Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia.

Como escolher uma franquia ideal para seu perfil?



De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o segmento cresceu 7,1% no ano de 2018 em comparação com 2017, atingindo R$ 174,843 bilhões de faturamento. Embora esse mercado tenha ótimas expectativas de sucesso, quem deseja investir precisa saber como escolher franquia para optar pelo melhor setor.

Isso pode ser um desafio, portanto ter dúvidas na hora de decidir é comum. O mais importante é que o negócio seja compatível com o perfil do empreendedor. Nesse sentido, iniciá-lo dispondo de um nome ou uma marca com credibilidade no mercado é uma vantagem de sucesso — se compararmos a uma pessoa que opta pelo empreendimento independente.

Contar com o apoio do franqueador, um plano de negócio, uma maior garantia de mercado, economia de escala e independência jurídica ou financeira é, sem dúvidas, a oportunidade de atuar com potencial de desenvolvimento. Gostou da ideia? Então, descubra como escolher a franquia ideal e veja as vantagens de optar pela odontologia!

Avalie seu perfil empreendedor

O processo de investimento em franquias deve começar pela autoanálise antes de adentrar no setor pretendido. Desse modo, a identificação com o investimento e as práticas administrativas do franqueador é um fator primordial para ter sucesso, afinal deve haver disposição para se dedicar à operação diariamente.

Além disso, é essencial ter competência para o entendimento e o gerenciamento do negócio, bem como considerar as melhores oportunidades do mercado. Portanto, é preciso buscar por áreas que se encaixem nas experiências, habilidades e características do empreendedor.

No mundo dos negócios, o sucesso não se relaciona apenas a questões técnicas e científicas. Muitas vezes, está intimamente ligado ao fator humano, ao afinco, à disposição e à paixão que o empreendedor tem com o negócio que pretende iniciar ou já começou. Ou seja: é preciso que haja essa identificação entre ele e a empresa.

Calcule o orçamento disponível

Como foi possível perceber a partir dos dados, o mercado de franchising está em plena expansão, por isso as opções de investimento no setor são diversas atualmente. Então, na hora de escolher a franquia ideal, o empreendedor precisa limitar seus horizontes, definindo o orçamento disponível para iniciar, por exemplo.

Existem franquias de diferentes segmentos, as quais requerem investimentos iniciais que vão desde pequenas cifras até valores significativos. Desse modo, o primeiro passo para se embrenhar por esse mercado é avaliar o capital disponível, compatibilizando-o com as melhores opções na faixa de valor que você tem à disposição para o aporte inicial.

Considere a área de interesse de atuação

Outro passo importante para saber como escolher uma franquia é definir sua área de atuação. Mais uma vez, destacamos a importância da compatibilização do negócio com o perfil do empreendedor. Conforme explicamos, é preciso que o novo empresário tenha algum tipo de sinergia com a marca e sua área de atuação.

O segmento escolhido impacta de forma direta na prática do trabalho. Como as oportunidades de negócio são inúmeras, deve-se buscar aquele que mais se aproxima de suas habilidades, seus conhecimentos, suas facilidades e demais fatores que contribuam para o reforço das atividades da empresa.

Verifique a reputação da marca no mercado

Quando se trata de uma franquia, a relação entre franqueador e franqueado é fundamental para o crescimento do negócio. O empreendedor precisa do suporte da marca para desenvolver as atividades, sobretudo na fase inicial.

Ações relacionadas a produtos, marketing, vendas e presença online são indispensáveis no cenário atual, em que a competitividade é acirrada. Todos esses pontos podem ser fortalecidos caso o franqueador já tenha know-how e estrutura, colocando-os à disposição do novo investidor.

Logo, quem pretende iniciar no mercado de franquias precisa buscar uma empresa com reputação no mercado. Ela deve estar consolidada e ser capaz de oferecer um suporte eficiente tanto em termos operacionais quanto intelectuais — ou seja: de orientação, treinamento e outras questões.

Além disso, a escolha da marca está vinculada ao contexto da alocação do negócio e aos detalhes do produto, bem como ao poder aquisitivo dos clientes. Por tal razão, o produto deve ter boa aceitação (principalmente por parte do público que se pretende atingir).

Estude a viabilidade na região

Entre os pontos importantes sobre como escolher uma franquia, está a avaliação do potencial do mercado na região, indispensável para descobrir se o ramo pretendido tem lugar naquela cidade. As capitais já contam com diversas unidades de franquias, por isso é imprescindível observar se o segmento está saturado ou não é importante.

Já nas cidades de pequeno porte, o entrave diz respeito ao baixo potencial para absorver determinados negócios. O empreendedor pode se deparar com a falta de clientes ou insuficiência habitacional para garantir a sobrevivência da unidade.

Por esse motivo, deve-se verificar as oportunidades e os riscos que o mercado local pode oferecer, além de quem são os concorrentes ou os pontos fortes e fracos de cada um. Assim, haverá grandes chances de alavancar seu negócio, escolhendo a franquia ideal ou optando pela melhor localidade para empreender.

Trace um plano alternativo

O mercado brasileiro de franquias é muito vasto e oferece várias alternativas na área. Por isso, se você não se adaptar a determinada marca, busque outra que se enquadre melhor ao seu perfil de investidor e ao capital disponível.


Quero ser franqueado


Atualmente, não existe franquia única, por mais que o franqueador diga que sua empresa é singular no mercado. A verdade é que existem aquelas mais consolidadas e outras ainda em ascensão. Mantendo um plano B, você não precisa desistir de empreender, apenas adequar sua estratégia caso não dê certo logo de primeira.

De toda forma, embora seja mais seguro investir em uma franquia do que criar um negócio, a franchise e seu adquirente precisam observar algumas exigências mínimas para ter certeza da viabilidade do empreendimento.

Essas questões estão relacionadas às normas, às políticas e aos padrões ditados pela empresa franqueadora. Trata-se do caso da implantação, operação e gestão do negócio, incluindo localização, equipamentos e instalações.

Saiba as vantagens de investir em uma rede de clínicas odontológicas

Com essas dicas sobre como escolher franquia, ficará muito mais fácil para você definir o melhor investimento no seu caso. Mas gostaríamos de deixar mais uma sugestão: já pensou em apostar em uma rede de clínicas odontológicas?

O segmento está em alta, pois cada vez mais as pessoas vêm compreendendo a importância de cuidar da saúde bucal. Além disso, os tratamentos odontológicos são procurados com o intuito de melhorar a estética do sorriso e considerados uma forte tendência.

Ainda não tem certeza se é uma boa ideia? Então, confira a seguir as vantagens de optar por uma franquia odontológica e veja se não é uma excelente oportunidade de negócio para você!

O mercado está aquecido

Conforme vimos, a procura por tratamentos odontológicos vem aumentando cada vez mais. O mercado tem faturado cerca de R$ 38 bilhões por ano, sendo que a tendência é continuar crescendo em função da popularização dos procedimentos.

Além do surgimento de franquias, atualmente existem diversas opções de fornecedores de materiais odontológicos, sem falar nos estudos e nas pesquisas da área para o desenvolvimento de produtos cada vez mais eficazes. Tudo isso faz o mercado continuar em expansão.

Há uma tendência de valorização da estética e saúde bucal

Antigamente, o dentista era procurado principalmente quando havia alguma doença bucal em curso. Isso ainda acontece, mas a divulgação da importância de fazer a prevenção tem feito o público buscar pelo profissional com mais frequência — sem contar que existe uma preocupação maior com a aparência e o modo como o sorriso a impacta.

Técnicas de estética e harmonização orofacial agora podem ser aplicadas por dentistas, o que tem contribuído significativamente com o crescimento do setor. As pessoas já não procuram o profissional somente para tratar problemas, mas também com o intuito de alcançar uma aparência mais agradável.

É uma opção mais viável do que a clínica particular

Abrir uma clínica particular é um procedimento mais complexo e arriscado do que optar por uma franquia odontológica. Afinal, no primeiro caso é preciso começar o negócio do zero, fazer todo o seu planejamento, pensar em cada detalhe e dispor de um capital inicial alto.

No entanto, a franquia é um negócio pronto. Uma marca consolidada no mercado oferece todo o suporte para o empreendedor, por isso o risco de insucesso é muito menor. O investimento inicial também é mais baixo, o que a torna uma opção viável para quem deseja começar a trabalhar faturando, sem precisar construir seu nome.

Você encontra maior potencial para a captação de pacientes

Ao optar por uma franquia odontológica que tenha grande reconhecimento no mercado, além de todas as facilidades que citamos, você encontra um maior potencial para a captação de pacientes. Isso porque as pessoas já confiam naquela marca e sabem que o atendimento é de boa qualidade.

Mas não é isso que ocorre quando se opta por uma clínica particular. O profissional ainda não tem seu nome fortalecido no mercado, precisa desenvolver um diferencial para cativar a confiança do público e deve dar um passo de cada vez. A franquia odontológica elimina essas etapas iniciais, uma vez que o nome já atrai as pessoas.

Existe um público amplo

Todas as pessoas precisam de um dentista: isso é fato. O recomendado é que o acompanhamento odontológico se inicie ainda durante a gestação (tanto para a mãe quanto para o bebê) e se prolongue durante toda a vida. Por isso, optando por uma franquia odontológica, você encontra um público muito amplo.

Essas informações sobre como escolher franquia mostram que é preciso apenas planejamento para fazer o investimento dar certo. Trata-se de uma ótima alternativa, pois o franqueado tem autonomia para conduzir seu negócio e conta com o suporte da franqueadora. Optando por um segmento promissor como a odontologia, as chances de sucesso são altas mesmo com os desafios do dia a dia!

Que tal continuar navegando por nosso blog para descobrir se abrir uma franquia odontológica realmente vale a pena? Boa leitura!

Postado em 21/02/2019.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin