Blog Saúde Bucal

O que fazer quando os dentes estão moles?

Somente na infância é normal que os dentes amoleçam e caiam (para que os permanentes nasçam). Trata-se da famosa fase da troca de dentição. Nos adultos, entretanto, ficar com os dentes moles é um verdadeiro problema: afeta a saúde e a estética bucal, podendo trazer consequências para a saúde sistêmica.

Uma vez que a pessoa sinta dores, tenha sangramento na gengiva e perceba que o processo está piorando poderá acometer o medo e o receio de perder seus dentes. Afinal, a saúde bucal impacta diretamente na saúde geral. Se você está com algum ou vários dentes moles, não se desespere! Continue a leitura e esclareça suas dúvidas sobre o problema.

O que causa dentes moles em adultos?

Não existe apenas uma resposta para essa pergunta. Abaixo, listamos algumas doenças que podem amolecer os dentes, como a periodontal (periodontite), o traumatismo dentário e o bruxismo. Logo em seguida, vamos abordar também os possíveis tratamentos e responder se o dente pode ou não voltar a endurecer.

Doença periodontal

Existem diversos fatores que podem deixar os dentes moles. No entanto, o mais comum nos consultórios odontológicos é a doença periodontal, que afeta a estrutura de suporte dos dentes (osso, cemento e ligamento periodontal) e na maioria das vezes é causada pela má higiene bucal.

No início, devido à falta de cuidados adequados, surge o cálculo dental conhecido popularmente pelo nome de tártaro, que é o acúmulo de placa bacteriana, que é uma sujeira embranquecida que com o tempo fica endurecida ficando aderida ao dente e entre a gengiva e os dentes. Com o passar do tempo, ocorre a inflamação da gengiva (gengivite).

A gengivite se caracteriza pelo sangramento dos dentes ao escovar e passar o fio dental. Quando não é tratada corretamente, a gengivite evolui para a periodontite. Trata-se de uma forma mais avançada da doença, que gera perda óssea.

O tecido ósseo, juntamente ao ligamento periodontal e ao cemento, é a estrutura responsável por manter o dente no lugar. Ao perder essas estruturas, é normal que os dentes amoleçam, pois ele não tem mais onde se fixar.

Como tratar?

A periodontite pode ocorrer de duas formas diferentes. A primeira sendo chamada de crônica, apresenta progressão lenta, então a quantidade de osso perdida será mais baixa. A segunda apresenta uma periodontite agressiva com uma taxa de progressão rápida, ou seja, em questão de poucos meses todo o osso alveolar (que fica ao redor dos dentes) pode se comprometer.

Geralmente, o tratamento para a doença periodontal consiste na raspagem e no alisamento radicular, que envolve a remoção de toda a placa bacteriana e do cálculo acumulado na coroa (parte que enxergamos) e na raiz dos dentes. Em casos mais graves, são utilizados antibióticos locais ou sistêmicos para minimizar a quantidade de bactérias e reduzir as inflamações ou infecções.

Mas, antes de qualquer coisa, é fundamental buscar pela ajuda de um profissional cirurgião-dentista, para que ele possa fazer uma avaliação completa, diagnosticar e classificar a doença. Dessa forma, ele terá condições de prescrever o melhor tratamento para o seu caso.

O dente pode voltar a endurecer?

Se estiverem em um estágio muito avançado de doença periodontal, os dentes amolecidos devem ser extraídos, não existe um processo para reparação. Antes, porém, toda a placa bacteriana e o cálculo dental precisam ser removidos para que não haja a progressão da infecção. Em caso de extração dentária, posteriormente (ou logo após a remoção) podem ser colocados implantes para substituir os dentes perdidos.

Entretanto, quando a doença ainda está no estágio inicial, é possível reverter o quadro e fazer com que os dentes voltem a endurecer. É claro que o osso perdido não nasce novamente! Mas o dente pode ser mantido na boca por mais longos períodos.

Se a doença periodontal for estabilizada e houver uma pequena perda óssea ou de gengiva (retração gengival), tratamentos regenerativos como enxertos de tecido mole ou enxerto ósseo podem ser realizados. Apenas o profissional poderá diagnosticar o seu caso para dizer se é necessária a extração ou há a possibilidade de salvar o dente.

Traumatismo dentário

Essa é uma situação à qual todos nós estamos sujeitos. Quando sofremos algum tipo de acidente ou queda e batemos a boca, é possível que haja a ocorrência de um forte trauma nos ligamentos periodontais — responsáveis por manter as raízes dos dentes no lugar.

Na prática, esses ligamentos ficam ao redor da raiz de cada dente, como se fossem molas em torno de um trampolim. Basta que elas se estiquem para que a pessoa comece a sentir o dente amolecer.

Como tratar?

Dependendo do tipo de traumatismo e do tempo passado após o trauma, o cirurgião-dentista pode tentar reverter o problema e estabilizar os dentes por meio do uso de contenções. Para tanto, ele coloca uma pequena tala flexível ou imóvel em cada lado do dente, que fica na boca por cerca de duas semanas para que os ligamentos periodontais voltem ao normal.

Há diversos tipos de traumatismo dentário, a exemplo de:

  • concussão;
  • subluxação;
  • luxação extrusiva;
  • luxação lateral;
  • luxação intrusiva;
  • avulsão.

O caso mais grave é a avulsão, que ocorre quando o dente sai completamente do alvéolo e “vai para fora da boca”. Neste último caso, o profissional pode recolocá-lo na posição correta e prescrever medicações para que fique no lugar por mais tempo.

O dente pode voltar a endurecer?

Se o diagnóstico do quadro for avulsão, é comum que o dente amoleça com o passar do tempo e seja necessária sua substituição por implantes. Mas em casos mais simples, as chances de o dente ser mantido por longos períodos ou até mesmo para o resto da vida são grandes. Por isso, quanto antes o problema for diagnosticado e tratado, maior será a chance de sobrevivência do seu dente.

Bruxismo

Também conhecido como ranger ou apertar os dentes, o bruxismo é outra patologia que pode deixá-los moles devido a grande carga de força exercida nos dentes. Quem tem essa disfunção dorme com os dentes cerrados, movimentando-os para frente e para trás, o que provoca gradualmente um desgaste em suas estruturas ósseas.

O apertamento dos dentes afeta o osso, o ligamento periodontal e o esmalte dentário. Esses movimentos involuntários podem chegar a afetar as raízes dos dentes. Se, ao acordar, você sentir que seu dente está mole, essa pode ser a causa.

Caso não haja mobilidade, mas você deduz que seja portador de bruxismo, confira outros sinais ou sintomas da doença:

  • dores de cabeça;
  • dores musculares na região da cabeça e do pescoço;
  • aumento da sensibilidade dentária;
  • disfunção temporomandibular (DTM);
  • trincas ou pequenas fraturas que aparecem nos dentes sem nenhuma causa aparente.

Como tratar?

Nesse caso, o cirurgião-dentista pode recomendar o uso de uma placa miorrelaxante ou um protetor bucal durante a noite, a fim de evitar o atrito entre os dentes. Isso impedirá que os ligamentos periodontais, o tecido ósseo e o esmalte dentário sejam prejudicados.

O dente pode voltar a endurecer?

Quando o motivo do amolecimento envolve o bruxismo,  há grandes chances perfeitamente normal que os dentes voltem a endurecer com o uso da placa miorrelaxante ou do protetor bucal.

Como evitar o dente mole?

A doença periodontal costuma ser o principal motivo do amolecimento dos dentes, devido ao acúmulo de placa e à inflamação que se estende progressivamente da gengiva até o osso. Para prevenir essa e outras doenças bucais, como a cárie e os problemas endodônticos, o ideal a se fazer é evitar que a placa se acumule nos dentes.

Se você quiser impedir que esse acúmulo ocorra, basta seguir nossas recomendações. Trata-se de cuidados muito simples e extremamente fáceis de serem aplicados no seu dia a dia:

  • escove os dentes pelo menos três vezes ao dia, principalmente ao acordar, após as refeições e antes de dormir;
  • utilize uma escova com cerdas macias ou ultramacias, para não “machucar” a gengiva ou causar a abrasão (desgaste) dos dentes;
  • use um creme dental que contenha flúor, para evitar o desenvolvimento de cárie;
  • não deixe de usar o fio dental diariamente, pois somente assim é possível remover os resíduos alimentares que se acumulam entre os dentes (as cerdas da escova não alcançam esses locais);
  • não escove os dentes com força excessiva — faça apenas movimentos vibratórios, de preferência começando na gengiva e indo em direção ao dente;
  • tenha uma alimentação balanceada;
  • faça uma profilaxia (limpeza) profissional ao menos a cada seis meses.

O traumatismo dentário é difícil de ser evitado porque acontece quando menos se espera. Em alguns casos, como durante a prática de esportes radicais, o uso do protetor bucal reduz bastante as chances de trauma. Quanto ao bruxismo, o melhor tratamento para evitar o amolecimento dos dentes é a utilização da placa miorrelaxante.

Dentes moles afetam a saúde em geral?

Sim! Quando há doença periodontal principalmente, existem bactérias que estão causando a infecção e a inflamação nos tecidos bucais. Elas podem se espalhar para outros órgãos por meio dos vasos sanguíneos, pois sua boca está intimamente ligada às demais partes do corpo.

Atualmente, existem muitas evidências de que a periodontite influencia em quadros de diabetes, pressão alta, parto prematuro, doença cardiovascular e doenças metabólicas, entre outros. Negligenciar o problema ou prorrogar a consulta com o cirurgião-dentista apenas agravará o problema, portanto, busque a ajuda de um profissional o quanto antes!

Independentemente do motivo que deixou seus dentes moles, a primeira coisa a se fazer é procurar um cirurgião-dentista para avaliar o caso, determinar o grau do problema e indicar o tratamento ideal. Jamais deixe de buscar auxílio profissional!

Se você tem ou conhece alguém que tenha dentes moles e quer aprender mais sobre o assunto, não deixe indicar uma de nossas unidades para que a pessoa possa se consultar com um dentista especializado, Acesse: www.sorridents.com.br/consultas

Pesquisar

Categorias

E-Books

Redes sociais

Publicações Relacionadas

Dicas

Conheça 8 causas do ressecamento labial

O ressecamento labial, comum em diversas pessoas, é uma sensação incômoda. Ele pode aparecer por diferentes motivos – devido a mudanças climáticas, por exemplo –

Encontre a Sorridents mais perto de você!

Finalize seu Agendamento

Pesquise a unidade desejada abaixo. Depois, selecione a clínica escolhida para conferir as datas disponíveis para agendamento.

Carregando Unidades...
Nenhum horário disponível para a data selecionada