Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Por que é importante conhecer a cor natural dos seus dentes?



Afinal, qual coloração define um sorriso saudável e bonito? Muita gente pensa naquele sorriso branquinho e reluzente como os das celebridades. No entanto, é preciso ter em mente que a cor natural dos dentes pode variar de pessoa para pessoa, ou seja, nem sempre uma tonalidade mais escura quer dizer falta de cuidados com a saúde bucal,mesmo porque a tonalidade do dente diferencia também com o comparar dos tons de pele..

Essa informação é importante porque muitos pacientes imaginam que — com o clareamento dental — o ideal é alcançar uma coloração que seja muito próxima ao branco. Será que esse é mesmo o melhor resultado? Será que não devemos ter cautela nesta escolha?

Se você quer saber mais sobre o assunto, vem com a gente. Neste post vamos elencar o que influencia a tonalidade natural do sorriso, bem como os benefícios e cuidados que é preciso ter ao buscar o tratamento para clarear os dentes. Não perca!

O que influencia a cor natural dos dentes?

Nossa dentição pode variar da tonalidade mais puxada para o branco, passando pelo amarelo e até por uma coloração mais acinzentada.

O que acontece é que a cor natural dos dentes pode ser influenciada pela genética. O que queremos dizer é que se seus pais e avós têm um sorriso mais escurecido, certamente essa característica vai passar para você. Ou seja, essa coloração dos dentes não significa sinal de descuido nesses casos,mas sim de característica genética e de tons de pele de cada indivíduo.

Por esse motivo, a escala de cores utilizada na Odontologia para os diferentes tratamentos apresenta quatro variações, que são:

  • A — marrom avermelhado;
  • B — amarelo avermelhado;
  • C — acinzentado;
  • D — cinza avermelhado.

O que não existe naturalmente é um sorriso extremamente branco, porque essa tonalidade não existe na dentição humana. Então, mesmo que você realize um tratamento para clarear os dentes, deve ter cuidado para que não fique com um resultado artificial.

Fatores externos

Há ainda fatores externos que também colaboram para uma mudança na cor natural dos dentes. São eles:

  • tabagismo — a nicotina e outras substâncias tóxicas do cigarro aderem à superfície dental, causando seu amarelamento e enfrq
  • uso de medicamentos — como é o caso de alguns anti-hipertensivos, anti-histamínicos e antipsicóticos;
  • alimentação — existem alimentos e bebidas que pigmentam os dentes, como café, vinho tinto, chá-mate, refrigerantes à base de cola, molho de tomate, açaí, entre outros;
  • má higienização — pode gerar o tártaro, que ocorre quando a placa bacteriana não é removida e se torna endurecida, deixando o sorriso mais escuro;
  • problemas de saúde bucal — o dente pode ficar escurecido por conta da necrose pulpar ou até mesmo devido a alguma hemorragia, casos em que o dentista deve ser procurado imediatamente para uma avaliação e para que se investigue essa mudança na coloração.

Envelhecimento

Outro ponto que precisamos destacar é o envelhecimento dentário. Com o passar da idade é normal que haja um desgaste no esmalte, que é a camada mais externa do dente, o que vai alterar sua coloração.

Quais os benefícios do clareamento dental?

Você viu como diversos fatores podem alterar a cor natural dos dentes e influenciar na estética do sorriso. Mas ainda bem que a Odontologia tem o tratamento perfeito para essas situações: o clareamento dental.

O procedimento, realizado no consultório é feito com uma moldeira, onde é colocado um gel à base de peróxido de hidrogênio. Trata-se de uma substância química que age quebrando as moléculas de pigmento do esmalte dentário. Para potencializar os efeitos, o dentista pode ainda utilizar laser ou luz LED.

O resultado? Dentes com uma tonalidade mais clara, porém com um aspecto natural.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Confira a seguir os benefícios desse tratamento de estética bucal:

  • procedimento rápido, pois, em poucas sessões, você consegue um sorriso mais bonito;
  • segurança, já que o dentista protege as gengivas e mucosas para não terem contato com o gel clareador, afim de não causar machucados ou sensibilidade;
  • técnica indolor, proporcionando que o paciente fique confortável durante o tratamento;
  • tem como resultado um sorriso mais harmônico, que rejuvenesce o visual;
  • melhora da autoestima, já que a pessoa fica mais segura e confiante para sorrir e conversar;
  • alta durabilidade, pois pode durar de 1 a 3 anos desde que o paciente evite o cigarro, alguns alimentos, e seja cuidadoso com a higienização bucal.

Quais cuidados é preciso ter com esse procedimento?

O clareamento dental pode melhorar a cor natural dos dentes, no entanto, é importante que o paciente tome alguns cuidados antes de passar pelo tratamento.

Em primeiro lugar, é necessário procurar uma clínica de referência, que conte com dentistas especializados. Assim, o dentista vai avaliar a solicitação do paciente e dar as explicações necessárias para atingir o tratamento esperado e de sucesso como escolher uma tonalidade ideal para seu sorriso, considerando a cor dos seus dentes e até seu tom de pele. Isso porque um sorriso excessivamente branco não é natural e pode destoar das suas características

Sensibilidade e enfraquecimento dos dentes

Outra questão é realizar o procedimento estético com um profissional que saiba utilizar a dosagem adequada e o tempo correto do gel clareador. Afinal, trata-se de uma substância química que, em excesso, pode desgastar excessivamente o esmalte dentário, escorrer para a gengiva, língua e bochechas causando queimaduras e muita sensibilidade. Numa situação dessa, o paciente pode sofrer com a sensibilidade dental e com o enfraquecimento da estrutura, pois há perda de cálcio e fosfato,além dos machucados causados nas mucosas.

O excesso da substância clareadora também pode levar a um sorriso mais manchado. É que, com o desgaste do esmalte, a dentina fica exposta e, como ela é porosa, vai absorver ainda mais os pigmentos de alimentos.

Os riscos do tratamento também devem ser considerados quando o clareamento é realizado em casa pelo próprio paciente. Nesse caso, é sempre importante ter a orientação do seu dentista, visitá-lo durante a realização do processo em casa para que ele ajude o paciente avaliando o tratamento caseiro evitando algum dano irreparável.

Contraindicações do tratamento

Por fim, é necessário saber, ainda, que nem todas as pessoas podem realizar a mudança na cor natural dos dentes com o clareamento dental. Isso porque existem algumas contraindicações para indivíduos, como:

  • gestantes;
  • crianças e adolescentes;
  • lactantes;
  • paciente com histórico de doença periodontal
  • pacientes que apresentam hipersensibilidade dental;
  • pacientes com dentes manchados devido ao uso de alguns antibióticos.

Agora você já sabe como um clareamento dental bem-feito pode alterar a cor natural dos dentes, deixando-os com um aspecto harmonioso, mas não excessivamente brancos. Diante disso, para conseguir um sorriso mais bonito e aumentar sua autoestima, sempre realize o tratamento apenas com profissionais especializados e certificados.

Quer melhorar a tonalidade dos seus dentes? Agende uma consulta com a Sorridents e faça uma avaliação com especialistas em clareamento dental!

Postado em 21/02/2020.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter