Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Clareador de dentes: quando vale a pensa usar?



É quase impossível desvincular a beleza de um sorriso da aparência dos dentes. Quando os dentes estão brancos provocam uma resposta muito positiva com todos ao redor. Assim, o clareador de dentes representa uma iniciativa que, em princípio, interessa a qualquer pessoa.

No entanto, existem algumas exceções, de modo que esse procedimento pode não ser recomendável em determinadas situações.

Por outro lado, na maior parte dos casos é possível clarear os dentes fazendo uso de um tratamento realizado pela própria pessoa. Sendo assim, continue lendo e descubra quando vale a pena utilizar o clareador de dentes!

Como é feito o clareamento dos dentes?

A melhor indicação para se realizar o clareamento é procurar antes o dentista. Ele poderá realizar uma limpeza nos seus dentes e verificar a existência de qualquer impedimento para o tratamento. Além disso, dará as orientações mais adequadas para que você mesmo realize os procedimentos em casa.

Essencialmente, o clareamento consiste na aplicação de um gel (o clareador) nos dentes, fazendo uso de uma moldeira (uma espécie de capa no formato dos dentes). O princípio ativo existente no gel é o mesmo utilizado pelo dentista no consultório odontológico.

Aquela moldeira contendo o gel clareador é encaixada nos dentes, permanecendo na boca por até 2 horas. A mesma operação é repetida, de modo que se faz uso por duas vezes durante o dia, ao longo de 2 a 3 semanas.

O princípio ativo existente no gel, quando em contato com a superfície do dente degrada (desmancha) os pigmentos que escurecem o esmalte. Assim, os dentes antes escuros tornam-se brancos, com o efeito que se espera do tratamento.

Quando o clareador de dentes é indicado?

De modo geral, a iniciativa de clarear os dentes é da própria pessoa. Ao sentir-se incomodada com os dentes escurecidos pelo tempo e pelos hábitos alimentares e outros, pode considerar essa opção.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Por sua vez, pode ser apenas a procura por uma estética mais adequada aos padrões modernos. Desse modo, simplesmente querer os dentes mais bonitos também conduz à iniciativa de se proceder ao seu branqueamento.

Embora a maioria das pessoas possa realizar o clareamento, existem algumas situações nas quais esse procedimento deve ser evitado, dentre as quais se destacam:

  • condição de gestante;
  • existência de periodontite (ou outros males da gengiva);
  • existência de erosão e abrasão dentária;
  • sensibilidade da dentina;
  • alergia ao produto clareador.

Desse modo, eis mais alguns bons motivos para uma prévia consulta com o dentista a fim de saber de sua condição.

Quais as vantagens do clareador?

Uma das razões que fazem valer a pena o clareamento é que os seus resultados são duradouros.

Por sua vez, quando o tratamento é realizado em um consultório dentário, pode ser mais adequado para quem tem pressa e para aqueles que apresentam sensibilidade nos dentes.

O uso do clareador de dentes no tratamento realizado em casa pode oferecer as seguintes vantagens:

  • grande facilidade de aplicação;
  • permite que seja realizado com mais frequência, se necessário;
  • deixa mais homogênea a superfície clareada;
  • é mais efetivo no caso de pigmentações complexas.

Com isso, fica evidente que vale a pena procurar o dentista, pedir suas orientações e acessar as vantagens do clareador de dentes no conforto de sua própria casa.

Gostou do nosso post? Então, siga-nos nas redes sociais e saiba tudo o que você precisa para manter os seus dentes saudáveis. Estamos no Facebook, Instagram, YouTube e Twitter!

Postado em 27/04/2018.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter