Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Quais os 5 principais tipos de dentadura



Você sabia que existem diferentes tipos de dentadura? Normalmente utilizadas por um público de mais idade ou por pessoas que, por algum motivo, perderam parcial ou totalmente os dentes, elas são usadas para levar de volta o sorriso de uma pessoa, junto com a autoestima, o bem-estar, a funcionalidade dos dentes e a saúde bucal.

Pensando nisso, vamos desenvolver mais sobre o assunto e apresentar quais são os principais tipos de dentadura, incluindo quais são as suas características, as suas vantagens e em quais situações elas são indicadas.

Leia esta publicação até o fim, entenda mais sobre esse tipo de tratamento e assegure mais qualidade de vida e comodidade para você e para toda a sua família. Confira!

1. Prótese total

Considerada uma das opções mais conhecidas entre o público em geral, a prótese total é a opção popularmente conhecida como dentadura. Normalmente, ela é indicada para pacientes que perderam todos os seus dentes ou grande parte deles, já que consiste em uma estrutura móvel com gengivas e dentes.

Esse tipo de prótese é desenvolvida com base na anatomia do maxilar e da boca do paciente, sempre sob medida. O material utilizado é a resina, que posteriormente passa por um processo de pintura até ficar semelhante ao que seria os dentes e a gengiva originais.

Uma vantagem é que a prótese total fica apoiada na mucosa e pode ser removida e recolocada a qualquer momento. Em contrapartida, existe a possibilidade de ocorrer a perda óssea gradual. Por isso, é sempre importante frequentar periodicamente clínicas odontológicas.

2. Prótese parcial removível

Também conhecida como ponte móvel, a prótese parcial removível pode ser usada em diversas situações: quando houve a perda de um ou mais dentes, quando há espaços grandes e vazios na arcada dentária e quando dentes naturais da outra arcada acabam intercalando com os espaços vazios.

Em geral, esse tipo de prótese conta com a ajuda de outros dentes, uma vez que ela é colocada junto a eles com grampos metálicos para ficar firme. É uma opção que preserva a integridade dentária remanescente, mas, ao mesmo tempo, precisa ser retirada e higienizada após todas as refeições.

3. Prótese parcial fixa


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Também indicada para pacientes que perderam um ou mais dentes, mas que não tenham um espaço vazio muito grande, a prótese parcial fixa é colocada com a ajuda de um dente anterior e outro posterior ao espaço.

Feitas de metal com porcelana, esse tipo exige uma preparação que pode comprometer a estrutura dos dentes de apoio, já que é necessário realizar um desgaste. É válido falar ainda que a colocação da prótese depende de uma série de fatores, incluindo o posicionamento dos dentes, a quantidade e o espaço disponível.

4. Prótese semiflexível

Constituídas de polipropileno e poliamida, as próteses flexíveis normalmente têm função provisória e são indicadas para pacientes que possuem o risco de perder os dentes.

Confortável e leve, ela pode substituir parte da arcada dentária e é considerada estética porque não utiliza grampos metálicos aparentes. Essa parte é feita com resina flexível, enquanto a parte interna é feita com metal para garantir estabilidade.

5. Implante osseointegrado

Popularmente chamado de implante dentário, o implante osseointegrado não é de fato uma dentadura, embora seja utilizado com a mesma função. Ele pode ser feito em pessoas que perderam de um até todos os dentes, pois funciona como uma raiz que logo depois recebe uma coroa protética.

Supernatural, o implante assegura novamente a funcionalidade dos dentes e a estética do sorriso, mas não é indicado para pessoas com doenças sistêmicas, como diabetes e osteoporose. Sua base é feita com parafusos de titânio. Sobre eles ficam as próteses feitas com resina acrílica.

Viu quais são os principais tipos de dentadura? Então não perca tempo e tenha seu sorriso de volta. Não se esqueça de que tudo isso vai muito além da estética. É questão também de saúde bucal, conforto e autoestima.

Você conhece algum outro tipo de dentadura ou tem alguma dúvida sobre o assunto? Então, deixe um comentário e compartilhe com a gente!

Postado em 01/04/2019.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter