Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Prótese dentária de silicone



Uma das soluções ideais para ausência parcial ou total de dentes (edentulismo) é representada pela prótese dentária, capaz de oferecer resultados satisfatórios em termos de função mastigatória, estabilidade e estética.

Apesar de existirem técnicas modernas em implantologia, nem todos podem ter acesso a elas, seja por condições gerais físicas ou inadequadas locais, assim como quanto ao seu custo, muitas vezes elevado.

O propósito do uso de uma prótese dentária

Quando o dentista se depara com um paciente que tenha um ou mais dentes ausentes, ou que um dos dentes está ou foi fraturado, pode ser sugerido o uso de uma prótese dentária que atuará como o dente restaurado ou substituído.

O mesmo se aplica ao paciente que tenha cárie, que tenha comprometido os nervos de tal forma que nem o tratamento de canal será suficiente para restabelecer esse elemento. Dessa forma, será necessária a remoção do dente para uma reabilitação por prótese.

De acordo com as características da mandíbula, relação oclusal (mordida), e do histórico médico do paciente, o dentista terá prognóstico para oferecer uma prótese fixa ou removível, a depender também dos recursos financeiros do paciente.

Uma prótese fixa, como o próprio nome já diz, tem sua fixação na estrutura óssea ou nos elementos laterais, não sendo possível removê-la, enquanto que uma prótese removível tem a possibilidade de sua remoção, inclusive para sua higienização e da saúde bucal.

Coroas dentárias

Quando o paciente apresenta um dente  fraturado horizontalmente pode ser indicado uma coroa dentária após o tratamento desta raiz.  Ou para o caso descrito acima, referente a insuficiência do tratamento de canal, por exemplo uma fratura vertical ou  acometimento de  cárie dentária, o dentista poderá sugerir a colocação de uma prótese fixa (de três elementos), adesiva, sobre implante.

Quando possível, deve-se manter a raiz do dente no local, preservada, para servir como um pilar para instalação da prótese fixa.

Os materiais usados como coroa podem ser de metal, mais adequados para a restauração de um dente localizado na parte inferior posterior da mandíbula, e de cerâmica, que atende a uma exigência estética, especialmente se o dente a ser tratado estiver localizado em partes visíveis da boca.

Onlays/Inlays

Os onlays são pequenas próteses que são usadas quando houver a necessidade de reconstrução estética parcial de um dente, onde as mesmas são colocadas na parte superior do dente para restaurar sua morfologia se esta estiver deteriorada.

Nos casos em que o dente precisa de reconstrução estética e funcional, são usados os onlays e inlays, que são cópias laboratoriais da estrutura impactada do dente, e assim restaurando a forma original do elemento dentário.

Esta prótese oferece um bom resultado estético, pois possibilita restaurar um aspecto perfeitamente natural à parte visível do dente. O dentista primeiro trata das cavidades e faz uma impressão ( moldagem dos dentes). Depois envia para o laboratório de prótese dentária para a confecção.

Este tipo de prótese não pode ser utilizada quando o elemento não tem condições de ser preservado ou sem o tratamento adequado  e necessário, realizado pelo dentista antes de sua instalação a esse tipo de prótese.

Prótese parcial removível

Esta prótese também é conhecida popularmente como ponte e é uma solução que pode ser proposta a um paciente que precisa de reabilitação devido à perda de alguns dentes para o qual não é possível nenhum tratamento de preservação, ou seja, quando não é possível preservar a raiz do elemento ou no local não há condições de se fazer um implante. É ideal para aqueles que têm pelo menos dois dentes próximos um do outro, e que precisam de reparo.

Neste caso, o dentista usa os dois dentes saudáveis, ​​adjacentes aos dentes a serem reparados, como pilares para a fixação da prótese parcial removível ou adesiva.

Próteses removíveis parciais

Uma outra opção para os casos de dentes ausentes, é a prótese removível parcial, quando há ausência de vários dentes de um paciente.

Neste caso, prepara-se primeiramente uma prótese temporária em acrílico ou resina para evitar que o paciente se sinta constrangido por estar desdentado. Este tipo de material é pouco resistente e menos confortável, e ainda pode danificar os dentes nos quais ela está fixada, por isso, é temporária.

Após, se faz a prótese removível final, cuja base contém metal tornando-a mais resistente e confortável para o paciente. A base é geralmente fabricada em uma liga de cobalto e cromo, sendo mais resistente e mais leve. Além disso, é de fácil manutenção e pode oferecer excelente resultado estético.

As próteses removíveis parciais são fixadas a outros dentes, que servem de suporte, por meio de ganchos. Deve-se garantir que estes ganchos não sejam visíveis, o que afetaria a estética desejada.

Por terem a base construída em metal, o paciente pode apreciar melhor a temperatura dos alimentos devido à capacidade do metal de ser um condutor de calor. Também exerce menor pressão sobre as suas membranas mucosas.

Para montar uma prótese parcial removível, o dentista começa fazendo o molde da boca para se projetar uma prótese que se adapte perfeitamente à morfologia da boca do paciente, proporcionando uma boa mordida e uma estética adaptada às características do paciente.

Próteses removíveis completas

Este tipo de prótese é utilizada quando o paciente perdeu todos ou quase todos os dentes em uma de suas mandíbulas. O processo de fazer uma prótese removível completa é idêntico ao de uma prótese parcial, ou seja, tirar o molde da boca, fazer uma prótese temporária, para o uso até a preparação da prótese final, e que esta possa ser colocada no lugar.

A adaptação da prótese dentro da cavidade oral é assegurada pela sucção promovida pelo funcionamento das glândulas salivares do paciente. Caso estas glândulas venham a ter insuficiência, pode ser reforçada a fixação por meio de uma substância especial que melhora a estabilidade da prótese, agindo como uma cola biológica, evitando assim que o paciente venha a perder sua prótese ao longo do dia. É importante que a prescrição desta substância seja feita pelo dentista.

Além disso, o conforto do paciente pode ser melhorado se o dentista puder colocar implantes nos quais se fixa a parte metálica da prótese por meio de grampos. Esta é uma solução que oferece comodidade, pois não será necessário se preocupar com a fixação da prótese, além de facilitar a sua remoção para higienização da mesma e da saúde bucal.

 Indicações para o uso de prótese flexível de silicone

O silicone pode ser usado para a fabricação de uma prótese dentária total, tendo como vantagem ter uma base de resina macia, que traz conforto ao paciente, pois o contato com a gengiva é mais agradável. O lado interno da prótese é revestido com um material feito de silicone.

O tipo mais conhecido é o silicone vulcanizado, que impede a adesão de microrganismos. Este requer o uso de uma interface metálica para fixação à base de resina. Também é possível usar uma resina acrílica ou fluorelastômero.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


O uso de uma prótese dentária de silicone completa, com base flexível, pode ser indicada para pacientes com ausência total ou parcial de dentes, e que não desejem ser operados.

A mesma também é indicada quando a cirurgia não puder ser realizada, no caso do paciente ter determinadas patologias ou se apresentar um risco grave de osteorradionecrose.

Para esses pacientes, uma prótese com uma superfície de contato contendo silicone é uma solução. Especialmente quando o paciente possui mucosa frágil, e que não suportaria o contato de uma resina rígida, ou se o paciente tiver membranas mucosas com superfície irregular, na qual é difícil distribuir o contato corretamente.

Uma prótese dentária de silicone, com uma base flexível, reduz o excesso de pressão distribuindo melhor os esforços que o paciente deve fazer durante a mastigação.

A resistência da prótese de silicone

Esta prótese possui uma ação mecânica que reduz o impacto da pressão exercida nas superfícies de apoio, o que proporciona alívio para a mucosa e a estrutura óssea basal.

Pode, portanto, ser uma solução confortável e não traumática. No entanto, é preciso orientação do dentista de quais as soluções para reduzir o risco de crescimento microbiano. O dentista recomendará uma higiene dental rigorosa para que isso não ocorra.

A longevidade deste tipo de prótese não pode ser necessariamente garantida.

Desta maneira, o paciente deve consultar o dentista regularmente para que ele possa propor soluções, caso surja um problema.

Próteses dentárias fixas de silicone

Ressalta-se que esse tipo de prótese é indicado apenas no caso da substituição de alguns elementos dentários. Os pacientes que não têm mais a dentição precisarão recorrer a outros tipos de materiais.

Os prós da prótese dentária de silicone fixa

  • É mais funcional – Em comparação com a prótese de acrílico, a prótese dentária de silicone alterna as características de maleabilidade e rigidez. Seu design possibilita um maior cuidado com os encaixes e as espessuras.
  • Se camufla na boca – Como não possui grampos metálicos, essa prótese fica quase imperceptível na boca. É como se ela se tornasse parte natural do sorriso. Isso permite uma despreocupação e sensação de liberdade.
  • Resistência – O módulo elástico proporciona mais resistência à prótese dentária de silicone. Sendo assim, não há perigo de quebra ou ruptura. O material também resiste bem ao calor, não sofrendo alterações ou deformações quando entra em contato com o agente térmico.

Prótese dentária de silicone removível

Uma prótese dentária de silicone removível é uma solução que pode ser oferecida a um paciente que tem ausência de alguns ou de todos os seus dentes. Isso lhe permite um sorriso e uma mastigação saudáveis.

Este tipo de prótese pode ser parcial se o paciente substituir apenas alguns dos dentes em uma de suas mandíbulas. Mas se ele for totalmente desdentado, é possível colocar uma prótese total removível.

O uso e manutenção de uma prótese de silicone removível

Para evitar o risco de perda da prótese dentária, pode ser sugerido o uso diário de um adesivo especial, que garanta um suporte estável na gengiva.

Além disso, o paciente deve escovar os dentes cuidadosamente após cada refeição. Por outro lado, ele deve remover a prótese antes de dormir e deixá-la de molho durante a noite em um copo d’água ou em um produto específico para este fim, não tóxico.

Prótese dentária com grampo invisível

Perder a autoestima, ter mastigação limitada, discrepância estética, são fatores que atrapalham a vida de pessoas que usam uma prótese dentária móvel. Nesses casos, é necessário o uso de técnicas protéticas mais modernas.

A prótese dentária com grampo invisível é ideal para a recuperação harmoniosa do sorriso com segurança e praticidade.

Este tipo de prótese usa grampos para a fixação da mesma, e que estão discretamente posicionados, muitas vezes passando totalmente despercebidos. No entanto, existem algumas limitações e nem todos os pacientes estão aptos para usar esse tipo de dispositivo removível.

Os grampos em substituição ao metal e com tonalidades semelhantes à cor natural dos dentes

Uma das coisas mais constrangedoras para quem usa prótese dentária é o aparecimento dos grampos metálicos ao sorrir, ao falar e ao realizar qualquer movimento com a boca.

Sendo assim, os grampos invisíveis substituem, a partir de polímeros flexíveis, o metal que se constitui a estrutura da prótese. Como resultado, a parte rígida e visível da ponte móvel passa a ter uma tonalidade bem próxima à da gengiva e do dente, ficando esteticamente muito mais harmonioso.

Restrições da técnica

Nem todos os pacientes se adaptam ao grampo invisível. Os pacientes em que o uso desta técnica é indicado precisam atender algumas exigências que aumentam as possibilidades de sucesso na implantação da prótese (mastigação e adaptação), dentre as quais:

  • Fácil adaptação a próteses removíveis;
  • Dentes posteriores presentes;
  • 6 dentes ausentes no máximo;
  • Sorriso gengival ausente;
  • Severa retração gengival.

Um detalhe a ser ressaltado é que a prótese dentária com grampo invisível se adapta com mais facilidade na arcada superior, tanto que pode-se dizer que a técnica é quase exclusiva para esta arcada.

Prótese dentária removível com encaixe

A prótese dentária removível com encaixe é uma técnica que possibilita a eliminação do grampo metálico. Isso afeta diretamente a harmonia da parte estética, minimizando pequenas intercorrências desagradáveis desse processo.

Esse tipo de prótese dentária pode ser fixa ou removível. Contudo, assim como as outras próteses, existem algumas limitações.

Indicações da prótese dentária com encaixe

Essa prótese é principalmente indicada para a reabilitação da ausência da dentição nas arcadas inferior e superior. Mas, ainda assim, existem outras indicações:

  • Eliminação do grampo metálico nas áreas visíveis em função de estética;
  • Diminuição dos riscos de deslocamento da prótese móvel ao falar ou mastigar;
  • Melhora na mastigação em pessoas com ausência total de dentes;
  • Melhora da saúde dental e bucal para aqueles que não possam realizar procedimentos de implante dentário; e
  • Uso de porcelana no detalhe da união entre a ponte móvel e a prótese dentária fixa.

 

Postado em 28/03/2019.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter