Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia

Saiba como fazer uma reserva financeira para abrir uma franquia



Muitas pessoas sonham em abandonar a CLT e abrir o próprio negócio. Um modelo empresarial que se destaca são as franquias, visto que na aquisição já estão incluídas estratégias de marketing bem estruturadas, uma marca já consolidada, entre outras vantagens.

Entretanto, para que esse almejado passo seja bem-sucedido é preciso elaborar um planejamento antes de dar o pontapé inicial, como fazer uma análise do ramo mercadológico em que se pretende atuar e a identificação do público-alvo.

Além disso, é imprescindível criar uma reserva financeira para que haja capital suficiente para investir na empresa. Há alguns pontos essenciais que devem ser levados em consideração para que esta ação dê bons frutos, como a definição do objetivo, a redução de custos, entre outros.

Elaboramos este artigo justamente para ajudá-lo a desenvolver esse plano da melhor forma possível. Continue a leitura e descubra como fazer uma reserva financeira para investir em uma franquia.

Tenha clareza sobre o objetivo da reserva

Uma reserva financeira pode ter diversas finalidades: ser um fundo para gastos que não foram previstos, uma poupança para as férias, um investimento para o futuro etc. Por isso, antes mesmo de começar a sua, é importante definir que aquela quantia específica será usada para abrir a sua franquia.

Ter claro o objetivo da reserva financeira e fazer da sua criação e manutenção uma prioridade é a senha para ter sucesso e guardar o dinheiro que precisa para começar um negócio. É importante, a cada seis meses ou no máximo um ano, analisar a situação financeira, ver quanto tem guardado para abrir a franquia e se precisa aplicar uma quantia maior para realizar o objetivo dentro do prazo que gostaria.

É importante sempre acompanhar sua reserva financeira para observar se a rentabilidade atende às suas expectativas. Considere a possibilidade de ajustar o aporte com depósitos maiores caso ganhe um dinheiro que não esperava, por exemplo.

Faça um planejamento financeiro

Além de ter claro o objetivo da reserva que está sendo criada, é preciso fazer um planejamento financeiro considerando essa meta na sua vida financeira. O ideal é que em todos os meses você poupe um valor determinado para conseguir realizar o sonho de abrir uma franquia.

Planejar as finanças é basicamente olhar para o futuro. É necessário pensar nas receitas e despesas que tem, considerando ainda gastos e rendimentos que ainda não entraram nas suas contas e cartões. O mês de janeiro, por exemplo, costuma ter despesas mais altas por conta de tributos como IPVA e IPTU, além de mensalidades escolares. Talvez você não possa separar tanto dinheiro para sua reserva financeira neste período, mas tenha um plano para compensar em outro mês.

Organize seu orçamento

Um orçamento organizado é essencial para criar uma reserva financeira. Para isso, registre todos os dias as entradas e saídas da conta bancária e do cartão de crédito. Até os pequenos valores fazem a diferença, portanto não deixe de anotá-los.

Isso é muito importante para saber quanto se ganha, quanto se gasta e, mais ainda, em que áreas do orçamento estão as despesas mais altas. Essa identificação possibilita saber onde é possível poupar a fim de arrecadar o valor planejado para a reserva financeira.

Reduza despesas e gastos supérfluos


Quero ser franqueado


Fazer uma reserva financeira para começar o próprio negócio pode exigir alguns sacrifícios. Entre eles, fazer uma análise cuidadosa do orçamento para reduzir despesas e supérfluos. Uma forma interessante de fazer isso é por meio da criação de metas de gastos.

Separe, antes de tudo, as despesas que são essenciais e as que são supérfluas no seu orçamento. O primeiro grupo é composto por gastos mais importantes, que você não pode abrir mão, como saúde, supermercado e moradia. Faça uma lista com todas as despesas fixas e variáveis dessa categoria e anote quanto dinheiro sobra.

Depois, faça uma análise dos gastos que não são essenciais, mas que você tem todo mês, como restaurantes, lazer, cuidados pessoais, compras etc. Dentro dessas categorias, veja o que pode ser cortado ou, pelo menos, em que áreas consegue economizar mensalmente.

Cortar supérfluos, consumir de forma consciente, evitando, por exemplo, compras por impulso e criar metas de gastos são a maneira mais rápida de começar a poupar para compor sua reserva financeira para abrir uma franquia.

Determine quanto pode poupar mensalmente

Definir metas de gastos e organizar o orçamento são passos importantes, mas não se pode esquecer também de definir quanto se pode poupar mensalmente para compor a planejada reserva. Por mais que a quantia possa variar de acordo com o mês, é importante estabelecer um valor mínimo para o fundo, considerando fatores como tempo em que gostaria de abrir a franquia e investimento inicial necessário.

Lembre-se de que a aplicação nesse fundo deve ser prioridade. Por isso, uma atitude prudente é aplicar a quantia mínima logo no início do mês para não correr o risco de gastar parte do valor.

Escolha um investimento adequado

Outro ponto importante na hora de criar uma reserva financeira para abrir uma franquia é escolher em que tipo de investimento você vai guardar o valor destinado para começar um negócio. Ao buscar uma aplicação, considere, entre outros fatores, o cenário econômico atual e a quantia que será investida.

É preciso se informar ainda sobre a cobrança de taxas e questões relativas à tributação, como o imposto que você terá que pagar caso decida sacar o dinheiro em data anterior ao vencimento.

Tenha em mente que uma reserva financeira para abrir um negócio deve ficar sempre em um investimento mais conservador. Afinal, você não pode correr o risco de perder parte do dinheiro. Prefira apostar em uma aplicação de baixo risco e que ofereça certa liquidez. Quem não quer correr o risco de esquecer de aplicar a quantia mensalmente pode optar por deixar os depósitos programados para a data em que entra o salário, por exemplo.

Anote as dicas, comece o seu planejamento e caminhe em direção à realização desse projeto de vida que é o negócio próprio.

E aí, gostou deste artigo? Para ter acesso a outros conteúdos sobre franquias e mercado de odontologia, siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook e no LinkedIn!

Postado em 15/01/2019.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin