z
Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Conheça os principais tipos de próteses dentárias provisórias



Imagine-se sem um dente. Bastam alguns segundos para perceber que a situação está longe de ser agradável, não é mesmo? Nada mais natural, já que a falta de um ou mais dentes pode impactar muitas funções, como fala, respiração e mastigação  sem contar que compromete a autoestima dos pacientes.

A prótese dentária provisória surgiu como uma solução para esse tipo de situação. Por esse e outros motivos, logo se destacou no mercado odontológico e hoje recupera várias funções comprometidas.

Como o assunto é relativamente novo, muitas pessoas têm dúvidas sobre os principais tipos de próteses provisórias e suas funções. Se você quer se informar nesse sentido, leia o nosso artigo até o final. 

Afinal, o que é a prótese dentária provisória?

A prótese dentária é um dispositivo protético construído com o objetivo de substituir os dentes perdidos. Como você deve imaginar, seu papel é determinante.

Para dar conta da tarefa, ela é suportada pelos tecidos moles e duros da cavidade oral. Além disso, como o próprio nome indica, essas próteses têm um perfil provisório, o que significa que são usadas temporariamente.

Ainda assim, é bom lembrar que as próteses podem ser fixas ou removíveis. Tudo depende da indicação para cada caso e do interesse do paciente.

Quais são os materiais recomendados?

Os materiais mais recomendados para a confecção das próteses são as resinas acrílicas. Como conseguem atingir ótimos resultados estéticos, podem ser usadas para as próteses dentárias provisórias sem muita dificuldade.

Outra vantagem significativa desse tipo de material está no fato de poder ser explorado com variações na composição química, conforme cada necessidade. Assim, fica mais fácil criar derivações de acordo com cada caso.

Mesmo com todas essas vantagens, alguns dentistas ainda apresentam algum tipo de resistência, mas é bom reforçar que existem resinas com alta capacidade estética. E não é só isso: muitas apresentam alta capacidade de adaptação para as áreas em que os dentes estão ausentes.

Quais são os principais tipos?

As próteses podem ter perfis diferentes. Algumas são fixas e outras móveis, mas essa está longe de ser a única diferenciação entre elas. Conheça melhor as características de cada tipo.

Prótese provisória móvel

Como o nome indica, a prótese provisória móvel pode ser retirada conforme o desejo do paciente e/ou dentista. Nesse caso, é preciso ter mais paciência no período de adaptação.

Embora as próteses móveis tenham um aspecto muito prático quando o assunto é uso e higienização, o fato de serem removíveis pode trazer dificuldades, tendo em vista que são mais espessas e extensas que o normal. Por isso, é importante que o paciente tenha força de vontade para enfrentar as dificuldades.

Prótese provisória fixa

Os modelos fixos também são muito explorados, mas não podem ser retirados. O tipo mais comum para esse caso é a coroa provisória. Além de restabelecer esteticamente alguns aspectos, também ajuda a manter a saúde das gengivas.

Esse objetivo pode ser atingido com mais facilidade por meio do tratamento com prótese dentária provisória fixa em porcelana. É uma forma de harmonizar o sorriso esteticamente (e o caminho a seguir pode ser por meio de coroas ou outras alternativas disponíveis no mercado). 

Quais são as opções mais comuns?


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Depois de entender que elas podem se classificar como móveis ou fixas, é importante descobrir quais são as principais opções escolhidas pelos dentistas. Vamos lá?

Coroa

A coroa, que pode ser cimentada ou parafusada, está entre as opções mais comuns. Como tem o papel de reproduzir as características anatômicas e funcionais de um dente, é muito bem-aceita.

Quando o assunto é como agir depois que a prótese for colocada, vale destacar que as coroas podem ser higienizadas da mesma maneira que os dentes naturais — permitindo, inclusive, a passagem do fio dental.

O material explorado pode ser resina ou porcelana. As resinas são as melhores opções para os tratamentos provisórios justamente pela adequação gengival.

Prótese parcial removível provisória (PPR provisória)

É uma boa opção para tratamentos provisórios e muito eficiente quando o assunto é cumprir a tarefa de repor os dentes. Ainda assim, sua usabilidade é mais comum em situações específicas, como quando o paciente fica sem os dentes e não pode evoluir com tratamentos mais duradouros. 

Se você não consegue pensar em uma situação desse tipo, podemos explicar. Imagine um paciente com doença periodontal que precisa remover os dentes. Pode ser que ele ainda não tenha saúde gengival para evoluir para próteses definitivas, então, segue com esse modelo como uma alternativa temporária

As próteses parciais removíveis provisórias também são feitas de resina acrílica e podem contar com a ajuda de grampos para auxiliar na retenção.

Prótese total imediata

A prótese total segue a mesma linha, mas é indicada para casos em que os pacientes perderão todos os dentes ou em situações de cirurgia com implantes. A ideia é evitar que a pessoa passe pelo constrangimento de ficar sem dentes.

Ainda assim, é indicada como uma opção de transição até que a reabilitação aconteça de forma completa. A prótese total imediata tem uma execução mais simples que o modelo convencional. Esse aspecto faz com que se torne uma ótima alternativa! 

Existe alguma dificuldade que o paciente pode enfrentar?

Você pode estar se perguntando se o paciente tende a enfrentar algum tipo de dificuldade com as próteses provisórias. Pois bem, embora não seja comum, elas podem se soltar. De modo geral, isso acontece como resposta pela força exercida sobre elas (durante o consumo de alimentos mais duros, por exemplo).

Para prevenir esse tipo de situação, é importante evitar a fixação das próteses temporárias com colas ou outros produtos domésticos. Em alguns casos, ela pode precisar ser reposicionada. O mais recomendado é procurar um dentista capacitado para oferecer o suporte necessário.

Depois de ler este artigo e entender o papel da prótese dentária provisória, considere essa opção como uma alternativa para solucionar seus problemas dentais temporários. Para isso, lembre-se de procurar um dentista especializado para identificar o tratamento ideal para você.

Entre em contato com a Sorridents e conte com a nossa expertise para cuidar da sua saúde bucal. Somos a maior rede de clínicas odontológicas da América Latina e temos diversos especialistas capacitados em próteses dentárias!

Postado em 14/08/2019.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter