Abscesso no dente: saiba o que é, quais as causas e os tratamentos | Sorridents - Clínicas Odontológicas
Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Abscesso no dente: saiba o que é, quais as causas e os tratamentos



Imagine uma situação em que você vivencia uma irritação bucal. Até aí tudo soa dentro da normalidade, mas a circunstância pode se agravar com a entrada de bactérias e o desenvolvimento de uma infecção — que, por sua vez, ainda pode ocasionar um inchaço repleto de pus. Esse cenário também é conhecido como abscesso no dente.

Se você ficou assustado e quer entender um pouco mais sobre o assunto, está no lugar certo! Vamos lá?

Afinal, o que é abscesso no dente?

Um abscesso dentário é caracterizado pelo acúmulo de pus ocasionado por uma infecção bacteriana. Essa situação pode acontecer em diversas regiões do dente (e também por razões diferentes). É isso mesmo: os abscessos podem ter “tipos” diferentes.

Esses abscessos aparecem nos tecidos da gengiva e se as bactérias envolvidas nesse processo não forem eliminadas em tempo hábil, elas continuarão a se multiplicar, provocando uma infecção maior e, consequentemente, gerando danos à saúde bucal do paciente.

O abscesso periodontal, por exemplo, normalmente acontece devido a uma infecção no espaço entre o dente e a gengiva. Por outro lado, o tipo periapical ocorre quando o canal do dente fica contaminado, por isso ele surge na ponta da raiz dentária.

O que causa essa situação?

Entre os principais fatores de risco podemos destacar a falta de higiene oral e uma dieta desequilibrada — destacando, ainda, aquelas que são ricas em açúcar. É válido destacar também que também a vários problemas bucais se manifestam com frequência om mais frequência em pessoas que não se preocupam em manter uma boa escovação, de preferência três ou mais vezes ao dia.

Somado a isso, o fato de não utilizar o fio dental também é um agravante, pois dessa maneira a cárie e outras mazelas, podem surgir e complicar ainda mais a saúde bucal do paciente em questão.

Quais são os sintomas mais comuns?

Na maioria dos casos, o aparecimento do abscesso no dente está fortemente relacionado à dor, por isso grande parte dos pacientes procura tratamento de forma rápida. Além disso, costumam aparecer também uma vermelhidão na área afetada, sensibilidade, dificuldade de mastigar (ou até mesmo de abrir a boca), dente escurecido e inchaço na região e nos gânglios do pescoço.

Quando o abscesso atinge um estado avançado, pode causar osteomielite, que é uma infecção no osso. Ela é causada pela mesma bactéria, que se espalha pela corrente sanguínea. Nesse caso, o paciente pode sofrer com náuseas, vômito, febre e diarreia.

Logo, é preciso se conscientizar acerca desse problema, pois, em casos de pacientes que possuem o sistema imunológico mais frágil, essas infecções podem gerar sérias complicações que, em casos mais raros, podem levar a óbito.

Quais as diferenças entre abscesso periodontal e periapical?

O abscesso periodontal é um dos problemas bucais mais frequentes entre a população brasileira. É considerado um processo inflamatório que ocorre nas redondezas do dente e tem como uma das suas principais causas o acúmulo de placa bacteriana, que acaba resultando em tártaro.

Além disso, em relação ao abscesso periodontal, há uma infecção nas gengivas, sendo o resultado dos restos alimentares e placa bacteriana e não são devidamente retirados no momento da escovação.

Em contrapartida, o abscesso periapical ocorre ao redor da ponta da raiz do dente e esse problema é causado por uma infecção gerada dentro dos canais dos dentes. Nesse caso, gera-se uma produção excessiva de pus, que acaba por destruir o osso ao redor da arcada dentária.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Logo, com o dente contaminado desde o ápice da raiz, essa inflamação se espalha para os tecidos adjacentes. Nessa perspectiva, os pacientes sofrem muito desconforto e por isso precisam procurar um profissional especializado de forma imediata.

Como realizar o diagnóstico e o tratamento?

O melhor caminho para um diagnóstico efetivo envolve uma consulta rápida com o dentista, afinal ele é o profissional capacitado para entender o que está acontecendo e realizar uma drenagem para liberar o pus e aliviar a dor.

A situação costuma ser diagnosticada com o exame físico, mas também pode ser necessário um raio-X para verificar a infecção em outras áreas da boca. Caso a situação tenha se agravado para a osteomielite, é bom procurar a ajuda de um médico também!

Nesse contexto, em alguns casos podem ser feitos testes de percussão, realizados pelos dentistas por meio de um toque ou pressão sobre o dente com abscesso no intuito de avaliar qual o nível de dor sentido pelo paciente.

Há também os exames laboratoriais, que são feitos com a finalidade de saber mais sobre as causas da infecção e, assim, traçar uma nova forma de tratamento. Esse procedimento é feito por meio de uma coleta de pus do abscesso do paciente.

Quanto ao tratamento, ele pode ser diferente para cada caso. De toda forma, os procedimentos não costumam variar muito de:

  • drenagem do abcesso (para retirada do pus);
  • tratamento de canal (para eliminar a infecção);
  • extração do dente afetado (caso ele não possa ser salvo);
  • uso de antibióticos (caso a infecção tenha se espalhado para os dentes vizinhos ou outras áreas);

É bom destacar que nem todos os tratamentos precisam passar por todas as etapas. Existem casos também que os dentistas indicam alguns remédios caseiros mais simples para tentar aliviar a dor sofrida pelo indivíduo. A exemplo disso, tem-se os anti-inflamatórios, que ajudam a reduzir o inchaço e o desconforto.

Como se prevenir?

A melhor forma de prevenir situações desse tipo envolve a higienização completa da boca. Por isso, escove os dentes ao menos 3 vezes ao dia, use o fio dental de forma recorrente e troque a escova de dentes de tempos em tempos.

Além disso, evite alimentos ricos em açúcar, visite o dentista regularmente para fazer limpezas e verificar se está tudo em perfeito estado, use um creme dental fluoretado e opte por um enxaguante bucal antimicrobiano que facilite a remoção de restos de alimentos que ficam entre os dentes.

Seguindo esses passos, você reduz consideravelmente as chances de ter que lidar com uma complicação desse tipo, e, ainda assim, é preciso ter em mente que uma situação como essa merece todo o cuidado, afinal a saúde bucal é um dos principais determinantes para o bem-estar das pessoas.

Depois de acompanhar um panorama completo do que é um abscesso no dente, fique atento a qualquer um dos sinais e, sempre que achar necessário, procure um dentista especializado e com experiência nesses procedimentos, como é o caso dos profissionais da Sorridents, que, por estarem há muito tempo no mercado, trabalham de forma impecável com o intuito de gerar qualidade de vida aos seus clientes.

Gostou do conteúdo apresentado? Então, aproveite para entrar em contato conosco e saber mais sobre os diferenciais de nossos profissionais!

Postado em 12/06/2017.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter