Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia

O que avaliar antes de abrir uma clínica odontológica?


O que avaliar antes de abrir uma clínica odontológica

Abrir uma clínica e ser dono do próprio negócio é uma experiência que exige mais do que ter dinheiro. Para se tornar um empresário de sucesso você também deve reunir habilidades de gestão, saber administrar as receitas e despesas, escolher o melhor time colaborador, dentre outras.

Acontece que nem todo profissional tem o perfil empreendedor ou recebeu esse tipo de preparo durante a sua qualificação. E por maior que seja sua vontade de conquistar sua independência financeira, sempre questionam se é a coisa certa a fazer.

Esse é um dilema dos dentistas, por exemplo. O incentivo da característica empreendedora não faz parte da sua formação. Por causa disso, os recém-formados, ou até mesmo profissionais experientes, tem receio de dar o primeiro passa para abrir uma clínica odontológica.

Pensando nisso, elaboramos um post com algumas informações que você precisa avaliar antes de instalar o seu negócio. Acompanhe nossas dicas!

Saiba que montar seu consultório tem um custo relativamente elevado

Antes de abrir seu consultório, o dentista precisa ter, pelo menos, conhecimentos básicos em gestão, uma vez que deve ser considerado o investimento de capital inicial, bem como o custo operacional da empresa, que não são poucas despesas.

Os equipamentos odontológicos são bastante onerosos e estima-se que a maior parcela do capital investido seja gasta para adquiri-los. Mas não para por aí. É necessário incluir ao orçamento despesas com a infraestrutura física necessária, como aluguel ou compra de um ponto comercial, possíveis reformas, compra de móveis, etc.

Outros fatores também gerarão dispêndios que não podem ser ignorados. Primeiramente, custos com a regulamentação da clínica e do seu registro profissional junto ao conselho.

Em relação a clínica, haverá uma série de burocracias a se enfrentar com a abertura de uma empresa, como ter CNPJ, inscrição como prestador de serviço nas esferas estaduais e municipais, optar por um regime de tributação, além de algumas licenças específicas.

Ademais, será imprescindível aprender a controlar as despesas operacionais, como: água, luz, telefone, limpeza, assistente, material, tributos, manutenção de equipamentos, etc.

Analise o mercado

A pesquisa do mercado em que você aplicará o seu capital deve ser feita com muito critério para evitar o desperdício de boas oportunidades.

Analise o potencial de crescimento do setor escolhido, quem serão os seus concorrentes, se este é o melhor momento econômico para sua carreira, questione como o seu serviço pode se sobressair neste cenário.

Uma avaliação bem feita contribui para dar segurança na execução de suas ações como empreendedor.

Estude o seu público-alvo antes de abrir uma clínica

Uma das tarefas fundamentais para o sucesso do empreendimento é definir quem será o seu público-alvo. As chances de se destacar são maiores quando você oferece um atendimendo diferenciado, aquilo que as pessoas geralmente encontram facilmente no mercado.

O setor no qual pretende atuar também influenciará na sua estrutura e na forma de abordagem dos clientes. Por exemplo, se o interesse é o público jovem, a interação nas redes sociais pode ser uma boa forma de dar visibilidade à sua clínica.

Aproveite para conhecer um pouco mais a respeito do tema em nosso post O que você precisa saber sobre o comportamento do consumidor.

Elabore um plano de negócios


Quero ser franqueado


Ter um planejamento é obrigatório para qualquer empreendimento; dificilmente ele será bem-sucedido se você não estiver a par de todas as situações e desafios que podem ser encontrados pelo caminho.

Nele deve estar estabelecido de forma clara os seus objetivos e quais metas devem ser cumpridas para alcançá-los. É impossível manter um crescimento se você não souber aonde quer chegar.

Este documento é essencial e lhe ajudará a identificar seus potenciais e fraquezas, tornando possível realizar as correções necessárias antes mesmo de efetivar o plano, tomando as melhores decisões desde o começo para garantir seu sucesso.

Procure um local estratégico

Escolher a localização adequada vai influenciar diretamente no sucesso do seu consultório. O ideal é conseguir equilibrar as formas de acessibilidade com uma boa estrutura.

Do que adianta ter a melhor infraestrutura, se ela está situada em um local onde dificilmente as pessoas irão procurá-lo? Ou que ela esteja um lugar privilegiado, mas não ofereça condições de um atendimento apropriado?

Por isso, analise bem os fatores de fluxo dos clientes em potencial, forma de exposição da sua marca e facilidade do acesso.

Veja algumas alternativas para se inserir no mercado

O sonho de todo profissional seguramente deve ser abrir o seu consultório. Porém, trata-se de um investimento alto, dificultando especialmente aqueles em início de carreira.

Contudo, não se pode desistir diante no primeiro obstáculo! Existem outras formas para inserção no mercado de trabalho que podem viabilizar a concretização desse sonho no futuro.

A primeira solução deve ser pensada ainda no curso da faculdade, procurando por estágio em alguma clínica já montada. Você terá a oportunidade de aprender com um profissional experiente e, mesmo que o trabalho não seja remunerado, há a possibilidade de continuar na empresa depois da graduação como sócio ou ganhar visibilidade no mercado.

Outra alternativa e talvez a menos arriscada, é a realização de concurso público. Assim, você fará atendimento na rede pública de saúde, e sem ter que se preocupar com estabilidade financeira.

Mas se você não quer desistir do seu consultório e deseja diminuir os riscos do investimento, uma boa opção é adotar o modelo de rede de franquias. Assim você não precisará se preocupar com procedimentos de gestão, marketing, treinamento de funcionários e relação com fornecedores, uma vez que essas questões já foram estrategicamente planejadas e estão em pleno funcionamento; todo suporte necessário fica por conta do franqueador.

É preciso ter coragem e muita dedicação para abrir uma clínica odontológica, especialmente porque devem ser praticadas outras ações, diferentes da competência de um dentista, para alcançar o resultado desejado. O importante é ser inovador e estar ligado nas oportunidades. E se o negócio independente não deu certo, por que não aproveitar as vantagens de abrir uma franquia?

Está pensando em dar um passo para sua independência financeira montando o próprio consultório? Então não deixe de conferir o nosso artigo: Como abrir uma clínica odontológica de sucesso.



Postado em 15/05/2017.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin