Franquia ou consultório odontológico? Veja qual é a melhor opção! | Sorridents - Clínicas Odontológicas

Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia.

Franquia ou consultório odontológico? Veja qual é a melhor opção!



Ótimo! Você já se decidiu! É hora de montar o seu próprio negócio, mas qual o melhor caminho: consultório odontológico ou franquia? São muitas as dúvidas nesse caminho e vale a pena conferir as duas opções.

Uma consideração ideal nesse caminho é o seu perfil. Até onde você pretende chegar? Em que velocidade? Qual a sua capacidade financeira para investir? Qual o seu nível de conhecimento administrativo?

São algumas das principais perguntas que você deve responder para iniciar sua jornada. Prepare-se para entender as principais diferenças entre esses investimentos, vantagens e desvantagens de cada um. Confira!

O que difere a abertura de consultório odontológico de uma franquia?

Não são poucos os dentistas que desejam investir em uma franquia ou consultório odontológico e se tornarem empreendedores. Ser dono do próprio negócio realmente reserva várias vantagens, como ter liberdade para criar a própria rotina e maiores chances de aumentar os ganhos.

Empreender é um bom caminho. No entanto, para ter sucesso na empreitada, é essencial escolher a modalidade de negócio mais adequada ao seu perfil e possibilidades, já que cada opção reserva vantagens e desvantagens.

Abrir um consultório odontológico próprio é uma forma de se tornar dono de um negócio com potencial de inovação ilimitado, ter liberdade na escolha da localização e flexibilidade para gerenciar a empresa da forma que quiser.

Abrir uma franquia, por outro lado, é uma forma de empreender com a força de uma marca forte por trás. Ter acesso a cadastros de fornecedores e apoio da franqueadora são outras vantagens.

Mas e então, franquia ou consultório odontológico? Veja qual é a melhor opção para você!

Quais as vantagens do consultório odontológico?

Bom, vamos começar com os benefícios da escolha de consultórios. Esse pensamento é o mais natural para os empreendedores, porém aprensenta vantagens e desvantagens. Confira agora as principais.

Potencial de inovação

Abrir um consultório odontológico próprio é uma chance de colocar em prática inovações na área de atuação. Novos procedimentos, equipamentos e práticas de mercado podem ser testados pelo dentista, o qual tem total controle sobre sua empresa.

Ao abrir o próprio consultório, é possível definir a estrutura visual e os funcionários que serão contratados. Além disso, produtos e serviços oferecidos são responsabilidades do dentista, que pode ter ideias incríveis para incrementar seu negócio sem submeter nada à aprovação ou reprovação de outrem.

Liberdade na escolha da localização

Outra vantagem de abrir um consultório odontológico próprio é que o dentista tem total liberdade na hora de escolher em que local gostaria de abrir sua empresa.

Em uma franquia, por mais que o empreendedor possa sugerir em que localidade gostaria de abrir seu consultório, a palavra final é sempre do franqueador.

Autonomia no negócio

Autonomia é um conceito importante para quem é mais detalhista e gosta de tomar atitudes mais voltadas para o seu perfil. Significa poder tomar as próprias decisões de negócio e assumir a responsabilidade pelas consequências.

Porém, é preciso ter atenção: autonomia para iniciantes em modelos de negócios também pode significar alto nível de risco de erros em estratégias, dessa forma, é preciso avaliar os dois lados desse benefício.

Desenvolvimento de estratégias de marketing personalizadas

Na abertura de consultórios odontológicos desde o zero, você pode desenvolver estratégias personalizadas de marketing de acordo com suas potencialidades. Essa liberdade é importante para criar identidade para o consultório.

Dessa forma, você não precisa aplicar planos prontos e ligados a uma marca como uma franquia. Você pode escolher os próprios canais de publicidade e levantar o investimento de acordo com suas necessidades.

Quais as desvantagens do consultório odontológico?

Falta de suporte

Muitos dentistas são excelentes tecnicamente, mas não têm nenhuma experiência como empreendedores. Nesse sentido, abrir o próprio consultório odontológico é arriscado, já que, além de ter que fazer procedimentos e consultas, o dentista terá que lidar com todos os aspectos burocráticos de ter um negócio.

Contratar funcionários, gerenciar as finanças da empresa, pagar impostos e fazer o marketing do negócio, por exemplo, são algumas das atividades que têm de ser realizadas por quem abre um consultório de odontologia.

Impopularidade no mercado

Abrir um consultório por conta própria também faz com que o dentista tenha que desbravar o mercado e conquistar seus próprios clientes. Isso pode ser um grande desafio, pois será necessário constituir um nome no mercado e zelar pela própria reputação.


Quero ser franqueado


Por não ter a força de uma marca forte por trás, é natural que o dentista independente tenha que fazer um investimento substancioso em marketing a fim de conquistar seus primeiros clientes.

Quais as vantagens da franquia?

Força da marca franqueadora

Uma das principais vantagens de investir em uma franquia odontológica é contar com a força de uma marca firme já consolidada. Iniciar um negócio com a credibilidade de uma empresa conhecida no mercado traz segurança, principalmente para os dentistas que não têm experiência em gestão.

Franqueadoras consolidadas na área de odontologia têm cadastro estruturado e extenso de fornecedores, por exemplo, o que faz com que seus franqueados tenham condições especiais em seus pedidos, prazos mais amigáveis para pagamento, descontos por quantidade, entre outras vantagens.

Outro ponto a favor de abrir uma franquia na área de odontologia é que o produto ou serviço já é amplamente testado no mercado, pois a franqueadora, certamente, já fez pesquisas e testes. Com isso, a chance de rejeição é bastante reduzida.

Suporte do franqueador

Ter apoio da marca franqueadora faz toda a diferença no início de um negócio. Apostar em uma franquia traz, além de tudo, o substancial suporte de um grande empreendimento. Além de todos os benefícios, você obterá ajuda na escolha do ponto em que vai instalar o consultório, será guiado pelo manual de franquia e auxiliado no treinamento para franqueado e funcionários.

Padronização

Outro quesito a ser lembrado por quem está na dúvida entre franquia ou consultório odontológico é a padronização. Ao escolher ingressar em uma grande rede, o dentista tem a garantia de que todos os aspectos relativos à sua franquia, como serviços oferecidos, logotipo e identidade visual, foram testados e melhorados ao longo do tempo.

O franqueador tem como um dos principais objetivos zelar por sua marca. Por isso, quem opta por uma franquia tem a certeza de que não ficará desamparado ao operar seu consultório odontológico.

Captação mais rápida de clientes

Bem, lembra da possibilidade de personalizar suas campanhas de marketing em consultórios? Pois é, a incerteza nesse caso está em saber se as medidas serão bem-sucedidas ou não.

Por outro lado, a franquia odontológica apresenta um modelo de negócios pronto, a visibilidade já é alta e a captação de clientes se torna muito mais rápida naturalmente. Ou seja, é um sistema que já tem nome e aceitação no mercado.

Suporte administrativo e jurídico

Mais uma demanda fundamental que o modelo de franquias abrange. Pensar esse controle em consultórios pode ser um desafio a mais. Nesse caso, o investimento em franquias contempla esse suporte e auxilia o dentista a ter uma base segura para a condução de sua clínica.

É preciso salientar a seriedade de um investimento como esse. Uma coisa é ser um profissional de uma clínica e outra é ser o seu responsável. Responsabilidade nesse caso é a palavra-chave. É fundamental evitar passivos trabalhistas, atender bem aos pacientes e respeitar as regras.

Menor investimento em relação a clínicas

Olha, pode parecer mais simples à primeira vista criar seu próprio consultório, porém, no longo prazo, é natural que esse investimento supere muito o valor de aquisição de franquias.

Com um valor fixado, é possível obter estrutura física, plano de marketing, suporte administrativo e muito mais de uma só vez. Lembrando que tempo também é dinheiro e isso faz diferença no orçamento.

Quais as desvantagens da franquia?

Falta de flexibilidade

Por outro lado, optar por uma franquia em vez de um consultório odontológico próprio pode restringir a liberdade do empresário. Ao ingressar em uma rede, há chances de encontrar uma empresa conservadora e que não seja flexível com quem faz parte de seu sistema. Com isso, o franqueado precisará se adaptar aos processos e regras propostos pela empresa.

Mesmo que a relação entre franqueado e franqueadora seja boa, é importante ter em mente que o controle sobre as operações do consultório serão constantes e permanentes. Auditorias e visitas para saber se a operação acontece da forma devida são possíveis e prováveis.

Você viu que ser dono da própria clínica é uma forma de começar uma empresa segundo seus padrões. No entanto, principalmente no caso de dentistas que não têm experiência em gestão, investir em franquias é uma boa alternativa. Nessa modalidade, o empresário contará com o apoio de uma marca consolidada, terá suporte mesmo antes da inauguração e, além do mais, contará com orientações valiosas no planejamento de seu negócio.

Apostar em uma franquia também evita problemas comuns na hora de começar uma empresa, como conquistar os primeiros clientes e tornar o consultório odontológico conhecido no mercado. O dentista que entra para uma grande rede faz parte, automaticamente, de uma marca já validada e conhecida pelo grande público.

Abrir uma franquia ou consultório odontológico próprio? Como visto, as duas modalidades de negócio trazem vantagens e desvantagens. Lembre-se, no entanto, que começar um negócio é coisa séria e deve ser feito com a maior segurança possível. Por isso, convém apostar na adoção de uma franquia, não acha?

E aí, está pensando em abrir um consultório odontológico ou uma franquia? Entre em contato com a gente e conheça o nosso modelo de franchising!

Postado em 10/12/2020.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin