar uma conferida em nosso guia completo sobre como começar uma franquia de sucesso.

Como está o mercado?

O sistema de franquias está em alta pois beneficia tanto franqueado como franqueador, facilitando decisões e simplificando investimentos. Para o franqueador, há a oportunidade de expansão do negócio e ganhos com novas franquias. Já para o franqueado, existe a possibilidade de investir em um negócio já consolidado e com aceitação de público.

O pensamento brasileiro é de que um atendimento de qualidade só ocorre por meio de planos de saúde. Porém, pelo alto preço, algumas pessoas não acessam esses serviços, é nesse ponto que uma franquia pode ser uma oportunidade de negócio com preços mais atrativos e atividades especializadas.

Por que a franquia em saúde é um bom negócio?

Invista em franquia para agregar a credibilidade do franqueador. Essa notoriedade é útil para evitar custos com a visibilidade de marca. Além disso, o investidor conta sempre com o apoio do franqueador e já tem uma base pronta para solução de problemas.

Você adquire um plano de negócio já montado e pode direcionar as estratégias em cima disso. Isso aumenta a garantia de mercado e melhora as decisões. Outras vantagens envolvem maior economia de escala e independência jurídica e financeira.

Chegamos ao final do nosso post. Nele foi possível obter um panorama completo sobre o entendimento de um perfil empreendedor voltado para os serviços de saúde. Vale refletir sobre essas ideias, consolidar um comportamento mais ousado e alcançar o sucesso. Se você ainda não se considera assim, então nossa dica é construir essa mentalidade para vencer.

Descobriu o seu perfil empreendedor? Então é hora de acumular conhecimento e estudar sobre tudo que auxilia em investimentos inteligentes como a franquia odontológica. Assine nossa newsletter e garanta o acesso a posts de qualidade com antecedência.

Como administrar e cerscer uma ranquia odontológica

Postado em 02/10/2017.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin