Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Qual a diferença entre periodontite e gengivite? Entenda aqui!



Você sabia que existe diferença entre periodontite e gengivite? Embora sejam problemas bastante similares que atingem a região bucal, as doenças se diferenciam pela gravidade entre elas. Enquanto uma é considerada a fase inicial de infecções gengivais, a outra ataca regiões maiores e pode comprometer, de uma forma irreversível, a saúde da boca.

Por esse motivo, resolvemos desenvolver um pouco mais sobre o assunto no artigo de hoje. Vamos apresentar quais são as principais diferenças entre as doenças, quais são as suas características, causas e, ainda, como ocorre o tratamento em cada uma das situações. Se você ficou curioso, continue com a leitura do artigo e saiba mais!

Afinal, qual é a diferença entre periodontite e gengivite?

Tanto a gengivite quanto a periodontite são doenças que atacam, inicialmente, a gengiva da região bucal, entretanto, existem diferenças entre elas.

A gengivite é a fase inicial do problema, que consiste na inflamação da margem da gengiva, que pode comprometer um ou mais dentes. Aqui, o dano causado pode ser revertido, uma vez que o osso e o tecido conjuntivo, que asseguram a estrutura dos dentes, não são afetados.

Já a periodontite é caracterizada por ser a fase avançada da gengivite. Neste estágio, a inflamação ataca o periodonto, ou seja, os tecidos, as fibras e os ossos que sustentam os dentes, provocando reabsorção óssea, retração da gengiva, mobilidade dentária e, em casos mais graves, até mesmo a perda do dente afetado.

Quais são as principais características das doenças?

A gengivite, por ser a fase inicial da doença, caracteriza-se pelo inchaço e vermelhidão das gengivas, além dos sangramentos ao passar o fio dental ou escovar os dentes, causados pela inflamação da região.

Na periodontite, a inflamação progride e cria condições favoráveis para o aparecimento de uma bolsa periodontal. Esta bolsa, que se forma ao redor da gengiva, armazena bactérias e demais detritos, favorece a contaminação, afasta a própria gengiva dos dentes e promove o acúmulo gengival (desenvolvimento de tártaro).

Neste estágio, os pacientes também apresentam sangramentos, persistência de mau hálito, mobilidade dentária e dentes alongados, causados pela retração da gengiva.

Quais são as causas do problema?


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Inicialmente, a gengivite se desenvolve por meio do biofilme dental, ou seja, pela presença de placas bacterianas que formam uma película ao redor dos dentes, pegajosa e incolor. Se ela não for removida por meio da utilização diária do fio dental, escovação oral adequada e limpezas regulares realizadas por um dentista, as bactérias encontradas na região podem infeccionar e afetar a gengiva.

Além disso, as causas também podem ser associadas ao uso de cigarros, baixa produção de saliva, presença de cáries, má oclusão e até mesmo alterações hormonais.

Quando o problema não é tratado, ele passa a afetar todo o suporte dentário e provoca as bolsas periodontais, causando a periodontite. Isso significa que as causas desta doença também estão relacionadas com as da gengivite, especialmente higienização oral inadequada e ida, sem regularidade, a consultórios odontológicos.

Como ocorre o tratamento?

Nos estágios iniciais da doença, a evolução do problema pode ser evitada por meio da escovação dentária correta e utilização do fio dental. Entretanto, a limpeza realizada por um dentista é a maneira utilizada para remover o acúmulo de placas bacterianas e tártaro.

Dependendo da gravidade, o especialista vai decidir qual é o procedimento mais adequado, como raspagem e processo de aplainar as raízes. Vale mencionar que, nos casos mais graves, são necessários procedimentos específicos.

Pronto! Agora que você já sabe qual é a diferença entre periodontite e gengivite, quais são as características e as causas dos problemas e como ocorre o tratamento, fique atento às informações e assegure a saúde e a beleza do seu sorriso. Por isso, não se esqueça de que a ida frequente a um dentista é de extrema importância para garantir a sua qualidade de vida!

Se você gostou do artigo de hoje, entre em contato com a gente e conheça os produtos que oferecemos para você. Até mais!

Postado em 20/06/2019.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter