Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Entenda como funciona a contenção ortodôntica



Depois de tirar o aparelho fixo, nada como ver o sorriso harmônico no espelho, não é? Mas o tratamento pode não acabar aí para a maioria dos pacientes. Quase sempre é necessário um novo dispositivo. Pensando nisso, resolvemos explicar o que é contenção, que serve para preservar os dentes na posição adequada, ajudando a conservar o equilíbrio oral.

E não há dúvidas entre os especialistas: por mais que pareça ruim em um primeiro momento, o uso da contenção é fundamental para a eficácia do tratamento ortodôntico, especialmente para manter a estética bucal e evitar que ocorra a regressão do problema, com apinhamento, encavalamento e outras anomalias ortofaciais.

Mas calma. Se você tem dúvidas sobre o assunto, saiba que veio ao lugar certo! Preparamos este artigo com as principais informações a respeito da contenção ortodôntica, resumindo as vantagens, os tipos de aparelho e por que esse método é importante para o sucesso do seu tratamento odontológico. Confira!

O que é contenção ortodôntica?

Antes de entender detalhes sobre a contenção, saiba o que é, exatamente, esse método. Pode-se afirmar que tal dispositivo é usado após o tratamento com o aparelho fixo (aquele que tem peças metálicas, como o bráquete, o fio e os anéis). A contenção evita a movimentação dos dentes, ajudando a manter o resultado do tratamento anterior.

Essa ação é necessária porque, após a retirada do aparelho, há uma tendência natural de que os dentes retornem à posição anterior, disfuncional. Nesse caso, o dentista indica a contenção para que o organismo se adapte e a dentição fique definitivamente ajustada à arcada, mantendo o sorriso alinhado e harmônico.

Quando é necessário o uso de aparelho de contenção?

Muita gente se pergunta sobre a necessidade de usar a contenção. Na verdade, a técnica é necessária sempre no pós-tratamento. Nesse período, os pacientes podem ter indicação para uso de contenção fixa ou móvel, que ajuda a conter o processo natural da movimentação dentária.

O que acontece se o paciente não fizer uso de aparelho de contenção?

Caso a contenção ortodôntica não seja aplicada ou usada corretamente pelo paciente (conforme indicado pelo dentista), os dentes podem sair do lugar progressivamente, fazendo com que se percam os bons resultados do tratamento anterior — e até seja preciso colocar de novo o aparelho ortodôntico fixo para corrigir o problema.

Justamente por isso os profissionais costumam indicar o uso da contenção para todos aqueles que já se submeteram a tratamentos desse tipo.

Dependendo do caso, seu uso pode ser permanente (quando as contenções ficam fixas em alguma parte da boca), enquanto em outros a contenção ortodôntica é necessária apenas durante um determinado período.

Em geral, o protocolo de uso desse dispositivo varia de acordo com a complexidade clínica, mas pode ser necessário de 1 a 5 anos após tratamentos ortodônticos. Quem define, de fato, o tempo e o modelo a ser utilizado é o dentista responsável pelo tratamento.

Quais são as vantagens da contenção ortodôntica?

Quais são, portanto, as vantagens de usar a contenção ortodôntica? Na verdade, esse tipo de aparelho é bastante útil para manter a estabilidade e o resultado obtido no tratamento ortodôntico. Dessa forma, o paciente tem muito mais segurança no tratamento, consolidando seus resultados e mantendo o alinhamento dos dentes.

Se o dentista indicar a contenção móvel, isso trará mais conforto, pois é possível retirar sempre que houver necessidade, mas é preciso usar durante o tempo estipulado pelo profissional. Tenha em mente que, se a quantidade de horas diárias não for respeitada, você pode colocar seu tratamento em risco. Por isso, siga à risca as orientações!

Quais são os tipos de aparelhos de contenção?


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Até o momento, você descobriu o que é contenção e por que ela é necessária para ajudar a conter a movimentação dos dentes no pós-tratamento ortodôntico. Porém, ainda resta a dúvida sobre os tipos desse dispositivo. Respondendo à questão, saiba que existem duas modalidades de aparelho de contenção: o fixo e o removível (móvel).

Confeccionada em fios de aço, a contenção fixa, de forma geral, é indicada para a arcada inferior dos pacientes, sendo fixada na parte interna dos dentes anteriores. Com alto nível de estabilização, o método tem bom resultado estético, uma vez que não é facilmente percebido pelas outras pessoas.

Já a contenção móvel é colocada em dentes superiores ou inferiores, sendo apoiada, às vezes, na mucosa. A técnica, apesar de ser mais higiênica, requer mais comprometimento do paciente em relação ao tempo adequado de uso do dispositivo na boca.

Quais são os cuidados higiênicos quando se usa contenção?

O aparelho de contenção merece alguns cuidados para evitar acúmulo de bactérias e surgimento de tártaro na dentição. Para quem faz uso do dispositivo móvel, é indicado limpar a peça com solução antisséptica por, pelo menos, 30 minutos uma vez por semana.

Por outro lado, caso você use a contenção fixa, fique de olho na composição da pasta dental, porque pode conter componentes químicos ou abrasivos que removem o brilho do material. Você também deve higienizar a boca com enxaguante antisséptico, mas é preciso ter cautela, já que o corante do produto pode impactar a coloração da peça metálica.

Por que contar com acompanhamento profissional?

Até aqui, você descobriu detalhes sobre a contenção ortodôntica, mas resta uma dúvida quanto ao acompanhamento profissional. Nesse sentido, é importante ressaltar que é fundamental procurar a ajuda do especialista para que a técnica evite a movimentação dentária e tenha os efeitos desejados.

Em caso de mal-estar e problemas no crescimento e desenvolvimento da dentição, não hesite em procurar uma avaliação com um dentista capacitado e de confiança. Além disso, tendo a prescrição para uso de aparelho de contenção, é preciso usar o dispositivo corretamente, cuidando bem da higiene bucal.

Neste post, você compreendeu o que é contenção ortodôntica, um tratamento sugerido, em geral, para quem já utilizou aparelho fixo. A técnica evita que a movimentação dos dentes cause novos problemas ao sorriso do paciente, interferindo no resultado estético e funcional das intervenções odontológicas.

Gostou do artigo de hoje, não é? Quer ter acesso a novos posts sobre odontologia e saúde bucal? Então, assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades do nosso blog em primeira mão!

Postado em 29/04/2019.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter