Qual é o tempo adequado para repetir o clareamento dental? Entenda! | Sorridents - Clínicas Odontológicas
Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Qual é o tempo adequado para repetir o clareamento dental? Entenda!



O sorriso é uma das partes mais importantes quando se trata de beleza facial, e a coloração é um dos pontos indispensáveis. Por isso, muitas pessoas recorrem a técnicas dentárias, sofisticadas ou caseiras, a fim de obter um sorriso lindo e bem branco. Graças a isso, é comum surgirem dúvidas sobre quando repetir o clareamento dental.

As pessoas desejam saber qual é o tempo ideal para refazer o procedimento e garantir dentes bonitos e um sorriso apresentável. Por tal razão, neste texto respondemos algumas questões sobre clarear os dentes. Se está com dúvidas, fique por aqui!

Qual o tempo correto para repetir clareamento dental?

Na verdade, não há uma resposta definitiva para essa pergunta. Isso porque a manutenção do clareamento varia de acordo com os hábitos da pessoa. Indivíduos mais cuidadosos e atentos à higiene bucal conseguem manter os dentes claros por mais tempo, já que a aplicação de escovação, fio dental e enxaguante bucal periodicamente significa menos sujeira e, por consequência, dentes mais brancos.

Complementar a isso, bebidas e comidas influenciam na durabilidade do branqueamento dental. O consumo exagerado de café, refrigerantes, bebidas com corantes, como suco de uva artificial, pode encurtar o período do clareamento e levar a pessoa a recorrer à manutenção do procedimento mais cedo.

Além desses hábitos, o tipo de técnica aplicada no clareamento também afeta a manutenção, pois algumas são mais intensas e duradouras que outras.

Como escolher o clareamento dental?

Ao decidir pelo procedimento, diversos aspectos devem ser levados em conta. Primeiro é fundamental observar as contraindicações do procedimento, que não é recomendado para:

  • gestantes;
  • menores de 15 anos;
  • pacientes com cáries;
  • indivíduos com doenças de gengiva;
  • pessoas com reparações dentárias falhas;
  • alérgicos aos componentes do gel empregado;
  • pacientes com formação defeituosa no esmalte;
  • pessoas com manchas nos dentes feitas na infância por tetraciclina.

Algumas outras características vão interferir diretamente na escolha da técnica, por exemplo, pressa em relação aos resultados, utilização de prótese dentária, doenças responsáveis pelo amarelamento dos dentes.

Há procedimentos realizados na residência do paciente monitorados pelo especialista. Outros são concretizados no próprio consultório. Confira alguns deles a seguir.

Clareamento dental a laser

Essa técnica é perfeita para quem deseja um resultado rápido e pode investir uma quantia mais alta. É empregado um gel bastante concentrado sobre os dentes, por isso, os lábios e a gengiva são protegidos com um isolamento, porque o contato da substância pode danificar essas partes da boca, devido à elevada concentração do gel.

O procedimento pode durar de uma a três sessões, com aproximadamente 1h30 cada, e deve haver uma pausa de 48 horas entre elas. O laser é responsável por agilizar o processo sem prejudicar o resultado, pois aumenta a permeabilidade do gel, proporcionando um alcance em pontos mais exatos dos dentes.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Alguns pacientes não podem efetuar procedimentos domésticos, devido a problemas na gengiva. Nesse caso, é indicado o clareamento a laser. Como o gel aplicado é muito concentrado e pode danificar partes próximas aos dentes, se não houver uma urgência estética, o ideal é procurar técnicas que aplicam um gel de potencial menos agressivo.

Clareamento caseiro

Esse é mais acessível, além de proporcionar segurança, praticidade e resultados satisfatórios. Ao contrário dos anteriores, é efetuado em casa. O próprio paciente aplica o gel clareador, com o auxílio de uma moldeira (um molde específico para cada paciente) maleável e transparente, composta conforme a arcada dentária dele.

O procedimento leva mais tempo para gerar resultados, visto que o branqueamento dos dentes ocorre de modo gradual. Por isso não é indicado a quem tem pressa nos resultados, mas recomendado a quem não pode investir muito dinheiro.

O profissional de odontologia deve acompanhar o paciente, com a finalidade de observar os efeitos do tratamento de modo geral. Com base nessa análise, o dentista aponta se é preciso reduzir ou aumentar a aplicação do gel clareador.

O procedimento leva de 7 a 21 dias com aplicação diária do gel nos dentes, que pode durar de trinta minutos a quatro horas, isso varia da concentração do gel. Não é recomendado a pessoas com retrações gengivais e pode acarretar sensibilidade dentária em alguns indivíduos. Apesar disso, alguns benefícios do clareamento caseiro são:

  • menor risco, já que não há necessidade de um gel tão concentrado;
  • resultado efetivo igual aos outros tratamentos, inclusive nas partes dentais próximas da gengiva, algo difícil de obter com outras técnicas, como a laser. Isso proporciona um aspecto uniforme nos dentes;
  • menores possibilidades de manchas superficiais.

Quais cuidados tomar após o clareamento?

Alguns líquidos devem ser evitados durante o tratamento, como café, vinho, suco de uva, refrigerantes, bebidas com corantes. Caso queira ingerir depois do consumo, enxágue a boca com água e, após trinta minutos, escove os dentes.

Mesmo com o tratamento finalizado, é importante não ingerir essas bebidas de forma exagerada. A limpeza é essencial sempre, por isso, escove os dentes após as refeições e sempre passe fio dental e antisséptico bucal, após a última escovação do dia, antes de dormir.

Complementar a isso, o melhor é se consultar frequentemente com o dentista. Esse profissional vai orientar sobre o tempo regular para repetir clareamento dental, pautado nos seus costumes de higiene bucal e no método empregado, além de realizar procedimentos básicos de limpeza e observar se há outros problemas.

Confira mais informações sobre clareamento dental em nosso e-book completo sobre o tema.

Postado em 21/01/2021.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter