Piercing dental

Clínico Geral para atendimento de procedimentos odontológicos

 

Quando se fala em ter um estilo único, é possível apostar em roupas, coloração diferente nos cabelos, maquiagem, tatuagem e piercings. Contudo, apesar de parte dos jovens e adultos procurar formas de demonstrar seu jeito de ser com esses acessórios, muitos preferem não se submeter a procedimentos mais invasivos.

 

No caso do piercing de orelha, boca, sobrancelha ou nariz, é preciso ter coragem para colocar a peça e também ficar de olho em possíveis inflamações ou infecções. Já se a opção for o piercing dental, a pessoa pode ficar sossegada. Isso porque sua colocação é simples e sem riscos, desde que você escolha uma clínica odontológica especializada.

 

Ficou interessado em conhecer mais sobre o piercing nos dentes, um procedimento que realizamos nas unidades da Sorridents? Continue a leitura para entender melhor o que é o adereço e como ele é colocado, além dos prós e contras de adotar esse toque brilhante no seu sorriso!

 

O que é piercing dental?

 

O sorriso é o nosso cartão de visitas, então por que não incrementá-lo com algum acessório? Essa é a ideia do piercing no dente: trata-se de uma pequena peça brilhante ou fosca, como uma pedrinha, fixada nos dentes. Ela é normalmente colocada no incisivo lateral ou canino, afinal a ideia é que seja um detalhe delicado, mas que apareça.

 

É um toque a mais no sorriso, que confere um visual charmoso, cheio de estilo e diferenciado. Usar esse brilho nos dentes já foi tendência em décadas passadas e agora voltou com força total. A moda ganha cada vez mais adeptos entre jovens e adultos que buscam formas de imprimir uma marca pessoal na aparência. Celebridades e blogueiros também estão aderindo à tendência.

 

Quais são os tipos de piercing no dente?

 

O acessório é feito de diferentes materiais. Geralmente, o brilho é de strass, mas pode ser de prata, ouro, diamante ou outras pedras semipreciosas. Não é à toa que o adereço é considerado uma joia para ser utilizada no dente.

Aliás, tal motivo também faz com que haja variação de preço da peça. Além disso, embora o mais utilizado seja o branco/translúcido, é possível colocar piercing vermelho, rosa, amarelo, azul, preto, entre outras cores. A escolha vai depender de cada estilo!

Há variações inclusive nas formas: além do redondo, você encontra o brilho no formato de quadrado, triângulo, estrela e coração, por exemplo.

 

Como é feito o procedimento?

 

Quando se trata do piercing nos dentes, é preciso não confundir a forma de colocação com outros acessórios do tipo, como os de ouvido ou nariz, em que é necessário perfurar a pele. Até por conta desse desconforto e dos riscos para a saúde, muitas pessoas deixam de colocá-los.

Mas, no caso do brilhante colocado no dente, o procedimento é bem simples, tranquilo, realizado no consultório do dentista e leva cerca de cinco minutos. O melhor é que não há a necessidade de aplicar anestesia, pois é indolor.

Portanto, a técnica não se mostra invasiva, já que não é preciso perfurar ou causar qualquer desgaste no dente para aplicá-lo: o profissional apenas o cola no dente. Essa colagem é a mesma utilizada para a inserção dos bráquetes do aparelho ortodôntico.

Também não é preciso nenhum preparo anterior para repaginar o sorriso. O único pré-requisito é que a saúde bucal esteja em dia, sem gengivite, tártaro ou cárie. Mas, mesmo que a pessoa tenha algum desses problemas, basta fazer o tratamento antes de colar a pedrinha.

 

Etapas para a colocação do acessório

 

Para colocar o piercing dental, o primeiro passo é fazer a limpeza da região que vai receber a pedrinha. Em seguida, um ácido é aplicado no dente, a fim de desmineralizar a região e permitir uma aderência maior da peça. Depois, um adesivo é colado com uma resina ortodôntica e o piercing que o paciente escolheu é fixado.

Para a cola endurecer e secar mais rápido, deixando o piercing firme no dente, o dentista utiliza ainda uma luz especial sobre a peça por um minuto. Pronto! Em alguns instantes, você consegue imprimir um estilo diferenciado ao seu sorriso, sem qualquer desgaste dental.

 

Que cuidados é preciso ter depois de colocar o acessório?

 

Como a colocação do piercing nos dentes é rápida, simples e indolor, muita gente acredita que não seja necessário nenhum cuidado a mais depois do procedimento. Porém, não é bem assim. Logo após a aplicação, evite ficar passando a língua no acessório, para garantir que ele cole de modo mais eficiente.

Mas não é só: lembre-se de adotar alguns cuidados diários. Assim, você garante que a peça não descole e dure seu tempo máximo, que é de seis meses. A seguir, confira as precauções com a alimentação e a higienização bucal ou até manias e hábitos que devem ser evitados.

 

Alimentação

 

A primeira precaução é evitar alimentos mais duros, como torresmo e pé de moleque, que podem gerar um atrito e arrancar o cristal. Outro ponto de atenção são as iguarias mais pegajosas, como as balas que grudam no dente: elas também correm o risco de danificar a peça brilhante. Já os itens fibrosos, como a manga e até alguns tipos de carne, podem ter os fiapos retidos no piercing.

Em resumo, algumas medidas após o procedimento se parecem muito com as recomendações para quem usa o aparelho ortodôntico. É claro que estamos nos referindo a uma escala menor, já que se trata de uma peça pequena, que fica em um único dente. Contudo, já é suficiente para reter alimentos e dificultar a higienização mais completa.

 

Hábitos e manias

 

Além dos cuidados com a escolha dos alimentos, é necessário que a pessoa evite alguns hábitos e manias, como roer unhas, morder pontas de lápis ou caneta e abrir embalagens com os dentes. Essas ações podem parecer inofensivas, mas saiba que causam um atrito capaz de retirar o piercing do dente, pois ele está apenas colado. É importante também não ficar passando o dedo na peça, pois ela pode desgrudar.

 

Limpeza bucal completa

 

A pessoa que usa o piercing no dente deve ter uma disciplina redobrada quanto à higienização bucal. Apesar de ser pequena e delicada, a peça pode acumular pigmentos, como de café ou vinho, ou juntar sujeirinhas dos alimentos. Se esses resíduos permanecem nos dentes, dão origem à placa bacteriana e, posteriormente, às tão temidas cáries ou doenças gengivais.

Tais bactérias vão desmineralizando o dente aos poucos, formando uma lesão superficial que começa na camada mais externa, que é o esmalte. Porém, caso não seja tratada, pode atingir as camadas mais internas. Se chegar à polpa, por exemplo, é necessário fazer o tratamento de canal radicular.

Pode parecer exagero que um simples brilho no dente seja capaz de causar tudo isso, mas não é! De nada vai adiantar ter um charme a mais no sorriso se estiver com algum problema de saúde bucal, não é mesmo?

As bactérias também podem se acumular porque a pessoa fica com receio de passar a escova no dente e danificar a pedrinha. Contudo, quem quer um sorriso não só bonito e com toque brilhante, mas também saudável, deve cuidar da limpeza.

Nessa hora, não há segredo algum: basta fazer a higienização adequada três vezes ao dia, de preferência após as refeições e antes de dormir. É necessário usar uma escova de cerdas mais macias e ser delicado na escovação, para evitar que o piercing se descole, mas garantindo dentes e gengivas mais limpos. Não se esqueça também do fio dental.

Outra medida é trocar sua escova a cada três meses ou sempre que notar que as cerdas estão gastas. Quando chegam a essa condição, não limpam de modo eficiente e a tendência é colocarmos mais força na escovação para compensar. Como resultado, você desgasta o esmalte dentário, podendo causar a retração gengival e ainda danificar o piercing no dente.

 

Acompanhamento no dentista

 

Se você notar algum problema de saúde bucal ou quiser retirar a peça brilhante do dente antes que ela se descole de forma natural, é imprescindível ir ao dentista. O profissional vai retirar o adereço e eliminar todos os resquícios da cola, de modo a não trazer nenhum problema para seu dente, como marcas ou manchas.

Caso o piercing se descole sozinho, a dica é também procurar o dentista para fazer essa limpeza na superfície dental. Na consulta, você já aproveita para passar por uma avaliação bucal completa e fazer aquela higienização caprichada (a profilaxia). Desse modo, seus dentes ficam mais limpos, brancos e também polidos.

 

Quais são os riscos do piercing dental?

 

Como o procedimento por si só é bastante simples e não danifica os dentes, não oferece nenhum risco. Até por isso, a única contraindicação é não ser colocado em dentes de leite, ou seja, nas crianças.

Cabe ressaltar que o piercing dental é seguro quando colocado no consultório do dentista. É muito perigoso aplicar por conta própria qualquer pedrinha no dente, utilizando uma cola instantânea, por exemplo. Você usará um produto tóxico na cavidade bucal que, além de danificar o dente, pode trazer problemas sérios para a saúde.

A substância adesiva utilizada no dentista é especial e própria para os dentes. Além disso, o profissional tem conhecimento técnico e faz toda a preparação necessária na estrutura dental. Com isso, a peça é fixada de modo mais eficiente no esmalte.

Sendo assim, se você busca um estilo a mais para o sorriso, procure por clínicas com profissionais especializados, como a Sorridents. Trata-se de uma forma de garantir que o procedimento seja bem-feito e ofereça resultados incríveis.

Apesar de menos comum, há o risco de o piercing se desgrudar do dente e a pessoa engolir ou até mesmo aspirá-lo. Essas situações são graves e podem causar lesões nas paredes do esôfago, do estômago ou dos pulmões. Por tais motivos, é importante se certificar de que o acessório tenha sido devidamente colado.

 

Quais são os prós e contras de usar o acessório, afinal?

 

Está na dúvida se coloca ou não o acessório? Confira a seguir os prós de adotar esse toque brilhante nos dentes:

 

  • trata-se da possibilidade de dar um toque pessoal e cheio de estilo à aparência;
  • o acessório é delicado e pode ser adotado até por adultos, pois não interfere na imagem profissional;
  • promove uma melhora da autoestima;
  • é rápido e fácil colocar a peça brilhante;
  • não há perfurações e não é preciso anestesia para aplicar a peça;
  • o piercing no dente não é definitivo, então a pessoa não precisa ficar preocupada caso queira retirá-lo ou não goste do efeito;
  • o procedimento é indolor;
  • não há contraindicações;
  • a retirada do adereço não deixa resquícios (como manchas nos dentes), desde que seja realizada pelo dentista;
  • existe uma variedade de materiais, cores e formatos, o que agrada a diferentes perfis.

 

Já os contras incluem:

 

  • a peça pode reter restos de alimentos, levando ao desenvolvimento da cárie;
  • é necessário tomar alguns cuidados no dia a dia, como evitar certos alimentos;
  • sua duração é curta, o que exige que a pessoa se dirija ao dentista para substituir a peça caso queira continuar adotando o estilo.

 

Como destacar ainda mais esse acessório no sorriso?

 

 

Todo mundo que deseja ter um visual diferenciado pode procurar pelo dentista e colocar o piercing nos dentes. Mas quem busca resultados ainda superiores pode aliar o acessório a outros tratamentos de estética dental.

Clareamento dental

 

Uma das opções é o clareamento dentário, que vai retirar o amarelado do sorriso e trazer um efeito ainda mais bonito ao acessório brilhante. Assim, antes de colocar a pedrinha, a dica é tratar todos os problemas bucais, realizando a profilaxia e a raspagem caso precise retirar o tártaro. Na sequência, o dentista pode indicar o clareamento.

Trata-se de um procedimento simples, no qual é utilizado um gel à base de peróxido de hidrogênio ou carbamina. A substância consegue quebrar as moléculas de pigmento no esmalte dentário e deixar o sorriso mais branco.

Tudo é feito no consultório: o gel é colocado em uma moldeira de silicone, que é mantida nos dentes do paciente por um período determinado. Para garantir uma maior eficácia, o profissional também usa luz LED ou laser. Com os dentes mais claros, a aplicação do piercing, seja de strass ou outro material, vai ganhar ainda mais destaque e conferir personalidade ao seu sorriso.

 

Dentes alinhados

 

Outro tratamento que vai contribuir para a estética dental e melhorar ainda mais o efeito do piercing é a correção do posicionamento dos dentes. Mas como alinhá-los? A resposta é: com os tratamentos ortodônticos, que hoje trabalham com aparelhos cada vez mais eficazes e discretos.

Se você está em busca de um acessório para deixar seu sorriso original, pode apostar no piercing nos dentes. Ele é fixado com um adesivo específico, portanto não exige qualquer tipo de perfuração ou causa riscos à saúde. Além disso, é temporário, então basta não colocá-lo novamente quando se cansar. O único cuidado necessário é aplicar a pedrinha com um dentista especializado em estética.

Viu só como é fácil repaginar o sorriso? Ficou interessado em dar um toque de brilho ao visual? Então, entenda mais sobre o piercing dental e os cuidados que você precisa ter!

 

[/vc_column_inner][/vc_row_inner]

Blog Saúde Bucal