Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia

O que avaliar antes de abrir uma clínica odontológica?


O que avaliar antes de abrir uma clínica odontológica

Está pensando em comprar clínica odontológica? Iniciar esse tipo de empreendimento e ser dono do próprio negócio é uma experiência que exige mais do que ter dinheiro para investir. Para se tornar um empresário de sucesso, você também deve reunir habilidades de gestão, saber administrar receitas e despesas, escolher o melhor time, dentre outras tarefas.

No entanto, nem todos os profissionais têm o perfil empreendedor. Por isso, muitas vezes, por maior que seja a sua vontade de conquistar sua independência financeira, é normal se questionar se essa é a decisão certa e pensar bastante antes de comprar uma clínica para chamar de sua.

Esse é um dilema dos dentistas, por exemplo. O incentivo da característica empreendedora não faz parte da sua formação. Assim, pessoas recém-formadas (ou até mesmo profissionais experientes) têm receio de dar o primeiro passo para abrir uma clínica odontológica.

Pensando nisso, elaboramos um post com algumas informações que você precisa avaliar antes de comprar o seu negócio. Ao final da leitura, será muito mais simples determinar se essa é ou não a melhor escolha para a sua carreira. Acompanhe nossas dicas e boa leitura!

Quando comprar uma clínica odontológica?

Uma das principais dúvidas de um dentista recém-formado é justamente qual caminho seguir na carreira. Esse tipo de pensamento também acomete profissionais mais experientes, que querem mudar algo em seu dia a dia, mas têm o receio de fazer a escolha errada.

De modo geral, esse tipo de cuidado é sempre recomendado. Afinal, ele demonstra que esse indivíduo sabe ponderar bem as suas escolhas e observa bem o terreno antes de tomar alguma atitude. Essa é, sem dúvidas, uma das principais características de um bom gestor.

Com isso, é possível começar a pensar em uma possibilidade muito interessante: comprar a própria clínica odontológica. Ser o dono do próprio negócio pode parecer algo muito desafiador (e, de fato, o é), mas com alguns cuidados específicos, é possível fazer essa mudança de maneira segura e eficaz.

O que avaliar antes de comprar uma clínica odontológica?

Afinal, quais são os fatores que devem ser levados em consideração na hora de comprar uma clínica odontológica e começar, de uma vez por todas, o próprio negócio? Separamos algumas dicas e conversaremos sobre cada uma delas a seguir. Confira:

Situação atual da clínica

O primeiro ponto a ser levado em consideração é a análise da situação atual da clínica odontológica escolhida. Como está a infraestrutura desse local? Quais são as melhorias que precisarão ser feitas?

Esse tipo de questionamento é fundamental para observar se os gastos serão, a longo prazo, realmente vantajosos. Embora adquirir um ponto a um preço reduzido possa ser interessante, observar o custo-benefício dessa transação é muito importante.

Motivo da venda

Por qual motivo o antigo dono está se desfazendo dessa clínica? Conhecer as razões que levaram à venda é outro ponto crucial para quem está começando no mundo das clínicas odontológicas.

Para isso, pesquise não apenas com o vendedor, mas com a comunidade ao redor. Descobrir se esse negócio estava obtendo o devido lucro ou identificar problemas pelos quais ele passava antes de ser vendido é fundamental.

Localização do ponto

Escolher a localização adequada vai influenciar diretamente no sucesso do seu consultório. O ideal é conseguir equilibrar as formas de acessibilidade com uma boa estrutura.

De que adianta ter a melhor infraestrutura, se ela está situada em um local de difícil acesso? Ou que ela esteja um lugar privilegiado, mas não ofereça condições de um atendimento apropriado? Por isso, analise bem os fatores de fluxo dos clientes em potencial, a forma de exposição da sua marca e a facilidade do acesso.

Estimativa de retorno

Conhecer a estimativa de retorno da clínica que pretende adquirir também é muito importante. Afinal, você herdará não só os benefícios daquele local, mas também os seus problemas e, portanto, precisará saber como lidar com cada um deles.

Observar o plano de negócios da clínica original é uma boa maneira de ter esse tipo de estimativa. A partir daí, você conseguirá determinar se esse negócio é a alternativa certa para você.

Carteira atual de clientes

Por fim, observar o número de clientes que a clínica possui é outro fator a ser considerado. É interessante avaliar os seus padrões de consumo, de modo a estar bem preparado para os primeiros momentos após a clínica abrir.

Além disso, lembre-se de que a fidelização desses clientes deve continuar e que a captação de novos também é essencial. Por isso, calcule o quanto será gasto em marketing e outras estratégias para atrair uma nova clientela e manter aquela que já faz parte da carteira original.

Como se preparar para o processo de comprar clínica odontológica?

A nossa conversa ainda não acabou! Ainda precisamos discutir outros pontos que não podem ser deixados de fora. Pensando nisso, separamos alguns pontos cruciais para que você possa tomar a decisão certa. Observe:

Saiba o custo de montar um consultório

Antes de abrir seu consultório, o dentista precisa ter, pelo menos, conhecimentos básicos em gestão, uma vez que deve ser considerado o investimento de capital inicial, bem como o custo operacional da empresa, que não são poucas despesas.

Os equipamentos odontológicos são bastante onerosos e estima-se que a maior parcela do capital investido seja gasta para adquiri-los. Mas não para por aí. É necessário incluir despesas com a infraestrutura física necessária no orçamento. Entre elas, o aluguel ou a compra de um ponto comercial, possíveis reformas, compra de móveis, entre outros.

Outros fatores também gerarão dispêndios que não podem ser ignorados. Primeiramente, custos com a regulamentação da clínica e com o seu registro profissional junto ao conselho.

Em relação à clínica, haverá uma série de burocracias a se enfrentar com a abertura de uma empresa. Alguns exemplos são: ter CNPJ, fazer a inscrição como prestador de serviço nas esferas estaduais e municipais, optar por um regime de tributação, além de algumas licenças específicas.

Ademais, será imprescindível aprender a controlar as despesas operacionais, como: água, luz, telefone, limpeza, assistente, material, tributos, manutenção de equipamentos e outros.

Analise o mercado

Outro fator extremamente importante diz respeito à pesquisa de mercado, que consiste na observação de uma série de fatores cruciais para a sobrevivência de qualquer tipo de negócio. Você, por exemplo, não abriria uma loja de produtos feitos à base de leite em um bairro onde todos os habitantes são intolerantes à lactose, certo?

A pesquisa do mercado em que você aplicará o seu capital deve ser feita com muito critério para evitar o desperdício de boas oportunidades. Nesse momento, você deve avaliar o quanto sua empresa pode ser bem-sucedida naquele ambiente em particular e, também, o quanto ela pode crescer.


Quero ser franqueado


Analise o potencial de crescimento do setor escolhido, quem serão os seus concorrentes, se é o melhor momento econômico para sua carreira, e questione como o seu serviço pode se sobressair nesse cenário.

Uma avaliação bem-feita contribui para dar segurança na execução de suas ações como empreendedor. Ela também é essencial para a criação de um bom plano de negócio, que avaliará os potenciais riscos e mostrará quanto você precisa ter em caixa, por exemplo, para os períodos de menor movimento na clínica.

Há diversas maneiras de fazer esse tipo de pesquisa, mas uma das mais eficientes é, sem dúvida, ir direto ao ponto. Converse com a população do local em que você planeja comprar ou abrir a sua clínica. Esses são os indivíduos mais indicados para oferecer um bom panorama do que você precisa esperar.

Estude o seu público-alvo

Ainda falando sobre os habitantes do local em que você planeja abrir a sua empresa, ou seja, o seu público-alvo, que tal discorrermos brevemente sobre a importância de analisá-los com um cuidado especial?

Uma das tarefas fundamentais para o sucesso do empreendimento é definir quem será o seu público-alvo e, a partir daí, fazer uma análise detalhada de suas características. As chances de se destacar são maiores quando você oferece um atendimento diferenciado, aquilo que as pessoas geralmente encontram facilmente no mercado.

O setor no qual pretende atuar também influenciará na sua estrutura e na forma de abordagem dos clientes. Por exemplo, se o interesse é o público jovem, a interação nas redes sociais pode ser uma boa forma de dar visibilidade à sua clínica.

Além disso, saber reconhecer padrões no comportamento do consumidor e utilizá-los a favor de sua empresa é algo extremamente importante e vantajoso para os negócios. Assim, você pode unir o seu conhecimento teórico sobre o tema com os resultados de suas pesquisas de campo.

Fazer essa relação é muito importante para que você saiba exatamente o que esperar não só de seus clientes, mas do mercado em geral. Isso facilita sua preparação para momentos de crise e faz com que a sua clínica seja um negócio muito mais estável e seguro.

Elabore um plano de negócios

Ter um planejamento é obrigatório para qualquer empreendimento. Dificilmente ele será bem-sucedido se você não estiver a par de todas as situações e desafios que podem ser encontrados pelo caminho. Para isso, o documento correto é o plano de negócios.

Nele, deve estar estabelecido de forma clara os seus objetivos e quais metas devem ser cumpridas para alcançá-los. É impossível manter um crescimento se você não souber aonde quer chegar.

Este documento é essencial e lhe ajudará a identificar seus potenciais e fraquezas, tornando possível realizar algumas correções necessárias antes mesmo de efetivar o plano, tomando as melhores decisões desde o começo para garantir seu sucesso.

Com isso, podemos ver como investir em pesquisas e métricas é extremamente importante no começo. Iniciar um negócio próprio demanda muitos cuidados que, posteriormente, farão toda a diferença e tornarão o dia a dia dos gestores muito mais fácil.

Por isso, nada de pular a etapa da elaboração do plano de negócios. Ela é muito importante e deve ser feita com o devido cuidado para evitar problemas administrativos no futuro.

Quais são as alternativas para se inserir no mercado?

O sonho de todo profissional seguramente deve ser abrir o seu consultório. Porém, trata-se de um investimento alto, dificultando especialmente aqueles em início de carreira.

Contudo, não se pode desistir diante no primeiro obstáculo! Existem outras formas para inserção no mercado de trabalho que podem viabilizar a concretização desse sonho no futuro.

A primeira solução deve ser pensada ainda no curso da faculdade, procurando por estágio em alguma clínica já montada. Você terá a oportunidade de aprender com um profissional experiente e, mesmo que o trabalho não seja remunerado, há a possibilidade de continuar na empresa depois da graduação, como sócio, ou de ganhar visibilidade no mercado.

Uma alternativa (e talvez a menos arriscada) é a realização de concurso público. Assim, você fará atendimento na rede pública de saúde, sem ter que se preocupar com estabilidade financeira.

Considere a compra de uma franquia

Por fim, precisamos discutir sobre uma incrível possibilidade e oportunidade para quem quer começar o próprio negócio, mas ainda tem um certo receio de dar esse passo completamente sozinho: a compra de uma franquia odontológica.

Esse tipo de negócio não tem nenhuma relação com o conceito de sociedade e, portanto, a franquia adquirida seria unicamente sua. No entanto, você contará, durante todo o processo, com o auxílio de profissionais qualificados, e com os conselhos do próprio franqueador.

As franquias são um tipo de negócio bastante interessante, em que um indivíduo adquire os direitos de utilização de determinada marca. Assim, ele precisará seguir uma série de diretrizes e padrões de qualidade daquela marca, mas com o benefício de tocar um negócio completamente seu.

Com isso você não precisará se preocupar com procedimentos que já foram estrategicamente planejados e estão em pleno funcionamento. Exemplos: gestão, marketing, treinamento de funcionários e relação com fornecedores.

Outra vantagem das franquias é a possibilidade de receber treinamento específico para o setor de gestão. Por esse motivo, elas são muito indicadas para pessoas que não têm experiência no setor administrativo e não sabem muito bem como tocar uma empresa por conta própria.

Que tal procurar mais informações sobre as franquias? Afinal, essa é uma boa alternativa para quem busca a independência de um negócio próprio, mas ainda não está pronto para começar completamente do zero.

Como você pôde ver, é preciso ter coragem e muita dedicação para comprar clínica odontológica. São necessárias competências além das de um dentista para que tudo dê certo. No entanto, o importante é ser inovador e aplicado, e estar sempre ligado nas oportunidades.

Está pensando em dar um passo para sua independência financeira montando o próprio consultório? Então não deixe de conferir o nosso artigo: Como abrir uma clínica odontológica de sucesso.



Postado em 15/05/2017.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin