Sangramento na gengiva: o que pode ser e como prevenir o problema? | Sorridents - Clínicas Odontológicas
Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Sangramento na gengiva: o que pode ser e como prevenir o problema?



Para manter o sorriso saudável, é necessário ter uma rotina de cuidados com a boca, escovando os dentes diariamente e visitando o consultório odontológico com regularidade. Sem essa cautela, os pacientes estão mais expostos a possíveis incômodos, como sangramento na gengiva, que pode indicar sérios problemas na região.

Pensando nisso, este post explica por que você deve procurar ajuda especializada ao notar que a gengiva está sangrando, quais são as principais causas desse problema bucal e o que ajuda a prevenir esse mal-estar. Ao final, o texto resume os tratamentos indicados para conter o sangramento na boca e como escolher um

dentista de confiança. Boa leitura!

Por que não é normal ter sangramento na gengiva?

A boca é indispensável para uma série de funções no organismo, como a mastigação, a comunicação e a respiração. Por isso, não devemos normalizar sintomas que atrapalham seu funcionamento. É o caso do sangramento na gengiva, que geralmente indica uma inflamação nos tecidos bucais ou o uso inapropriado da escova de dente e do fio dental.

Quais são as possíveis causas desse problema?

Sangramento na gengiva não deve, em nenhuma hipótese, ser negligenciado pelo paciente, porque é um indício de que algo não está bem na cavidade oral. De maneira geral, o sintoma se deve à gengivite, uma inflamação no tecido gengival caracterizada pelo acúmulo de placa bacteriana e tártaro (placa bacteriana enrijecida) entre os dentes e a gengiva.

Além disso, o sangramento nos tecidos de sustentação dos dentes, na região da gengiva, pode ser causado pelos seguintes problemas:

  • excesso de força na hora da escovação;
  • uso inadequado de fio dental, ferindo a gengiva;
  • deficiência de vitamina K, conhecida pela função anti-hemorrágica no corpo humano;
  • outras desordens hemorrágicas no organismo;
  • dentaduras (próteses dentárias) mal encaixadas na arcada;
  • alteração hormonal, principalmente no período de gravidez;
  • leucemia, um tipo de câncer que acomete células sanguíneas;
  • uso de remédios que afinam o sangue;
  • escorbuto, uma doença rara hoje em dia, provocada pela deficiência de vitamina C.

Em todo caso, você deve procurar a emergência ou urgência odontológica para avaliar o quadro e obter um diagnóstico preciso sobre o problema bucal.

Como prevenir o sangramento na gengiva?

Para não sofrer com o sangramento na gengiva, é preciso manter a saúde bucal em dia e prestar atenção a alguns hábitos nocivos ao funcionamento do tecido gengival. Por isso, separamos algumas dicas que podem ajudar a evitar desordens hemorrágicas na boca.

Compre uma boa escova dental

A escova de dente é indispensável para eliminar micro-organismos da boca e preservar a sua saúde bucal. Mas é preciso ter indicação profissional para comprar uma escova adequada à arcada dentária. Em geral, os dentistas indicam com cerdas maciais, que deixam os movimentos da escovação mais suaves e causam menos impacto à região da gengiva.

Capriche na higiene bucal

A falta de higiene bucal é um dos principais agravantes do sangramento e da infecção na gengiva. Por esse motivo, você deve ter atenção após ingerir alimentos e líquidos, fazendo a escovação sempre após as refeições. Isso evita o acúmulo de placa bacteriana na cavidade e, portanto, é um importante hábito para manter os tecidos bucais em pleno funcionamento.

Melhore a sua alimentação


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


O sangramento na gengiva pode ser causado pela deficiência de vitaminas K e C. Por isso, você deve fazer uma dieta saudável, ingerindo frutas e verduras que contribuem para aumentar a sua imunidade, controlando o sangramento e possíveis infecções na boca. Da mesma forma, não é indicado exagerar no consumo de doces e alimentos ricos em açúcar, que favorecem o aparecimento de placa bacteriana.

Escove os dentes suavemente

Exagerar na força aplicada sobre a escova é um erro que pode agravar os focos de sangramento na gengiva, além de não remover adequadamente os restos de alimento entre os dentes. Então, faça movimentos leves e circulares na hora da escovação, principalmente quando estiver limpando o tecido gengival, o que reduz os danos nessa região sensível da boca.

Evite o acúmulo de placa bacteriana

A placa bacteriana, formada pela multiplicação de bactérias na boca, é um dos principais vilões quando o assunto é sangramento na gengiva. A dica é não deixar que os micro-organismos se acumulem na cavidade oral, onde podem evoluir para a formação de tártaro, gengivite e, em casos avançados, periodontite, que compromete fortemente o tecido gengival.

Quais são os tratamentos mais indicados para sangramento na gengiva?

Para saber qual é o tratamento mais indicado para sangramento na gengiva, é preciso passar por uma avaliação clínica específica, em que o cirurgião-dentista consegue analisar a proporção do problema e entender as causas que estão levando ao mal-estar.

Mas, de forma geral, o paciente pode diminuir o problema na região com lavagem bucal (feita com vinagre e sal diluídos em água de temperatura morna), escovação apropriada e dieta para suprir as vitaminas K e C. Em casos mais graves, o dentista pode receitar medicamentos anti-inflamatórios e indicar bochechos com enxaguantes antissépticos.

Como escolher um profissional qualificado para cuidar da saúde bucal?

Para evitar problemas na dentição e na gengiva, é preciso ser acompanhado por um profissional. Assim, o cirurgião-dentista tem a expertise para examinar, diagnosticar e tratar disfunções na cavidade oral, melhorando a qualidade de vida do paciente e proporcionando bem-estar.

Se você ainda não sabe com quem se consultar, a dica é esta: escolha redes de clínicas odontológicas reconhecidas no mercado de saúde, garantindo o acesso ao melhor atendimento com um custo-benefício ótimo.

Neste post, você entendeu que o sangramento na gengiva pode ter causas variadas, desde a higiene bucal precária até a baixa imunidade, passando por falta de vitaminas, escovação inadequada e desordens hemorrágicas. Por isso, é importante ser acompanhado por um dentista, para verificar se a saúde bucal está em dia e, caso contrário, iniciar um tratamento apropriado para reabilitação oral.

O texto foi realmente útil para você? Se sim, continue se informando com dicas que ajudam a manter a sua qualidade de vida e saúde bucal. Descubra, agora, como conquistar um sorriso saudável com dicas muito práticas!

Postado em 31/12/2020.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter