Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Rachaduras na língua: o que elas podem indicar?



Você está higienizando a boca e, depois de acabar, dá aquela checada para ver se está tudo certo. É nesse momento que pode se dar conta das rachaduras na língua e, é claro, ficar preocupado.

Se essa situação já aconteceu com você, é bom acender o sinal de alerta e investigar, pois essa condição pode não ser normal. Excluindo as causas genéticas, somente o dentista ou médico podem avaliar e afirmar se as rachaduras indicam algum problema mais sério de saúde.

Para entender mais sobre o assunto e o que essa condição na língua pode significar, não deixe de ler a postagem de hoje!

O que são rachaduras na língua?

Quando alguma coisa estranha aparece ou é sentida na língua é preciso atenção. Afinal, esse órgão formado por 17 músculos é essencial para a fala e faz parte do sistema digestivo — participando do paladar e da deglutição dos alimentos.

A língua rachada é caracterizada por sulcos em sua superfície e pode causar um desconforto meramente estético, visto que essas fissuras podem ser uma característica genética normal.

Nesse caso, normalmente outras pessoas da família apresentam a língua com fissuras e, dessa forma, não há motivo para preocupação porque a condição não indica nenhuma doença.

Pessoas com Síndrome de Down, em sua maioria, também apresentam essa característica na língua, não se tratando, portanto, de um problema de saúde.

Cuidado a mais

Mesmo assim, é importante não descuidar: o ideal é a pessoa tomar cuidado com substâncias ácidas que podem causar irritação no local e investir em uma boa limpeza após as refeições, evitando o acúmulo de sujeira.

Todavia vale lembrar que as rachaduras também podem ser causadas por outros fatores além dos genéticos e, por isso, é uma condição que merece ser investigada, como mostraremos no próximo tópico.

O que elas podem revelar?

Quando não são uma característica herdada, as rachaduras podem ser causadas também por uma mordida na língua na hora da alimentação, próteses dentárias mal encaixadas e até pelo consumo de alimentos mais picantes.

Contudo, além de traumas, caso as rachaduras apareçam sem motivo aparente, é preciso ficar em alerta porque elas podem sinalizar algumas enfermidades. Veja abaixo:

Bruxismo

O excessivo ranger dos dentes, principalmente na hora do sono, ou seja, sem que a pessoa perceba também, pode exercer uma pressão exagerada na língua e causar as fissuras.

O bruxismo pode ser tratado com o uso de placas intraorais, que protegerá dentes, mandíbula e língua.

Candidíase oral

A doença, conhecida como sapinho, é uma infecção causada pelo fungo Candida albicans e atinge pessoas com o sistema imunológico enfraquecido, principalmente crianças. Um dos seus sintomas são as rachaduras na língua.

Deficiência nutricional

A falta de nutrientes, principalmente a vitamina B, pode ser determinante nesse caso, deixando a língua mais fraca e suscetível a fraturas.

Elas também podem ser originárias das ações de vermes, já que eles interferem na quantidade de ferro absorvido pelo organismo, levando o indivíduo à anemia e, por consequência, a ter mais facilidade de rachar a língua.

Nesse caso, a pessoa sente também fraqueza, cansaço e pode apresentar a pele mais seca.

Doenças gastrointestinais

As fissuras na língua podem indicar refluxo, gastrite, colite e pancreatite. Assim, é importante procurar o gastroenterologista e resolver o problema.

Síndrome de Melkersson-Rosenthal

É um transtorno neurológico raro. Entre os sintomas estão: inflamação da face e lábios, paralisia facial e rachaduras na língua.

Língua geográfica


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Essa condição, que também pode ser genética, provoca pequenas manchas vermelhas na língua, indicando o desaparecimento de papilas gustativas no local.

Essas manchas podem vir acompanhadas de fissuras e a pessoa fica incomodada ao ingerir alimentos muito ácidos, quentes ou salgados.

Estresse

Situações de estresse podem deixar o sistema imunológico mais fraco, ocasionando mudanças na língua, que pode ficar esbranquiçada e apresentar rachaduras.

Fumo

Além das várias enfermidades graves que o cigarro pode causar — como câncer de boca e garganta e problemas pulmonares — pode alterar as mucosas da boca, desencadear boca seca e fissuras na língua.

Quais são os sintomas mais comuns?

Além da questão visual, você pode perceber que está com rachaduras na língua por meio de outros sintomas, como:

  • dor ao comer;
  • dor ao falar;
  • queimação na área;
  • coceira;
  • inchaço na língua;
  • perda de paladar.

Sempre que perceber alguma inconsistência ou algum sinal diferente nesse órgão, é bom procurar um dentista ou médico.

Como tratar o problema?

Como as razões que levam às fissuras na língua podem ser muito diferentes, nada mais natural que os tratamentos sejam distintos também.

Se a causa das fissuras for a falta de vitaminas, é necessário cuidar da alimentação e fazer uma investigação mais profunda com exames de sangue. Dessa maneira, fica mais fácil entender as possíveis defasagens e trabalhar para recuperá-las.

Higienização bucal

Entretanto, qualquer que seja a causa, é fundamental realizar a higienização bucal adequadamente, incluindo a limpeza da língua.

Isso porque restos de alimentos podem ficar retidos nessas rachaduras e, assim, ser o terreno ideal para as bactérias e outros agentes patogênicos e também para o mau hálito.

Portanto, na hora da escovação, além de limpar cuidadosamente todas as faces de cada dente e passar fio dental, é importante fazer a higienização da língua, passando delicadamente a escova de dentes extramacia ou um limpador de línguas, que não provoca ânsia.

Para saber se a sua saúde bucal está em ordem e receber todas as orientações de limpeza bucal, visite o dentista pelo menos duas vezes ao ano.

Outras medidas de tratamento

Essa condição é, muitas vezes, assintomática, mas se essas rachaduras estiverem causando muita dor e ardência, converse com o seu dentista, que pode receitar um analgésico tópico, à base de lidocaína, para aliviar o desconforto. Pomadas anti-inflamatórias à base de camomila também podem ajudar.

Para reduzir o incômodo, os bochechos com água e bicarbonato de sódio são indicados.

Alguns remédios caseiros podem minimizar o problema, como o gengibre, por suas substâncias anti-inflamatórias e antissépticas. Você pode incluir a raiz em sua alimentação ou fazer infusões.

Utilizar o alho na alimentação também é importante, pois ele apresenta propriedades antibióticas. Você pode apostar ainda no mel, que tem poder analgésico e anti-inflamatório.

Reduzir o consumo de alimentos muito ácidos, picantes ou quentes pode ser uma boa medida, pois evita a irritação da língua. Por fim, diminua o consumo de bebidas alcoólicas e não fume para garantir uma boa saúde da boca de forma geral.

As rachaduras na língua, em muitos casos, são consideradas uma condição normal e que causam apenas um incômodo estético. Entretanto essas fissuras podem ser sintoma de alguma doença e, por isso, sua origem deve ser investigada e tratada.

Conseguimos esclarecer o que pode indicar as fissuras na língua? Você tem mais alguma dúvida? Deixe seu comentário no post que teremos prazer em responder!

Postado em 24/09/2018.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter