Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Entenda o que é perda óssea bucal e qual o melhor tratamento



Hoje em dia, sabe-se que a perda óssea bucal é um problema diretamente relacionado aos ossos e aos seus ligamentos. Essa região é de extrema importância para garantir a resistência dos dentes, uma vez que são os ligamentos que fixam a raiz dental ao ossos e, por isso, permitem a estruturação bucal e a mobilidade dos dentes nos tratamentos ortodônticos.

Com base nessas informações, resolvemos mostrar no artigo de hoje o que realmente é a perda óssea bucal, quais as suas causas, consequências e como o tratamento é feito. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que é a perda óssea bucal?

A perda óssea nada mais é do que um problema caracterizado pelo desgaste do osso alveolar. Embora seja mais comum de acontecer em idosos, também existe a possibilidade de ele atingir pacientes mais jovens, principalmente aqueles que não praticam corretamente a higiene oral e, por esse motivo, acabam desenvolvendo a periodontite.

Quais são as principais causas do problema?

O principal fator que causa a perda óssea bucal é a diminuição da densidade do tecido ósseo que promove a sustentação dos dentes. Isso pode ser causado por fatores relacionados à falta de uma alimentação equilibrada e uma higienização inadequada, que geram um enfraquecimento da região óssea do dente.

A situação pode ser agravada ainda pelas doenças periodontais, que provocam infecções próximas à gengiva e causam dor local, sangramento e mau hálito.

Quais são as consequências?

Por se tratar da perda da densidade de toda a região periodontal, a perda óssea pode provocar a mobilidade dos dentes, uma vez que a sustentação do elemento dentário fica mais frágil.

Além disso, também é possível citar como consequências:

  • a deficiência da função mastigatória;

  • a diminuição do osso ao redor dos dentes, que causa a retração da gengiva;

  • a perda da papila dentária;

  • a exposição da raiz dos dentes;

  • a sensibilidade;

  • o mau hálito.

Em casos mais graves, também existe a possibilidade de ocorrer a perda dos dentes.

Quando procurar um dentista?


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Os sinais da perda óssea bucal são bastante visíveis e, ao serem notados, o paciente deve imediatamente procurar um profissional.

Os sinais mais claros são:

  • espaços entre os dentes;

  • movimentação dentária;

  • sangramento da gengiva;

  • alongamento dos dentes;

  • sensibilidade dentária;

  • acúmulo de restos alimentares em locais que antes não havia.

Quanto mais cedo for feita a avaliação do caso, maiores serão as possibilidades de tratamento e de recuperação do problema.

Como é o tratamento para a perda óssea bucal?

Quando o dentista diagnostica o problema de perda óssea, é importante saber a gravidade do caso para iniciar o tratamento mais eficaz. Em perdas menores, a terapia envolve acompanhamento radiográfico e clínico, além da descontaminação da área radicular.

Em perdas significativamente maiores, são necessários processos específicos, que recuperam ou formam uma nova estrutura óssea.

Pronto! Agora que você já viu o que é a perda óssea bucal, o que a provoca e como ela é tratada, fique atento aos sinais e procure um profissional. Não se esqueça de que promover uma higiene adequada e utilizar diariamente o fio dental ajuda a prevenir esse e outros problemas.

E se você gostou deste artigo, entre em contato com a gente e fique por dentro das facilidades que oferecemos para o seu tratamento odontológico!

Postado em 25/06/2019.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter