Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia

Como fazer um plano de negócios para clínica odontológica



Empreender, nos dias atuais, é o desejo de muitas pessoas. No entanto, muitas delas, embora tenham um perfil empreendedor, têm medo de não dar conta do recado ou sequer sabem por onde começar a fazer o planejamento. Por isso, reflita: você já parou para considerar a importância de um bom plano de negócios para clínica odontológica?

Os planos de negócio são fundamentais para qualquer pessoa que busca iniciar um negócio, independentemente de seu segmento ou área de atuação. Portanto, qualquer tipo de empreendimento, seja ele de pequeno, médio ou até mesmo grande porte, necessita de um planejamento cuidadoso para que o sucesso seja obtido.

Isso também vale para o caso de uma franquia, que, apesar de ser um negócio com uma marca pré-definida (e muitas vezes já estabelecida no mercado), também precisa de um bom plano que atenda às demandas daquele ponto, local e público-alvo específico.

Pensando nisso, criamos um artigo completo com as mais importantes dicas para que você conheça mais sobre os planos de negócios, suas funções e todos os seus benefícios. Está pronto para aprender muito sobre esse assunto? Então, boa leitura!

O que é um plano de negócios?

De modo resumido, um plano de negócios é a descrição por escrito do futuro da sua empresa, ou seja, um documento que descreve o que você planeja fazer com os seus negócios e qual caminho será percorrido para que os seus objetivos sejam alcançados. Assim, ele pode ser tido como um mapa, com a indicação de quais são os passos que deverão ser dados para alcançar o sucesso nos negócios.

Os planos de negócios podem vir nas mais diversas formas, tamanhos e estruturas. Por esse motivo, se você escrever um pequeno parágrafo sobre a sua visão de empresa no verso de um guardanapo, descrevendo sua estratégia de negócios, você escreveu um documento com os seus objetivos para aquela empresa em particular.

O tamanho e a forma desse plano dependerão muito da natureza de cada negócio. Caso o conceito a ser expresso seja relativamente simples, ele poderá ser expresso em poucas e sucintas palavras. Por outro lado, se você está propondo um novo tipo de negócio ou mesmo um novo setor, pode ser necessário um pouco mais de explicação e elaboração para que essa mensagem seja efetivamente transmitida a toda a equipe.

Evidentemente, na prática, os planos são documentos muito mais elaborados e que seguem uma série de padrões. No entanto, para criá-los, não é preciso ter uma vasta experiência no campo de empreendimentos ou na área legislativa dos negócios. Para isso, é necessário apenas compreender quais são os seus objetivos, colocá-los em um papel e contar com a ajuda de pessoas especializadas para ‘’passá-lo a limpo’’.

Para que serve um plano de negócios?

Em termos gerais, a principal função de um plano de negócios é auxiliar na estruturação de uma empresa. Ele serve como um guia para que os objetivos sejam alcançados, trazendo mais organização e eficácia para todos os processos que ali ocorrerão.

Eles podem ajudar a realizar várias tarefas para quem os escreve e também para aqueles que o leem, ou seja, toda a equipe que trabalhará e colaborará para o crescimento daquela empresa. Eles são, em outras palavras, o DNA de uma empresa, que será lido por todos os que fazem parte daquele grande organismo.

Além de auxiliar no funcionamento interno dos negócios, os planos também são comumente utilizados pelos empreendedores em busca de investimento. Os gestores mostram o plano de negócios para transmitir sua visão a potenciais investidores, conseguindo fundos e verbas para realizar o que foi planejado.

Outra função importante dos planos de negócios é que eles também podem ser usados por empresas que estão tentando atrair funcionários-chave, prospectar novos negócios, lidar com fornecedores ou simplesmente entender melhor como gerenciar suas empresas.

Portanto, os planos de negócio são fundamentais para a transmissão de seus objetivos de negócios, para reunir todas as estratégias que você usará para enfrentá-los, para prever possíveis problemas que podem ser enfrentados na empresa (com base no mercado e em outros fatores) e, por fim, na decisão de maneiras para resolver cada um deles, com uma previsão certeira e eficaz.

A última função dos planos de negócios é, enfim, montar um bom planejamento financeiro para evitar problemas como a possível falência desse negócio. Observando todas as potenciais situações que podem surgir e os problemas e desafios, fica muito mais fácil saber o quanto de capital que deve ser acumulado, gasto e aplicado nas mais diversas áreas.

Qual a importância de fazer um plano de negócios antes de empreender?

Como vimos até agora, um bom plano de negócios é uma ferramenta estratégica fundamental e muito importante para os empreendedores. Ele não apenas ajuda os empreendedores a se concentrarem nas etapas específicas e necessárias para que suas ideias de negócios sejam bem-sucedidas, mas também os ajuda a alcançar seus objetivos de curto e longo prazo.

A seguir, conversaremos mais detalhadamente sobre os principais benefícios trazidos aos negócios com a elaboração de um plano de negócios eficiente e abrangente. Vamos lá?

Definir uma direção para os negócios

De modo geral, é possível afirmar que o principal objetivo de um plano de negócios é definir o que é essa empresa ou o que ela pretende ser em longo prazo. O devido esclarecimento dos propósitos e dos rumos que esse negócio deverá tomar permite que você entenda o que precisa ser feito para alcançar os seus objetivos.

Esse esclarecimento pode vir de uma série de fatores, desde a definição de seu público-alvo, o estudo das preferências de seus clientes, uma análise detalhada de seus produtos e serviços ou até mesmo o treinamento da equipe, sempre focando na humanização do tratamento e na qualificação para a realização de procedimentos odontológicos.

Garantir uma boa visão do futuro e prevenir eventuais problemas

As empresas evoluem e se adaptam ao longo do tempo, não é mesmo? Evitar a estagnação e incluir direção e crescimento futuros no plano de negócios pode ser uma maneira eficaz de planejar mudanças no mercado, tendências de crescimento ou direções a serem seguidas, à medida que a empresa cresce.

Dessa forma, os planos de negócio vão muito além da definição dos primeiros passos de uma empresa, mas também permitem que o seu futuro seja traçado e até mesmo previsto de maneira muito eficaz. Isso faz com que você e seus pacientes saiam ganhando.

Conquistar novos investimentos

A conquista de investidores é um importante passo para o fortalecimento dos negócios, já que, além do capital extra, esse tipo de parceria ajuda as empresas a se firmarem no mercado e conseguir oportunidades únicas em seus respectivos segmentos.

No entanto, os potenciais investidores querem um plano de negócios por escrito antes de entrarem com o dinheiro. Nesses casos, uma simples descrição do seu conceito de negócio não é suficiente. Em vez disso, assegure-se de ter um plano comercial e financeiro completo, que demonstre a probabilidade de sucesso e transmita toda a sua seriedade e capacidade de fazer com que esse negócio decole e obtenha o devido sucesso.

Favorecer a tomada de boas decisões

Como empreendedor, ter um plano de negócios ajuda você a definir e se concentrar em suas ideias de negócios e estratégias de negócios. Isso acontece porque o empreendedor consegue ter uma ampla visão de mercado e traçar, assim, objetivos mais realistas e que realmente podem ser benéficos naquele contexto.

Por isso, com um plano de negócios, você não apenas se concentra em questões financeiras, mas também em questões de gerenciamento, planejamento estratégico de recursos humanos, tecnologia e criação de valor para seu cliente. Em longo prazo, isso faz com que sua empresa seja muito mais organizada, confiável e estável, tanto para você mesmo quanto para clientes, funcionários e investidores.

Auxiliar na identificação de pontos fortes e fracos

Para fazer um bom planejamento, firmar o seu nome no mercado e conseguir a tão sonhada estabilidade em um negócio, é necessário praticar o autoconhecimento. Isso significa que você precisa conhecer não só os seus pontos fortes (e investir neles, é claro), mas também as fraquezas que podem fazer com que obstáculos surjam a qualquer momento.

Ter um plano de negócios ajuda você a identificar potenciais armadilhas em sua ideia. Assim, você também pode compartilhar o plano com outras pessoas que possam oferecer suas respectivas opiniões e conselhos. Identifique especialistas e profissionais que estejam em condições de lhe dar bons insights ​​e compartilhe seu plano com eles.

Proporcionar uma melhor comunicação com a equipe e interessados

Não é possível, de qualquer forma, ter um negócio de sucesso caso você não consiga se comunicar adequadamente com todos os interessados por aquele negócio. Por essa razão, encontrar uma língua universal para falar sobre esse assunto é muito importante, e é justamente isso que o plano de negócios fornece a todos os interessados.

Ele é uma ferramenta de comunicação que você pode usar para proteger o capital de investimento de instituições financeiras ou credores. Também pode ser usado para convencer as pessoas a trabalharem para a sua empresa, para garantir o crédito dos fornecedores e para atrair clientes em potencial.

Quais são os benefícios de fazer um plano de negócios?

Agora que já conhecemos a importância de um plano de negócio, que tal conferirmos quais são as vantagens práticas de seu uso para quem deseja abrir uma clínica odontológica? A seguir, veremos alguns dos principais benefícios de utilizar esse tipo de estratégia em seus negócios. Vamos lá?

Permite observar o negócio como um todo

O planejamento de negócios conecta os pontos do seu negócio para que você tenha uma imagem melhor do todo, conseguindo observar o panorama completo a partir de uma visão privilegiada. Essa é uma excelente medida para conseguir prever possíveis problemas e investir naquilo que realmente importa.


Quero ser franqueado


Assim, fica muito mais fácil alinhar a sua estratégia às expectativas de seu plano. Suas vendas se conectam às suas despesas de vendas e marketing? Seus produtos são adequados para o seu mercado alvo? Você está cobrindo custos, incluindo custos fixos de longo prazo, desenvolvimento de produtos e necessidades de capital de giro também? Essas e outras perguntas são respondidas com o plano de negócios.

Ajuda no foco em uma estratégia

Por vezes, pode parecer até fácil definir uma estratégia enquanto os negócios estão engatinhando e aprendendo a falar as primeiras palavras. No entanto, torna-se cada vez mais difícil manter as rédeas da situação enquanto ele cresce e cria uma força praticamente autônoma.

Dessa forma, os planos de negócio servem para manter os pés de todos os envolvidos no chão e fazer com que eles permaneçam focados em uma estratégia, observando a situação por um viés mais resguardado e evitando confusões que são normais quando observadas dentro de um contexto.

Fideliza clientes e ajuda em sua prospecção

A fidelização de clientes é uma importante estratégia, fundamental para qualquer tipo de empresa. No caso de uma clínica odontológica, ela ganha um significado completamente novo, já que lida diretamente com a saúde e a vida de pessoas. Nesse sentido, um plano de negócios é uma boa maneira de auxiliar na fidelização e prospecção de clientela.

Isso acontece porque quando tudo está organizado e caminhando devidamente, os potenciais pacientes daquela clínica se sentem mais confortáveis e confiam mais no nome de sua empresa. Além disso, com um bom plano, é possível definir uma estratégia eficaz de marketing para divulgar a clínica e ajudar na captação de novos clientes.

Faz com que prioridades sejam estabelecidas

Um dos grandes erros de empreendedores de primeira viagem é imaginar que conseguem fazer tudo ao mesmo tempo. Não, você não pode fazer tudo. É necessário definir estratégias e focar em prioridades para que elas sejam feitas de maneira completa e adequada, sem deixar lacunas e, consequentemente, oferecer serviços ‘’meia boca’’ aos clientes.

O planejamento de negócios ajuda você a acompanhar as coisas certas e as coisas mais importantes. Isso faz com que você aloque o seu tempo, esforço e recursos estrategicamente e naquilo que realmente importa, sem deixar os seus clientes na mão e potencialmente desamparados em seus serviços, algo que pode gerar uma considerável bola de neve em problemas.

Faz com que as tendências sejam mais facilmente incorporadas

Uma boa empresa é aquela que permanece sempre atenta às novidades e busca incorporá-las em seu dia a dia de uma maneira ou de outra. Quando falamos sobre saúde, então, isso se torna ainda mais relevante, já que os pacientes têm o direito de conseguir os melhores e mais modernos tratamentos.

Nesse caso, ter um plano de negócios permite que você consiga implementar tais novidades em seu cotidiano de maneira muito mais simplificada, pois faz com que seus clientes sejam mais conhecidos, suas finanças estejam estáveis e suas métricas estejam devidamente medidas para prever o impacto que qualquer decisão fará em seu negócio.

Torna as finanças mais confiáveis e estáveis

Um bom plano de negócios conecta os pontos no fluxo de caixa e não deixa nenhuma ponta solta. Sabemos que lidar com dinheiro nem sempre é uma tarefa fácil e a existência de sua empresa dependerá de uma boa estratégia financeira, que evitará problemas muito sérios.

Então, o plano de negócios permite que previsões sejam feitas e que aquela empresa se adeque melhor a possíveis crises ou períodos de estagnação financeira, não sofrendo tanto quanto aquelas que caminham a esmo e sem um plano para guiá-las.

Permite que métricas sejam mais facilmente medidas

As métricas são fundamentais para o estudo de qualquer negócio, a estipulação de novos objetivos e manutenção de antigos, desde que eles estejam realmente gerando frutos positivos. No entanto, uma medição adequada só é possível quando há uma estratégia de atuação bem definida e estável.

Com um plano de negócios, você pode observar tais métricas periodicamente nas reuniões com a sua equipe e descobrir os números que importam. Assim, fica muito mais fácil definir aquilo que deve ser mantido e o que precisa ser alterado para agradar ao seu consumidor final da melhor forma possível.

Auxilia na determinação de objetivos realistas

Um bom processo de planejamento define expectativas e acompanha os resultados, como com as métricas que citamos logo acima. Essa é uma das ferramentas para analisar regularmente o que é esperado e o que aconteceu, adaptando os negócios conforme o surgimento dos desafios e obstáculos.

Além disso, o plano de negócios também ajuda a definir marcos com os quais você pode trabalhar. Em outras palavras, eles são as principais metas que você deseja alcançar, trazendo muito mais produtividade, já que trabalhamos muito mais e melhor com objetivos concretos para atingir.

Como fazer um plano de negócios passo a passo?

Já deu para perceber que criar um plano de negócios para clínica odontológica é fundamental, certo? Sem ele, fica muito difícil traçar metas objetivas que possam ser efetivamente cumpridas, aumentando as chances de que algo dê errado ou que seja impossível controlar as rédeas da empresa em casos de crise.

Mas afinal, quais são os passos para a criação de um bom plano de negócios? Confira os principais a seguir e saiba por onde começar o próprio negócio.

Faça um sumário executivo

Em um plano de negócios, o sumário executivo pode ser visto como uma introdução. Essa sessão dificilmente tem mais de três páginas e traz uma síntese daquilo que será lido no documento integral.

A principal função dessa parte do plano é apresentar a empresa para outras pessoas, chamando a sua atenção e fazendo com que elas queiram ler o conteúdo completo e se aprofundar naquela questão. Apesar de ser o começo do plano, essa etapa pode ser feita após a conclusão do documento.

Analise o mercado

análise do mercado é, muito provavelmente, um dos fatores mais importantes. Nela, você definirá qual é o seu público-alvo, estudará as suas preferências e verá como deverá agir naquele contexto, além de ajudá-lo na formação de preço de seus serviços.

Essa etapa é superimportante para a definição de estratégias, metas e objetivos, fazendo com que o plano crie forma. Em outras palavras, é praticamente impossível criar um plano de negócios sem analisar o terreno em que você está pisando.

Desenvolva um plano de marketing

Como conseguir novos clientes sem uma boa estratégia de marketing, não é mesmo? Seja a estratégia física ou virtual (ou, por que não, uma mistura das duas áreas), é inegável que investir em uma boa estratégia de propaganda é fundamental para qualquer negócio.

Por isso, inclua em seu plano de negócios uma área sobre o marketing. Ela deve conter um perfil de seus potenciais clientes e a análise do mercado, e deve ser feita por especialistas na área, que realmente saibam como tirar o melhor proveito daquele contexto e transformá-lo em uma máquina de captar clientes.

Defina o seu planejamento financeiro

Por fim, outra área muito importante do plano de negócios é justamente o planejamento financeiro. Afinal, nenhuma empresa pode funcionar adequadamente sem que as suas finanças estejam em dia.

Por isso, sente-se com uma boa equipe de contabilidade e outros profissionais da área de finanças e defina uma estratégia de capital que cubra todas as demandas de seu plano de negócios, e guarde certo montante para eventuais problemas ou investimentos futuros.

Quais são os cuidados necessários ao elaborar um plano de negócios?

Com esses passos em mente, fica muito mais fácil saber quais são os erros imperdoáveis na hora de montar um plano de negócios para clínicas odontológicas, não é mesmo?

Ainda assim, a seguir, citaremos alguns dos principais. Dessa maneira, fica muito mais fácil evitá-los na hora de criar a sua estratégia. Confira:

  • não analisar o mercado;
  • não conhecer os seus clientes;
  • não levar a concorrência em consideração;
  • não incluir a possibilidade de inserção de novas tecnologias;
  • não dar atenção à qualificação e ao treinamento humanizado de sua equipe;
  • não conhecer o seu produto e seus serviços a fundo;
  • não conhecer os seus fornecedores;
  • não dar atenção à localização de seu ponto.

Caso você evite esses erros e dê atenção aos pontos que citamos durante o nosso bate-papo, seu plano de negócios tem tudo para dar certo!

Chegamos ao fim de nossa conversa! Viu só como fazer um plano de negócios para clínica odontológica é algo extremamente benéfico e vantajoso? Investir em um plano bem trabalhado não trará nada além de bons frutos para a sua empresa, garantindo o seu sucesso e facilitando absurdamente o trabalho de todos os envolvidos nesse negócio. Busque ajuda especializada e crie um plano eficiente para todos!

Em caso de dúvidas, entre em contato com a gente! A nossa equipe está à disposição para responder às suas perguntas e ajudá-lo com o que for necessário.

Postado em 20/02/2019.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin