Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Você sabe o que fazer em caso de uma emergência odontológica?



A emergência odontológica sempre vem quando menos esperamos. Por isso, você precisa saber o que fazer quando há algum problema comprometendo a saúde bucal, especialmente agora que estamos passando por um período de isolamento social por conta da pandemia provocada pela Covid-19.

Pensando nisso, criamos este artigo para esclarecer as principais dúvidas sobre a emergência e urgência odontológica e o que fazer quando for necessário procurar por atendimento. Não perca!

O que é emergência odontológica?

Emergências dentárias são as situações que potencialmente trazem alguma ameaça à vida do paciente e exigem tratamento imediato para interromper sangramentos, aliviar dores, desconfortos ou tratar infecções. Nesses casos, a recomendação é que você entre em contato com um consultório odontológico assim que for possível.

Quais são os principais casos de emergência?

Listamos a seguir os problemas que necessitam de atendimento emergencial. Veja que eles incluem situações que geram dor, desconforto e sofrimento nos dentes, língua, gengivas, bochechas e ossos da região da face. São eles:

  • hemorragias e sangramentos na cavidade bucal;
  • dor dentária intensa causada por alguma inflamação;
  • inchaços que comprometem as vias aéreas;
  • mordida ou trauma na língua, lábios e bochechas;
  • dor na gengiva;
  • pericoronarite: inflamação de um dente que está coberto pela gengiva;
  • alveolite: inflamação que pode surgir após uma extração dentária;
  • abscesso ou infecção bacteriana localizada na boca, que causa dor e inchaço;
  • fratura de dente que atinge os tecidos moles;
  • trauma dentário provocado pela perda ou rachadura dos dentes;
  • objetos presos entre os dentes.

A emergência inclui ainda os tratamentos odontológicos necessários antes de algum procedimento médico crítico.

Quais são as diferenças entre emergência e urgência odontológica?

Quem não lida diariamente com os procedimentos odontológicos, dificilmente consegue separar o que é uma emergência daquilo que é urgente. No entanto, saber a diferença entre esses dois atendimentos pode ajudar você a evitar danos maiores no seu sorriso e na saúde bucal.

A emergência será sempre aquela que traz algum problema crítico, com dor intensa e difícil de controlar em casa. Já as urgências odontológicas indicam que há algum problema em sua saúde bucal, mas não existe risco iminente de vida ou dor intensa como sintoma.

As cáries, por exemplo, se encaixam nos procedimentos de urgência quando não são acompanhadas por dor ou inflamação. Elas não precisam de atendimento imediato, mas devem ser tratadas rapidamente para evitar inflamações que podem levar a um canal no dente.

Isso quer dizer que, embora os casos de urgência odontológica não necessitem de atendimento imediato, você ainda deve entrar em contato com o consultório odontológico assim que você suspeitar de qualquer problema.

Como agir durante uma emergência odontológica?

A primeira medida a ser tomada diante de um caso de emergência odontológica é entrar imediatamente em contato com o seu dentista. Com a pandemia da Covid-19 houve uma alteração na dinâmica dos consultórios odontológicos, mas eles ainda estão preparados para receber você para os atendimentos de emergência.

Veja a seguir alguns cuidados que você deve tomar ainda em casa enquanto aguarda o início do tratamento.

Dor de dente

Se você estiver com dor de dente, bochechos com água morna podem ajudar a aliviar o desconforto. Em caso de inchaço, também é recomendado o uso de uma compressa de água fria na bochecha ou na boca. Tente o contato telefonico com seu dentista para que ele prescreva o uso de anti-inflamatórios ou de analgésico, siga sempre as orientações dele.

Sangramentos

Qualquer tipo de sangramento na região da boca que não foi provocado por cortes necessita passar por uma avaliação com o dentista. Se você tem notado a presença de sangue ao escovar os dentes ou utilizar o fio dental, isso pode ser sinal de alguma doença ou inflamação na gengiva.

No caso de sangramentos leves e esporádicos, reveja os seus hábitos de limpeza dos dentes. Se o sangramento for intenso, tente manter a cabeça elevada até receber o atendimento odontológico.

Dentes rachados ou quebrados


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Utilize água morna para enxaguar a boca e limpar a região lesionada. A compressa fria também pode ajudar a reduzir inchaços. Caso ocorra a quebra de um dente, verifique se é possível ver um pedaço da polpa dentária e evite tocar na região.

Lave a boca e limpe os pedaços de dente quebrados com água. Aplique uma gaze na região do sangramento até que ele pare e, se houver inchaço, você pode utilizar uma compressa de água fria para aliviá-lo.

Perda de dente permanente

Se você tiver uma lesão que leve à perda de um dos dentes, o tratamento de emergência é necessário. Enquanto você aguarda a consulta, tente encontrar o dente e limpe-o com água corrente, sem esfregá-lo e não toque na raiz.

O dente pode ser reinserido na gengiva e recuperado caso o atendimento ocorra em até 30 minutos após a queda. Caso não seja possível ser atendido nesse tempo, preserve o dente em um copo com leite fresco por até 6 horas.

Algo preso entre os dentes

Quando sentir um corpo estranho entre seus dentes, experimente utilizar o fio dental para remover o objeto delicadamente. Se encontrar alguma dificuldade, não force e jamais utilize objetos pontiagudos como palitos, agulhas ou alfinetes porque eles podem arranhar a superfície e cortar sua gengiva. Aguarde o atendimento odontológico para realizar a remoção.

Cortes na gengiva, lábios ou língua

Se você feriu a gengiva ou os lábios sem atingir nenhum dente, faça uma compressa com água fria ou gelo para aliviar a dor e o inchaço. Procure atendimento se o ferimento for muito grande.

Um pequeno corte na língua pode provocar um sangramento intenso, mas, na maioria das situações, o problema parece pior do que realmente é. Limpe o local e aguarde algum tempo para observar o tamanho do corte e a presença de inchaço. Se a lesão for pequena, a cicatrização ocorre naturalmente.

Como tirar suas dúvidas sobre urgência e emergência sem sair de casa?

O nervosismo diante de situações de emergência é normal. Pensando nisso, a Sorridents criou o Serviço de Teleodontologia. Esse atendimento é gratuito e realizado por um cirurgião dentista.

Ele está preparado para tirar todas as suas dúvidas e vai direcioná-lo para a clínica mais próxima quando houver a necessidade de algum procedimento odontológico de urgência ou de emergência. Esse serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h pelo telefone 0800 601 1520.

Vale lembrar que as clínicas Sorridents seguem todas as recomendações da Anvisa e do Conselho Federal de Odontologia e nossas instalações foram desenvolvidas para garantir o seu bem-estar. Além disso, contamos com uma equipe de dentistas especializados, nossos materiais são certificados e a esterilização é 100% segura.

Manter a tranquilidade após sofrer qualquer lesão na região dos dentes, língua e gengiva é fundamental. Se você suspeitar da necessidade de um atendimento odontológico de emergência, não hesite e entre em contato com o Serviço de Teleodontologia Sorridents o mais rápido possível.

Postado em 23/06/2020.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter