Blog Saúde Bucal

Implantodontia: o que saber antes de realizar um procedimento?

A boca é responsável por inúmeras funções do organismo, como a respiração, a mastigação e a fala, mas nem sempre os pacientes mantêm os cuidados com a saúde oral, por isso, começam a apresentar problemas. No intuito de ajudar as pessoas com perda total ou parcial, a implantodontia apresenta tratamentos cada vez mais inovadores.

Este conteúdo mostra o que é e para que serve a implantodontia, uma das principais áreas da ciência odontológica. Aqui, você verá como o implante dentário funciona, por que é fundamental contar com auxílio de um especialista e o que considerar ao escolher o implantodontista ideal. Boa leitura!

O que é a implantodontia?

A implantodontia é uma área da Odontologia que se destina ao estudo e ao tratamento de problemas dentais com reabilitações protéticas, sejam suportadas, sejam retidas por implantes dentários.

A especialização é responsável por inúmeros procedimentos clínicos, desde reabilitações unitárias (em caso de perda de um elemento dentário) até reabilitações totais (quando não há dentes saudáveis na cavidade bucal).

Para que serve a implantodontia?

A principal função da implantodontia é reconstruir uma parte do dente ou reabilitar um elemento dentário por meio de um implante, fixado no osso do maxilar ou da mandíbula por intervenção cirúrgica.

A área é essencial para renovar as funções e melhorar a aparência do sorriso, sobretudo, quando o paciente apresenta perda dentária total, parcial ou unitária.

Como o implante dentário é realizado?

Muitas pessoas não sabem o que é, exatamente, um implante nos dentes, e essa dúvida é comum devido à complexidade do procedimento.

Explicando de maneira simples, a técnica consiste na implantação de dispositivos metálicos — em geral, produzidos com titânio (material muito resistente e durável) — na estrutura óssea da boca, para substituir a raiz do dente e suportar uma prótese dental.

O implante dentário deve ser realizado por um especialista em implantodontia. O primeiro passo é a remoção do dente comprometido, em pacientes que ainda apresentam uma parte da dentição.

Depois, o cirurgião-dentista instala o implante dental (pino metálico), um procedimento que pode ocorrer logo após a extração ou demorar um tempo, para que a região se regenere. O pino metálico cicatriza em um processo chamado osseointegração — isso acontece em algumas semanas ou meses.

Em seguida, o profissional realiza a cirurgia de reabertura — procedimento para expor o implante dental —, instalando um pilar na arcada dentária. Esse dispositivo serve para encaixar melhor a prótese.

Na sequência, são feitos moldes para que o novo dente tenha um encaixe preciso na arcada dentária. Nessa etapa, a prótese está pronta e deve ser colocada sobre o pino metálico, seja parafusada, seja colada ao implante.

Por fim, o paciente deve voltar ao consultório do dentista a cada seis meses para examinar a região e fazer uma limpeza profissional nos dentes.

Que informações é preciso saber antes de realizar o implante dentário?

Até aqui, você viu o que é e como é realizada a cirurgia de implante dentário, mas existem outras informações importantes a respeito dessa técnica. Confira!

Benefícios para o paciente

São muitos os benefícios associados ao implante dental, desde a melhoria da autoestima até a recuperação da função mastigatória, passando pela estabilidade da arcada dentária e pelos ganhos em qualidade de vida.

Caso você apresente perda total (ausência de dentes) ou parcial da dentição, o ideal é procurar ajuda especializada e iniciar um tratamento adequado para a reabilitação oral.

Duração da cirurgia

O procedimento de implante dentário requer etapas rigorosas para não comprometer a saúde oral. Em relação à colocação do pino metálico na boca, no entanto, o tempo que o dentista leva para concluir essa operação é de 1 hora a 1h30, a depender do quadro clínico do paciente.

Custo

O custo de um implante dentário depende de muitas variáveis, como o nível de complexidade do caso (unitário, parcial ou total) e a condição óssea do paciente (se o osso suporta a colocação do pino ou se é necessário um enxerto).

Para você ter uma ideia sobre o valor do procedimento, a técnica custa a partir de R$ 1.500.

Duração do implante

O implante dentário é realizado com materiais muito resistentes, motivo pelo qual uma prótese unitária ou parcial dos elementos dentais pode durar até 15 anos, em pleno funcionamento.

Quando o paciente precisa de um implante total, a recomendação é trocar o dispositivo a cada 5 anos. Em todo caso, siga as orientações do seu dentista para manter a saúde oral em dia.

Por que é importante contar com a ajuda de um especialista?

O cirurgião-dentista é um profissional capacitado para examinar, diagnosticar e tratar problemas bucais, e não seria diferente com a perda total ou parcial da dentição — que deve ser analisada, inicialmente, por um implantodontista.

Assim, o especialista em implantodontia avalia o quadro de saúde e indica, a partir dos exames clínicos e radiográficos, um tratamento específico de reabilitação oral para a pessoa.

O que considerar ao escolher o implantodontista?

Para escolher um implantodontista ideal, é importante avaliar a formação acadêmica (graduação, pós-graduação e outros cursos formativos) e a trajetória profissional do cirurgião-dentista. 

Ao mesmo tempo, o paciente deve considerar a clínica onde o especialista atua, informando-se sobre a infraestrutura, a qualidade de atendimento e a reputação do consultório.

Maior rede de clínicas odontológicas da América Latina, a Sorridents tem consultórios espalhados por todo Brasil, oferecendo acesso à saúde bucal com atendimento humanizado. A rede conta com equipe multidisciplinar, capacitada para receber os pacientes e tratar os diversos problemas na boca com segurança e um ótimo custo-benefício.

Neste artigo, você entendeu o que é e qual é a função da implantodontia, um ramo da Odontologia que estuda e trata a perda parcial e total da dentição. Para receber um diagnóstico confiável e iniciar um tratamento adequado, o ideal é contar com um implantodontista experiente, em uma rede de clínicas preparada para receber você com conforto e segurança.

Gostou do conteúdo? Informe-se mais sobre os procedimentos da implantodontia! Saiba, agora, qual é a diferença e quando a prótese ou o implante dentário é indicado para os pacientes!

Pesquisar

Categorias

E-Books

Redes sociais

Publicações Relacionadas

Saúde Bucal

6 principais mitos sobre faceta dentária

As facetas de porcelana estão sendo muito utilizadas nas clínicas odontológicas por conta dos excelentes resultados proporcionados nos dentes, da rapidez em que são colocadas

Encontre a Clínica mais perto de você!

Carregando Unidades...

Selecione uma Unidade para carregar as Datas

Nenhum horário disponível para a data selecionada