Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Tártaro: saiba como evitá-lo


Tártaro: saiba como evitá-lo

Quando o assunto é cuidar do corpo, não dá para negar a importância de checar as suas condições bucais. Ainda que esse ponto seja negligenciado por muitas pessoas, é preciso entender que a consulta com o dentista é indispensável para a saúde da boca. Porém, não precisa se desesperar: este texto explica como evitar tártaro e manter o bom funcionamento do organismo.

Nesse sentido, você sabe o que é tártaro? Ele é um dos principais indicativos de que os cuidados bucais com a boca não vão bem. O problema pode ocorrer tanto abaixo quanto acima da borda da gengiva e favorece o aparecimento de cáries, compromete a estética oral, facilita a ocorrência de mau hálito e aumenta, e muito, a possibilidade de disfunções na gengiva.

Para reduzir a chance de ter incômodos com o tártaro, reunimos neste artigo pontos-chave para você saber como tratá-lo e, se possível, evitá-lo. Fora isso, o conteúdo destrincha por que escovar os dentes elimina o surgimento de placas bacterianas. Seguindo o passo a passo para realizar a escovação dos dentes e da língua de forma adequada, você pode voltar a sorrir sem medo.

Comece agora a leitura do conteúdo e tire todas as dúvidas sobre esse tema!

O que é e quais são os tipos de tártaro?

É bem provável que você já tenha percebido que estamos tratando de um problema bucal, mas será que realmente sabe o que é tártaro? Pois bem: ele é a calcificação da placa bacteriana, acúmulo que recobre os dentes todos os dias.

Quando a higienização não acontece na frequência ou na qualidade que deveria, a placa ganha mais força e adquire uma consistência amarelada. Esse é o primeiro passo para o aparecimento de problemas como cáries, gengivite e mau hálito.

A retirada do tártaro pode ser feita com dentistas por meio da limpeza e envolve a raspagem de algumas regiões para a remoção dos componentes que causam o desgaste. Por isso, a melhor forma de evitar o aparecimento do problema é investir em higienizações completas (escovar os dentes e usar o fio dental) e visitas periódicas ao dentista.

Os tipos de tártaro

Para entender de maneira completa o que é tártaro, você deve saber que existem dois tipos. A começar pelo supragengival ou salivar, um tipo de tártaro que se localiza acima da borda da gengiva. Tal descrição faz com que ele seja percebido com mais facilidade, sendo que um simples exame visual já costuma revelá-lo.

Entre suas características, também podemos mencionar o aspecto esbranquiçado (ou amarelado) e o fato de ser quebradiço. O nome supragengival foi escolhido porque a estrutura se deposita com mais facilidade nas superfícies dentais, ou seja, de forma adjacente às gengivas.

Por outro lado, o tártaro subgengival é mais comumente encontrado abaixo da borda da gengiva, em um ponto que faz toda a diferença e revela sua complexidade. Se você acha que isso é bobagem, então considere que o diagnóstico é mais difícil, pois ele não pode ser observado em exames visuais.

De maneira geral, esse tipo de tártaro é visto nos tecidos da gengiva devido à coloração escurecida (costuma ser mais forte, normalmente enegrecida ou esverdeada). Vale destacar que ele também tem uma consistência mais firme quando comparado ao supragengival — e isso faz com que fique mais aderente ao dente (um aspecto que dificulta a remoção).

Como é possível identificar esse problema?

Como adiantamos, o tártaro provoca um aspecto um pouco peculiar e geralmente amarelado nos dentes. É claro que identificá-lo não é uma tarefa comum ou desempenhada por todas as pessoas, mas não dá para negar que pode ser feita por um profissional capacitado sem grandes dificuldades.

Quando o problema aparece, ele pode ser percebido na base dos dentes ou entre eles. Essa característica persiste mesmo depois de uma escovação, pois a placa já se calcificou. Tal ponto é, inclusive, um ótimo indicativo de que a limpeza dentária não está acontecendo com todo o cuidado necessário.

Portanto, se após a escovação dos dentes você ainda conseguir visualizar uma camada amarelada e dura entre a dentição e a gengiva, é possível que seja tártaro. Quando ele se instala, forma uma superfície porosa que torna propício o acúmulo de mais biofilme dental.

O que o tártaro faz na boca?

O tártaro pode ser o começo de alguns problemas, portanto, é fundamental fazer o tratamento ainda no começo. Entre os danos mais comuns, podemos citar o mau hálito, mas o quadro pode se desenvolver e evoluir para doenças mais sérias, como a periodontite, que ataca os tecidos ao redor dos dentes.

Favorece o aparecimento de cáries

O tártaro facilita o aparecimento de cáries, um ponto que é bem natural se considerarmos que o acúmulo de bactérias desencadeia o surgimento de problemas maiores. No caso, o tártaro faz com que a placa bacteriana tenha mais espaço para crescer.

Trata-se de um quadro bem comum, mas que merece atenção. Isso porque, quando não tratado, pode evoluir para problemas ainda maiores do que a própria cárie, como canal, dor de dente e outros desgastes do tipo.

Compromete a aparência do sorriso

A estética do sorriso também é diretamente afetada pelos desgastes em questão. A camada amarela que fica nos dentes pode ser percebida mesmo depois de uma escovação completa, causando desgaste e incômodo para muitas pessoas!

Nesses casos, se o paciente quer voltar a ter seu sorriso bonito e saudável, é importante procurar por um profissional especializado. Ele fará a limpeza completa e retirará o tártaro acumulado para que, assim, fique mais fácil garantir a estética do sorriso novamente.

Facilita a ocorrência de mau hálito

Não é difícil imaginar que uma boca com tártaro tem mais chances de apresentar o temido mau hálito, não é mesmo? Essa situação é muito comum, pois as bactérias que já estão na região trabalham a todo o momento.

Somado a esse sintoma, é comum que a boca fique com um gosto desagradável (outro aspecto que pode trazer desgastes ao paciente). Caso perceba essa característica, não hesite em procurar um dentista.

Contribui para surgimento de problemas periodontais

Os problemas gengivais ou periodontais também surgem com maior frequência entre as pessoas que têm tártaro. Se você não sabe quais são eles, podemos destacar a retração gengival e a perda óssea como alguns dos mais comuns, sendo que o último é consideravelmente mais grave, pois favorece a perda de dentes.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Quando o tártaro atinge a gengiva, pode provocar desgastes como sangramento, inchaço, irritação do tecido e vermelhidão do local. Vale lembrar que a gengivite ainda tem o risco de evoluir para uma periodontite — um quadro mais delicado do desgaste da gengiva.

Como pode ter um aspecto ainda mais sério, é fundamental dar atenção ao aparecimento do tártaro e tratá-lo assim que possível. Essa é a melhor forma de evitar situações graves.

Como evitar tártaro no dia a dia?

Depois de descobrir o que é tártaro e como seu aparecimento não é nada bom para quem quer manter a saúde bucal em dia, é bem provável que você esteja se perguntando sobre que medidas práticas adotar para evitar o problema, certo? As dicas abaixo descomplicam essa tarefa!

Invista em uma alimentação balanceada

Quando seguimos uma dieta equilibrada e rica em nutrientes ou minerais, fica mais fácil preservar nossa saúde bucal. Esses componentes dão ao dente tudo o que é preciso para ficar ainda mais forte e saudável e, de quebra, evitam o aparecimento do tártaro.

Adote uma rotina com visitas periódicas ao dentista

Os cuidados com a boca também devem envolver visitas ao dentista de tempos em tempos. A maioria das pessoas já ouviu essa informação antes, mas poucas seguem a dica. Além de ser uma excelente oportunidade para reparar as reais condições bucais, é nesse momento que o profissional realiza a limpeza dentária e deixa os dentes mais protegidos.

Reforce os cuidados no caso de usar aparelhos ortodônticos

Quem usa aparelho precisa ter mais cautela, pois a remoção das sujeiras é difícil e exige atenção. A manutenção dos cuidados em casa é fundamental e requer cuidados à frente do espelho para que cada canto receba a devida atenção.

Não abra mão da escova certa

escova de dentes deve ter cerdas macias, que proporcionem limpezas mais eficientes. Essa é a melhor maneira de não machucar o tecido gengival e alcançar os diversos locais da boca por meio da maleabilidade.

Mantenha a higiene bucal em dia

Não há dúvidas: cuidar dos dentes com afinco é a melhor forma de evitar o acúmulo de placa bacteriana e, por consequência, o aparecimento do tártaro. Por isso, não abra mão de sempre escovar os dentes após as refeições.

Outra medida necessária é usar o fio dental ao menos uma vez por dia. O papel desse instrumento é evitar o acúmulo de sujeira entre os dentes, então, o recomendado é adotá-lo com frequência.

Como escovar os dentes de forma adequada?

O tártaro pode ocorrer tanto na parte de cima quanto na área abaixo da borda da gengiva, e uma maneira eficaz de evitar esse mal-estar no dia a dia é fazer a escovação dos dentes e da língua, sempre após as refeições.

Porém, muitos pacientes se confundem nessa etapa e não conseguem executá-la com maestria. Para ter sucesso na higiene da boca, use escova específica, invista em uma pasta de qualidade e faça movimentos suaves e circulares na dentição.

Use escova e pasta de qualidade

Antes de pensar no modo de escovação, você deve ficar atento ao instrumento e ao tipo de creme dental usado. Para não comprometer a dentição, aposte em uma escova específica para o seu problema e utilize pasta de qualidade para eliminar a sujeira.

Coloque a quantidade certa de pasta

Outro ponto que antecede a escovação, mas é bastante importante para o sucesso dessa etapa, é a quantidade de creme dental utilizado. Os produtos são próprios para eliminar as bactérias na boca, mas é preciso ter atenção na hora de colocá-lo sobre as cerdas da escova.

Para limpar os dentes de leite das crianças, a recomendação é colocar uma porção de pasta equivalente a um grão de arroz. Já para a escovação de adultos, indica-se usar a medida de um grão de ervilha para dosar a quantidade de creme dental sobre a escova.

Passe as cerdas da escova com cuidado

Ao iniciar a escovação de fato, você deve ter uma escova de cerdas macias em mãos. Apesar de muita gente não dar a atenção devida à escolha desse utensílio, é a qualidade do produto e a forma como você o pressiona na boca que vão garantir a eficácia da higiene.

Escove as regiões da boca em movimentos circulares

Posicionando as cerdas entre as gengivas e a dentição, comece a escovação em forma de círculo e sempre de dentro para fora. Para eliminar a sujeira acumulada na região, repita esse movimento suave por dez vezes a cada dois dentes. E complete a etapa utilizando o fio dental entre os dentes.

Faça a escovação da língua

Por fim, não se esqueça de limpar a língua regularmente, em movimentos de trás para frente. O hábito consegue retirar os resíduos que alteram a tonalidade do órgão, mas, nesse momento, um limpador de língua também auxilia a remover demais impurezas.

Por que contar com a orientação do especialista?

Até o momento, você percebeu como o tártaro pode comprometer o organismo, levando a problemas sérios não apenas na cavidade bucal, mas também em outros órgãos. Para evitar que o mal-estar avance, conte com um especialista para fazer a limpeza e ter controle sobre doenças bucais.

O dentista está preparado para identificar as disfunções na boca, comprometendo-se com um diagnóstico sério e realizando um tratamento adequado para manter o seu equilíbrio oral. O resultado será o melhor para você curtir o tão desejado sorriso harmônico.

Depois de ler nosso artigo completo sobre o assunto e descobrir a resposta para questões relacionadas ao tártaro, mantenha-se atento e adote as formas de prevenção que destacamos acima. Lembre-se sempre de que o dentista é um grande aliado do paciente, pois conta com as técnicas e os materiais ideais para a remoção dos problemas orais.

Agora que você já sabe o que é, por que ele compromete o organismo e como evitar tártaro, mantenha a sua saúde bucal com escovação diária e visitas periódicas à clínica odontológica. Entre em contato com a Sorridents e agende já, pelo telefone ou por e-mail, a sua avaliação com os melhores dentistas do país!

Postado em 09/06/2017.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter