Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Tudo o que você precisa saber sobre faceta dental



A odontologia estética não para de inovar e está sempre pensando em soluções para melhorar o seu sorriso. A faceta dental, por exemplo, é um dos recursos disponíveis para deixar a aparência dos dentes cada vez mais bonita e saudável.

Tem percebido os dentes escurecidos ou possui uma pequena falha que incomoda você no momento de sorrir? Esse procedimento pode solucionar seu problema!

Nos próximos tópicos, você vai descobrir tudo sobre as facetas dentárias: o que é essa técnica, como ela funciona, quais são os materiais mais utilizados e como as facetas são aplicadas. Além disso, explicaremos os cuidados após o procedimento e os benefícios que a faceta dentária pode trazer para a estética e saúde bucal. Vamos lá?

O que são e como funcionam as facetas dentárias?

Nem sempre é necessário o uso de uma prótese dentária fixa para melhorar a estética bucal e reabilitação, sendo que essa é uma das indicações das facetas, por exemplo. De modo bem resumido, as facetas funcionam como “dentes falsos”, colocados por cima dos originais sem a necessidade de implante.

A faceta dental é uma restauração de cerâmica de pouca espessura (que varia entre 1 e 1,5 milímetro) colada sobre a parte da frente dos dentes servindo como uma capa estética. A técnica oferece uma cobertura de pequenos problemas que causam algum desconforto estético no paciente, pois ajuda a criar um sorriso mais harmonioso e natural.

As facetas podem ser aplicadas em um único dente ou toda arcada dentária. Tudo vai depender da condição natural dos dentes e da avaliação do dentista durante a consulta. Vale lembrar que a faceta dental é considerada um tratamento irreversível, uma vez que em muitos casos são necessárias mudanças na estrutura do seu dente para que haja o encaixe correto.

Mais adiante você vai conhecer os benefícios do método. Antes, porém, vamos esclarecer algumas dúvidas sobre o procedimento, combinado?

Faceta dental e lente de contato dentária são a mesma coisa?

Apesar de semelhantes, a faceta dental e a lente de contato apresentam algumas particularidades. Em geral, o que diferencia uma técnica da outra é a espessura das resinas e o desgaste necessário para a aplicação do produto. As lentes de contato são ainda mais finas do que as facetas e têm aproximadamente 0,2 a 0,4 milímetro de espessura. 

Outra diferença entre as facetas e as lentes é referente ao momento da aplicação. As facetas são minimamente invasivas, apresentando pouco ou nenhum desgaste para a aplicação da resina. Já as lentes precisam de um desastre no elemento que a receberá para realizar a perfeita adaptação.

Se há diferenças entre as lentes e facetas, quais delas são mais indicadas? Isso depende da necessidade do seu dente, pois as vantagens das duas técnicas são bastante parecidas e proporcionam excelentes resultados. Sendo assim o ideal é aconselhável é procurar um dentista que fará uma avaliação e indicará qual a melhor escolha para o seu caso.

Tanto a faceta quanto a lente de contato são tratamentos rápidos, que duram em média três ou quatro consultas. Ambas requerem baixa manutenção e têm longevidade técnica, com duração superior a 15 anos.

Como as facetas são colocadas?

Antes de aplicar a faceta dental, o dentista avalia a necessidade de reparos nos dentes danificados, como limpeza de tártaros ou tratamento de cáries.

Para que a faceta se encaixe perfeitamente no dente a ser tratado, o dentista precisa realizar alguns procedimentos. No caso das facetas de porcelana, o primeiro passo é realizar um pequeno desgaste na superfície frontal do dente, para facilitar o encaixe do revestimento. Mas há casos em que não é necessário esse procedimento.

Na sequência, o profissional providencia um molde do dente e envia ao laboratório para a produção da faceta. Durante esse período, o paciente pode utilizar uma faceta provisória de resina. Para a colagem do revestimento no dente, o dentista usa um produto chamado cimento resinoso para a aplicação da faceta provisória, assim facilitará o processo de remoção.

Vale lembrar que, durante todo o processo de preparação do dente e colocação das facetas, o paciente é anestesiado. Portanto, o desconforto é o mínimo possível.

Quais são os materiais utilizados para a confecção das facetas dentárias?

Em geral, os produtos frequentemente adotados na fabricação das facetas dentárias são a porcelana e a resina. Ambos os procedimentos têm indicações semelhantes, mas há diferenças que devem ser consideradas no momento de escolher o tipo de faceta.

Apresentaremos a você 7 diferenças entre as opções mais escolhidas para a produção das facetas. Vamos conferir?

Para quem busca resultado rápido

Imprevistos acontecem e você pode precisar corrigir um detalhe no sorriso de última hora. Imagine uma pequena fratura no dente da frente antes de uma reunião importante ou festa de formatura?

Nesses casos, a faceta de resina é a melhor indicação, pois pode ser confeccionada diretamente sobre o dente no próprio consultório e em uma única consulta. Já as facetas de porcelana precisam passar por todo aquele processo que descrevemos anteriormente, com a fabricação de moldes, o uso de provisórios e a entrega da faceta.

Para quem procura durabilidade

Apesar de ser um material aparentemente mais frágil, a porcelana se torna muito durável mantendo a estética por muitos anos e forte quando colada aos dentes. Nesse quesito, ela se mostra superior quando comparada à faceta de resina.

As facetas feitas de porcelana apresentam mais resistência ao impacto dos atritos dos dentes e das mastigações. Se você considerar as orientações do dentista, não corre o risco de ter a faceta fraturada ou descolada por conta de um movimento mais brusco na mastigação.

Para quem quer fugir do aspecto amarelado das facetas

Com o passar dos anos, as facetas em resina costumam sofrer desgaste de coloração, sendo que há o risco de surgir um aspecto amarelado no material. Em alguns casos, a resina pode até ficar mais escurecida do que os dentes naturais cromado manchas irreparáveis.

O mesmo não ocorre com as facetas em porcelana, que permanecem intactas mesmo com o amarelamento dos dentes. Uma alternativa para prolongar a vida útil desse tipo de faceta é ter cuidado com a ingestão de alimentos muito pigmentados, como café, vinho e até cigarro.

Para aqueles que desejam manter os dentes brilhantes

Quem procura um tratamento estético odontológico quer ter o sorriso das estrelas, não é verdade? Aquele brilho radiante, que chama a atenção, é o desejo de consumo de grande parte das pessoas.

Por esse motivo, você deve considerar como  um investimento que dará grande durabilidade e  brilho a faceta escolhida. Ao longo do tempo, além da ação química de alguns alimentos, a escovação pode retirar o brilho dessa estrutura. Lembre-se: aquelas produzidas em porcelana têm maior resistência ao desgaste comum dos dentes e conseguem manter o mesmo brilho do momento da aplicação durante muito anos..

Para quem tem problemas específicos

A resistência dos materiais indica também qual é o melhor tipo de resina para cada caso. Veja alguns exemplos:

  • as facetas em resina são utilizadas para fechar diastemas; cobrir dentes com mais de 60% da superfície contendo restaurações amareladas e antigas; solucionar situações de emergência, como fraturas e trincas;

  • as facetas em porcelana são ideais para harmonizar as cores dos dentes; fechar espaços maiores do que os diastemas; corrigir a forma de alguns deles; recuperar os desgastes decorrentes do bruxismo.

Para quem procura um melhor resultado estético

Os dois tipos de faceta têm uma função estética que garante um sorriso mais bonito e funcional. Durante o primeiro ano de uso das técnicas, quase não há diferenças estéticas entre a faceta em resina ou porcelana.

Mas, ao longo dos anos, o resultado dos tratamentos estéticos com as facetas de porcelana mostra-se superior. Isso porque o material consegue reproduzir algumas propriedades comuns aos dentes naturais, como a fluorescência e opalescência, resistência e ajuste oclusal satisfatório. Assim, quando você sorrir para uma foto, por exemplo, será impossível identificar qual dente é coberto pela faceta e qual é o seu dente natural. 

Para quem busca um tratamento mais acessível

O custo dos tratamentos estéticos que usam facetas produzidas com resina é relativamente mais barato em comparação àqueles realizados com porcelana. Mas é importante considerar também a indicação do dentista e o tipo de procedimento necessário e a durabilidade do material perante a fraturas e manchas.

Quais são os principais cuidados necessários após a aplicação das facetas?


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


A higienização das facetas deve seguir os mesmos cuidados que você tem para manter os dentes saudáveis. A escovação precisa ser feita pelo menos duas a  três vezes ao dia, com um creme dental não abrasivo e que não contenha nenhum produto químico clareador contendo flúor e o uso de fio dental pelo menos uma vez ao dia, evitando o acúmulo de restos alimentos entre os dentes prevenindo assim o início de um processo bacteriológico. . Assim, é possível remover a placa bacteriana e os resíduos alimentares responsáveis pelas cáries ou problemas na gengiva.

Além disso, considerando a delicadeza da resina e da porcelana, é necessário tomar outras precauções. Utilize uma escova de cerdas macias para não prejudicar a superfície da faceta, evite o hábito de morder objetos duros, como canetas, e tenha atenção redobrada ao mastigar alimentos sólidos e duros sempre bem picados.

Outro cuidado importante quando se opta pela faceta é manter as consultas periódicas ao dentista. Ao avaliar as margens entre as facetas e os dentes, o profissional consegue evitar o risco de problemas como infiltrações, fraturas e alertar o início de manchas e inflamações na gengiva. .

Quais são os maiores benefícios das facetas dentárias?

Ao longo deste artigo, apresentamos alguns dos benefícios que a faceta dentária oferece para um belo sorriso. A seguir, reuniremos as principais vantagens dessa técnica — que não são apenas estéticas, como você vai conferir. 

Correção de variações de cor dos dentes

Seu dente vai sofrendo alterações na coloração ao longo dos anos. O tabagismo, além do consumo de café e alimentos muito pigmentados, pode deixar os dentes com um aspecto mais amarelado ou escuro. 

A primeira solução para esse problema é o clareamento dental. Acontece que, em alguns casos, o dentista pode recomendar o uso da faceta dentária para corrigir variações que persistem mesmo após o clareamento.

Outra indicação é para o tratamento posterior à realização do canal dentário. Em algumas situações, o dente pode ficar escurecido e causar um desconforto estético, sendo necessária a aplicação da faceta.

Correção da erosão ácida

Não é apenas a coloração dos dentes que pode sofrer alterações ao longo do tempo. O esmalte do dente, estrutura responsável pela proteção, é extremamente forte, mas não indestrutível. Ele corre o risco de sofrer pequenos danos graças ao consumo de alimentos ácidos ou à escovação agressiva.

Até mesmo o refluxo gastroesofágico é capaz de desgastar o esmalte dentário quando o ácido estomacal atinge os dentes. Em casos nos quais o dente sofre prejuízos causados pela erosão ácida e abrasão, o uso das facetas dentárias também é indicado.

Correção de pequenos problemas estéticos 

Sem dúvida, a principal indicação da faceta dental é para a estética e o restabelecimento da forma dos dentes assim como a função oclusal da mordida e mastigação. . Veja algumas das situações em que o tratamento pode ser bem-vindo:

  • correção de pequenas manchas nos dentes;

  • aproximação de dentes que se encontram afastados uns dos outros (quadro conhecido como diastema);

  • harmonização do tamanho dos dentes de adultos;

  • reparo após fraturas nos dentes. As crianças estão mais suscetíveis às fraturas dentárias, sendo que a faceta pode ajudar a solucionar o problema em pequenas regiões. Se o dano for maior, é necessária a realização de um implante dentário infantil;

  • ajuste de dentes levemente tortos. Apesar de não mudar a posição dos dentes como os tratamentos ortodônticos, a faceta dental ajuda a guiar melhor o movimento durante a mastigação.

Há alguma restrição para o procedimento?

Mesmo com todos os benefícios citados, o tratamento estético com faceta dental apresenta algumas contraindicações. Além de pessoas que têm alto risco de ocorrência de cáries ou não mantêm uma boa higiene bucal, aquelas que se encaixam nas situações a seguir não devem utilizar as facetas dentárias:

  • dentes fracos e desvitalizados, que corram o risco  fraturar;

  • dentes sobrepostos;

  • arcadas com má oclusão dental, que ocorre quando há um desnível entre os dentes superiores e inferiores;

  • diminuição do esmalte dental, causada por tentativas caseiras de clareamento ou pelo uso excessivo de bicarbonato de sódio;

  • restaurações dentárias muito extensas;

  • casos  de bruxismo.

Vale lembrar que essa indicação deve ser sempre obtida com um profissional especializado, certo?

Onde colocar as facetas dentárias?

Você viu também que o tratamento estético com a faceta dental exige muito cuidado, pois se trata de um procedimento irreversível. Tão importante quanto decidir pelo material da faceta a ser utilizado é escolher um dentista qualificado para esse trabalho.

A Sorridents Clínicas é a rede mais premiada e conceituada do Brasil na área odontológica. Tal sucesso não se deu por acaso: são mais de duas décadas oferecendo um atendimento qualificado, com profissionais referências em seus setores de atuação.

Além das facetas dentais, a Sorridents Clínicas oferece as alternativas mais inovadoras para garantir a saúde bucal e o sorriso de toda a sua família. Não se preocupe, pois todos os tratamentos cabem no seu bolso.

Neste conteúdo, você conheceu a faceta dentária: como ela funciona, os materiais mais indicados para cada caso, o modo de aplicação e os cuidados necessários para garantir a durabilidade da técnica. Vimos também os principais benefícios da faceta dental que contribuem não apenas para a autoestima, mas ajudam a melhorar a saúde bucal.

Que tal deixar seu sorriso lindo e saudável, como você merece? Entre em contato com a Sorridents Clínicas e agende sua consulta!

 

Postado em 13/11/2019.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter