Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Dentadura ou implante dentário: como escolher o melhor para você?



Quando falamos em reabilitação oral, é normal que os pacientes tenha dúvidas se colocam dentadura ou implante dentário. Essa incerteza acomete principalmente pessoas que perderam todos ou a maioria dos dentes na boca. 

Embora o objetivo de ambos os tratamentos sejam o mesmo – devolver a autoestima e a qualidade de vida dos pacientes –, os procedimentos têm lá suas particularidades. Neste post, vamos mostrar algumas diferenças entre a dentadura e o implante dentário. Assim, fica mais fácil escolher a melhor opção para você. Confira!

Dentadura

A dentadura é uma prótese removível — total ou parcial — que se encaixa na boca, substituindo a função dos dentes faltosos. A prótese total é indicada para pacientes que perderam todos os dentes.

Já a prótese parcial é indicada para aquelas pessoas que ainda possuem dentes na boca e só precisam substituir os que estão faltosos. Essa peça tem um metal que possibilita que ela se encaixe com os outros dentes.

Vantagens 

A grande vantagem da dentadura é seu custo, que é relativamente baixo se comparado com o implante. Além disso, o tratamento não é invasivo, pois o paciente não precisa passar por cirurgias para colocar a prótese.

Colocar uma dentadura também é bem mais rápido do que passar por um implante dentário.

Desvantagens 

A dentadura não devolve a qualidade de mastigação para o paciente. Dependendo do alimento, a prótese ainda pode sofrer fraturas, pois elas não oferecem a mesma resistência que um implante dentário.

As próteses parciais ainda podem danificar os dentes sadios, que servem como suporte. Além disso, pacientes que usam dentadura tendem a sofrer perda óssea com o passar do tempo, o que deixa seu rosto mais envelhecido.

Implante dentário

O implante dentário é um pino de titânio que é fixado na boca do paciente por meio de procedimento cirúrgico. Sua função é substituir a raiz de um dente que foi perdido e servir de suporte para um dente artificial — prótese.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Os implantes são indicados tanto para pessoas que perderam todos os dentes quanto para aquelas que têm apenas um ou alguns dentes na boca.

Vantagens 

O implante confere uma aparência mais natural ao sorriso do paciente, ao contrário da dentadura. Além da estética ser mais agradável, o implante também é mais resistente à mastigação.

Outro benefício é que um implante dentário permite que a estrutura óssea do paciente seja mantida. Além de tudo, um dente implantado pode durar muitos anos, desde que haja os devidos cuidados.

Desvantagens 

Como todo e qualquer tratamento, o implante dentário também possui desvantagens. A principal delas é em relação ao procedimento, que é invasivo, pois o paciente precisa passar por uma cirurgia para implantar os pinos de titânio.

Ao contrário da dentadura, o tratamento com implante demora alguns meses, pois ele é feito em etapas.

Além disso, o tratamento possui algumas contraindicações. Pessoas com diabetes não controlada, por exemplo, não podem fazer implante.

Dentadura ou implante dentário: como escolher a melhor opção

Mesmo que você tenha perdido seus dentes naturais há muito tempo e use uma prótese total, você pode fazer um implante dentário. Entretanto, a única pessoa capaz de dizer qual é a melhor opção para você é seu dentista.

Depois de ele pedir uma série de exames e verificar se sua saúde está em dia, vai poder indicar o melhor tratamento. Mas, vale ressaltar que, se você não possui nenhuma doença que impeça que você faça um implante, deve cogitar essa opção. Mesmo sendo um investimento mais caro e um tratamento um pouco mais demorado, o custo-benefício vale muito a pena.

Agora que você já sabe o que considerar para escolher entre dentadura ou implante dentário, está na hora de você saber como escolher o dentista ideal para cada tipo de tratamento.

Postado em 27/03/2018.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter