z
Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Quais os principais sintomas do bruxismo? Descubra aqui!



O bruxismo é uma condição bucal com caráter de desordem funcional, caracterizada pelo hábito de ranger e travar os dentes. Ela ocorre predominantemente durante o sono e pode gerar dores musculares e articulares, além de acarretar outras consequências negativas para a saúde bucal e o bem-estar do indivíduo afetado.

O quadro de bruxismo pode ocorrer em todas as faixas etárias e está diretamente relacionado aos níveis de estresse do paciente. Entre as consequências mais evidentes, podemos destacar as dores musculares e articulares da região da boca, dores de cabeça, e o desgaste nos dentes.

Frequentemente o portador de bruxismo não percebe que está sofrendo com o quadro, o que justifica que a maioria dos diagnósticos seja feita quando já há um agravamento das consequências causadas pela desordem.

Pensando nisso, separamos a seguir as principais informações sobre essa condição: os sintomas do bruxismo, suas causas e os tratamentos possíveis. Confira!

Quais são as causas do bruxismo?

Embora ainda não sejam totalmente conhecidas, existem algumas hipóteses sobre as causas do bruxismo. Uma dessas hipóteses diz respeito à condição emocional do paciente, o que inclui os níveis de ansiedade, estresse, tensão, raiva e até mesmo frustrações.

Podemos citar também o alinhamento anormal dos dentes como provável causa do bruxismo. Além disso, algumas desordens relacionadas ao sono provavelmente também interferem no início de um quadro de bruxismo, como a apneia.

Outras causas também são levadas em consideração, tais como a presença de refluxo gastroesofágico, dores de ouvido ou de dente, efeito colateral de determinadas medicações e até mesmo complicações de outras doenças como o mal de Parkinson.

Quais são os principais sintomas do bruxismo?

O bruxismo pode ter sintomas bastante desagradáveis para o indivíduo portador da condição. No que diz respeito aos sintomas de ordem muscular, é possível citar aqueles que acometem diretamente o aparelho auditivo, como a ocorrência de zumbidos, sensação de ouvidos tampados, diminuição ou aumento da sensibilidade auditiva ou tontura e vertigem.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Ainda nas consequências de origem muscular, é possível citar a presença de dores de cabeça, pressão na região da nuca e da testa, dores na região dos braços e peito, sensação de adormecimento da ponta dos dedos, limitação para a abertura da boca e dores na musculatura da face.

No que se refere aos sintomas de ordem muscular, podemos citar a ocorrência de estalos e dores na região da mandíbula. Esse desconforto mandibular pode evoluir para um quadro de luxação ou subluxação da articulação ou ainda causar a limitação da abertura da boca e mastigação, juntamente a desordens musculares. É possível também que a pressão e o desgaste oferecidos pelo hábito possam causar dor de dente.

Há ainda algumas desordens emocionais relacionadas à ocorrência do bruxismo, como a sensação de distância da realidade, sensação de peso na cabeça e dificuldade de concentração. Além disso, é possível que ocorram desordens posturais, como alterações na coluna cervical.

Quais são os tratamentos indicados para o bruxismo?

Embora a recuperação completa do bruxismo seja desconhecida, existem alguns tratamentos que podem auxiliar muito na diminuição dos sintomas e das consequências da condição.

Após a identificação da desordem, é fundamental tentar descobrir as possíveis causas que estejam associadas ao desenvolvimento do bruxismo. Além disso, uma das principais recomendações dos dentistas é a utilização de placas interoclusais.

As placas interoclusais são produzidas sob medida, com o intuito de reduzir o impacto dos dentes, dos músculos e das articulações durante a noite. Esse acessório oferece grande eficácia na redução do desgaste provocado pelo bruxismo.

Além do tratamento com o dentista, é recomendável que o paciente tenha um acompanhamento psicológico com psiquiatra e/ou psicólogo, a fim de amenizar as tensões emocionais que possam interferir na progressão do quadro de bruxismo.

Gostou de saber mais sobre os sintomas do bruxismo? Confira também as 5 perguntas mais frequentes sobre tratamentos odontológicos!

Postado em 19/04/2018.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter