Qual tipo de clareamento dental é melhor? Descubra aqui! | Sorridents - Clínicas Odontológicas
Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Qual tipo de clareamento dental é melhor? Descubra aqui!



Boa parte da população brasileira busca um sorriso mais saudável e branco, visto que isso ajuda na aparência e contribui na autoestima — pois a sociedade atual valoriza muito os padrões de beleza. Diante disso, alguns procedimentos odontológicos são recomendados aos pacientes. Antes de fazê-los, é preciso passar por uma avaliação com o profissional especializado para saber qual tipo de clareamento dental é melhor, afinal, cada indivíduo tem a sua particularidade.

É importante pontuar que existem diversas formas de clareamento: a LED, a laser, o convencional, feito no próprio consultório, e até o caseiro. Vale a pena saber mais sobre cada um e pedir a orientação de especialistas nessa área para que o tratamento seja realmente eficaz.

Se você quer saber qual clareamento dental é melhor, continue a leitura deste post e confira as informações que listamos sobre o assunto!

Quais são os tipos de clareamento e como eles funcionam?

Antes de começar qualquer tratamento dentário, alguns pontos precisam ser analisados para que o problema do paciente seja resolvido. A idade, a urgência e a dieta do indivíduo podem influenciar no procedimento.

Para ajudar você a escolher a melhor opção, listamos alguns tipos de clareamento. Confira!

Clareamento dental a laser

Essa é uma das técnicas mais desejadas, mas o valor é mais alto e os resultados podem não ser satisfatórios. Esse clareamento utiliza géis clareadores com muita concentração de peróxido de hidrogênio nos dentes, após isolar totalmente a gengiva e os lábios. O laser é usado apenas para reduzir o tempo de consulta, e não altera o resultado final do tratamento.

Esse clareamento pode ser feito em um espaço que varia entre 1 e 4 sessões, e é indicado em casos de urgência estética e para aqueles pacientes que estão impossibilitados de realizar as técnicas caseiras devido a algum problema na gengiva. Os riscos desse tipo de clareamento são a sensibilidade, a irritação pulpar e os processos inflamatórios.

Clareamento dental a LED

Esse tipo de procedimento é muito confundido com o clareamento a laser porque utiliza os mesmos clareadores, mas existe uma diferença entre as duas técnicas: a fonte de luz utilizada. Esse clareamento dental é menos arriscado que o feito a laser, e é feito em sessões, com mais ou menos 1h30 de duração.

Clareamento convencional

Esse é método odontológico mais simples de clareamento — e o que gera resultados mais precisos. Esse procedimento é mais seguro para os dentes, mas o tempo das sessões é mais longo — afinal, é aplicado o gel clareador e não são usadas fontes de luz (LED ou laser). Essa técnica é mais simples e feita com mais recorrência que as outras, além de ser realizada na própria clínica.

Clareamento caseiro

Essa técnica é mais eficiente e segura para os dentes. São usados os mesmos géis clareadores dos procedimentos citados acima, a diferença é que o próprio paciente aplica esse produto por meio de moldeiras flexíveis e transparentes.

Durante a realização do clareamento, o dentista precisa monitorar e analisar a condição da arcada dentária para saber se precisa aumentar ou diminuir a concentração dos clareadores.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


O tratamento é feito de 7 a 21 dias. As aplicações são diárias e variam no tempo de utilização, a depender do gel usado. A vantagem desse clareamento é o baixo risco de agressão à polpa, e o risco de manchas superficiais é quase nulo. O ponto negativo é que a sensibilidade nas regiões afetadas aumenta em quase 70%, o que acaba gerando certo desconforto nos pacientes.

Clareamento dentário interno

Existem manchas que os clareamentos tradicionais não conseguem eliminar totalmente. Esse procedimento é uma opção para aquelas pessoas que tiveram traumas, hemorragias ou fizeram tratamento de canal. Nessa técnica, o gel clareador é aplicado internamente, até que a cor desejada seja recuperada.

A depender e do tempo em que o dente está escurecido, o clareamento interno pode não surtir os efeitos desejados. Quando for assim, o paciente precisa conversar com o dentista para que ele recorra a outras tratamentos, como facetas de porcelana ou resina.

O clareamento dental oferece riscos?

Um dos principais riscos desse tipo de tratamento é o dano no esmalte dentário, visto que uma técnica inadequada pode gerar manchas nos dentes que dificilmente são retiradas. A aparência da arcada dentária, portanto, pode ficar comprometida.

Além disso, as inflamações podem se manifestar quando os dentes sofrem algum tipo de agressão além do esperado. Assim, começa uma irritação intensa em uma camada profunda do dente, que aumenta a sensibilidade.

Antes de começar qualquer procedimento, é necessário procurar um especialista que avalie a sua saúde bucal e informe sobre a técnica indicada para o seu caso.

Onde fazer o clareamento dental?

É fato que, ao comprar um produto, devemos analisar toda a sua procedência e as condições de uso. Da mesma forma, ao contratar algum serviço odontológico, você precisa procurar um dentista ou cirurgião que seja especializado e que ofereça um tratamento de qualidade, que respeite suas limitações e preferências.

Pensando nisso, a clínica Sorridents — referência em odontologia — oferece um atendimento diferenciado aos seus clientes. Nossa equipe conta com profissionais capacitados para resolver problemas odontológicos — extração de dentes, limpezas, clareamentos ou harmonizações faciais.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre qual tipo de clareamento dental é melhor para determinadas situações, busque uma clínica que esteja há muito tempo no mercado e que conte com dentistas que ofereçam diversas opções de tratamento aos pacientes — levando em conta o perfil e a condição econômica de cada um.

Gostou do conteúdo apresentado? Então, aproveite para entrar em contato conosco e ficar por dentro de dicas e informações para manter a sua saúde bucal em dia!

Postado em 09/09/2021.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter