Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Abcesso dentário: saiba o que é e como tratá-lo


Abcesso dentário

Problemas bucais são sempre um grande incômodo, mas muitas vezes são ignorados e acabam se transformando em problemas maiores. O abcesso dentário se enquadra nessa lista, pois pode começar pequeno e de forma sigilosa, até se tornar algo doloroso e bastante problemático.

Então, para fugir desse problema, entendê-lo melhor e alertar os demais, continue lendo nosso artigo!

O que é abcesso dentário

Abcesso dentário é um acúmulo de pus na gengiva, que surge devido a uma infecção bacteriana. Ele pode ocorrer em diversas regiões dos seus dentes e por causas diferentes. Um dente infeccionado que não recebe um tratamento apropriado pode formar um abcesso. A doença não é contagiosa, mas pode causar dores caso você beije alguém, por exemplo.

Sintomas

Preste muita atenção nesses sinais, pois ele podem evitar uma grande dor de cabeça no futuro:

  • mau hálito: a pessoa que estiver com o abcesso dentário, sente muitas vezes o gosto ou cheiro amargo do pus que está na sua boca;
  • incômodo ao beber e comer: a doença também faz com que seus dentes fiquem mais sensíveis, o que causa um grande desconforto na hora de morder algo ou entrar em contato com temperaturas muito quentes ou bastante frias;
  • dor de dente: isso pode parecer um pouco óbvio, já que a pessoa está com uma infecção. Quanto mais o pus vai se acumulando pela sua boca, mais forte e intensa fica a dor e isso provavelmente acabará se irradiando para as bochechas, ouvidos e mandíbulas;
  • inchaço: com o passar do tempo, partes da sua boca ficarão inchadas, pelo fato da infecção causar muitas dores e uma bolha de pus.

Causas

Como vimos no começo, um abcesso dentário pode ter várias causas. Sendo assim, é sempre bom conhecê-las para conseguir evitar esse problema. Confira:

  • restos e resíduos de alimentos que ficam retidos na gengiva ajudam na proliferação de bactérias;
  • uma ruptura ou quebra no dente podem dar passagem para bactérias entrarem;
  • cárie dentária mal tratada.

Tratamentos

A infecção causada pela doença precisa de tratamentos médicos para aliviar as dores fortes nos dentes e, com isso, impedir problemas maiores   como a perda do dente atingido, por exemplo. Vale ressaltar que o problema pode se espalhar para os outros dentes ou até mesmo para os ossos da face.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


O primeiro passo para o diagnóstico e tratamento da doença é se consultar com um dentista. Mas, antes mesmo da sua consulta, você pode tomar algumas medidas para melhorar a situação, como:

  • escovar adequadamente os dentes;
  • usar fio dental todos os dias;
  • fazer um bochecho com água e sal após cada refeição.

Se o abcesso for identificado rapidamente, será feita apenas a drenagem da infecção para retirar o pus e as bactérias brotadas no local. Já em casos de maior avanço, pode até ser recomendada a extração do dente afetado.

Abcesso agudo e crônico

Existe mais de um tipo de abcesso dentário. Suas causas são absolutamente as mesmas, mas suas reações e nível de agressividade são diferentes e, dependendo do organismo da pessoa afetada, pode ser um desses dois casos.

O agudo provoca uma reação mais intensa no organismo, que pode ser mais lento para reagir à infecção. Já o crônico se desenvolve durante um período maior e, às vezes, sequer demonstra algum sinal. Por isso, muitas vezes, a pessoa afetada pode ir ao hospital para obter um diagnóstico por meio de radiografias, pensando ser outra coisa.

Manter sempre sua higiene e a saúde de sua boca em ordem, sem dúvida, faz uma grande diferença. Sendo assim, baixe nosso e-book sobre cuidados essenciais com a higiene bucal e evite problemas como o abcesso dentário!

Postado em 12/06/2017.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter