Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia.

Por que empreender? Abra caminho para realizar os seus projetos já!


por que empreender abra caminho para realizar os seus projetos já

1. Introdução

Abrir um negócio próprio é o sonho de muitos brasileiros. Se você acha que isso nunca vai passar pela sua cabeça e se questiona com frequência por que empreender, está na hora de abrir a mente e entender como se tornar um empreendedor pode ir de encontro aos seus objetivos e abrir diversas oportunidades para a sua carreira.

Para você ter uma ideia, uma pesquisa recente da GEM – Global Entrepreneurship Monitor revelou que a taxa de empreendedorismo no Brasil é a maior em 14 anos. Todos os anos, o Brasil ganha 600 mil novos negócios e, atualmente, já somos 1,5 milhão de Microempreendedores Individuais, de acordo com dados do Governo Federal.

Seja por identificarem uma nova oportunidade de mercado ou pelo aumento do desemprego causado pela crise econômica, os brasileiros decidiram de vez que apostar em um negócio próprio pode valer muito a pena!

Você ainda está em dúvida? Então continue lendo o nosso artigo! Descubra por que empreender pode ser um excelente caminho e veja que começar do zero não é a única opção.

2. Quais são as habilidades necessárias para empreender?

“Por que empreender se eu não possuo formação em administração ou qualquer experiência na área?”

Se essa é a sua desculpa para não tirar os planos do papel, mostraremos que a sua formação ou o seu histórico profissional não são nem de longe determinantes para que você conquiste o sucesso com um negócio próprio:

2.1. As características dos grandes empreendedores

É verdade que muitas pessoas procuram capacitação técnica para empreender, e estudar sempre é uma excelente forma de se sentir mais seguro e preparado. No entanto, os empreendedores de sucesso possuem habilidades que vão muito além do aprendizado acadêmico.

Antes de mais nada, é preciso ser uma pessoa corajosa e determinada. Afinal, o caminho do sucesso nem sempre é tranquilo e linear e, para enfrentar os altos e baixos, você precisa estar decidido de que é isso que você realmente quer e ter “sangue nos olhos” para correr atrás do que é melhor para o seu negócio.

A habilidade de escutar e compreender o que as pessoas precisam também faz toda a diferença em um empreendedor. Uma pessoa com boa visão de negócio consegue captar oportunidades com facilidade e, a partir daí, desenvolver serviços e produtos com grande aceitação de mercado.

Por fim, é muito importante entender que, para conquistar grandes objetivos, é preciso persistência e trabalho. Você até pode se considerar uma pessoa sortuda, mas, sem dedicação e resiliência, pode acabar desistindo antes mesmo de começar a colher os frutos daquilo que plantou.

2.2. Não deixe de aproveitar as oportunidades

Ainda há quem acredite que o Brasil não é um bom país para começar um negócio próprio. Essas pessoas com certeza não possuem uma das grandes características dos empreendedores de sucesso: visão de negócio.

O empreendedorismo no Brasil está cada vez mais sólido, e isso vale tanto para os negócios mais tradicionais quanto para novos formatos de empresas e startups. Isso tem acontecido porque é possível encontrar uma infinidade de cursos, livros e materiais que ajudam as pessoas a entender como o processo funciona e orientam quem deseja empreender.

Outra grande mudança que tem acontecido é o fato de o governo estar incentivando o empreendedorismo e tentando mudar aquele antigo cenário burocrático para abrir uma empresa. A Lei do Microempreendedor Individual é apenas um dos exemplos de como o poder público vem investindo em incentivar o surgimento de novas empresas e auxiliar os empreendedores.

3. Vale a pena abrir um negócio em odontologia?

Você já está começando a se convencer de que empreender pode não ser tão difícil quanto imaginava e de que talvez seja o momento de tirar os planos do papel e conquistar objetivos maiores. Mas será que é viável investir em odontologia como um negócio próprio?

3.1. Conheça melhor esse mercado

3.1.1. O mercado odontológico em números

Vamos começar a responder a essa pergunta com alguns dados do mercado odontológico.

Essa é uma área em que ainda há muitas oportunidades a ser exploradas, já que cerca de 30% brasileiros nunca foi ao dentista, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Isso vai de encontro ao fato de que 35% da população brasileira precisa de um tratamento odontológico, segundo a Agência Nacional de Saúde.

Se você está pensando que essa carência acontece por causa do baixo poder aquisitivo da população brasileira, estamos prestes a te provar que não é esse o caso. Mesmo com a crise, menos de 4 milhões de pessoas que tinham migrado das classes D e E para a C voltaram para a sua situação econômica anterior.

Além disso, o setor odontológico tem um crescimento médio de 17% ao ano. Ou seja, há um mercado enorme e carente de bons profissionais e clínicas!

3.1.2. Entenda o processo de abrir uma clínica

Qualquer negócio envolve trâmites legais e precisa cumprir alguns processos para que sejam abertos, isso é inevitável. Afinal, é a tão temida burocracia que garante com que empresas comprometidas e profissionais qualificados prestem serviços de qualidade e vendam produtos que não prejudiquem os consumidores.

Para empreender na área é preciso ser um profissional formado e ter registro no CRO ou contratar um profissional da área para ser o responsável técnico da clínica. O dentista também precisa fazer um registro na prefeitura da cidade em que pretende abrir a sua clínica para que seja feita uma análise e aprovação de viabilidade.

Por fim, é necessário solicitar os Alvarás do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária e fazer um cadastro junto ao Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES.

3.1.3. Saiba quais os custos envolvidos

Essa talvez seja uma das maiores dúvidas quando falamos em empreender no mercado odontológico, afinal, é preciso estar preparado e ciente dos investimentos necessários para estruturar a sua clínica e fazer com que ela seja um sucesso.

No entanto, essa é uma pergunta bastante complexa de ser respondida, uma vez que os custos vão depender do modelo de negócio que você escolher. Começar uma marca nova, por exemplo, pode demandar um investimento muito maior e abrir espaço para custos inesperados, justamente pelo o fato de você estar abrindo a sua clínica do zero.

Já o modelo de franquias pode garantir um planejamento mais apurado, uma vez que a franqueadora conhece o mercado e sabe quais os custos e investimentos envolvidos para estruturar a clínica com sucesso.

3.2. Marca independente ou franquia?

Apostar em um modelo de franquias pode ser muito vantajoso por vários motivos. Por contar com o apoio de pessoas que estão no mercado há muito tempo e já possuem um modelo de negócios que dá certo, as chances de a sua clínica conquistar o sucesso são maiores.

Além disso, as franqueadoras contam com um sistema de suporte e ensino que ajuda os empreendedores a conhecer melhor as áreas que não dominam, como finanças e marketing e, dessa forma, conseguir ferramentas mais eficazes para tocar o negócio.

Outro ponto importante que precisa ser considerado é o fato de que construir uma marca sólida e confiável do zero é um processo longo, trabalhoso e custoso. Por isso, começar com uma marca conhecida no mercado pode ser uma grande vantagem.

3.3. 3 passos essenciais para abrir uma franquia

Ficou interessado no modelo de franquias? Essa é uma forma de empreender com mais segurança de você que está no caminho certo, no entanto, alguns cuidados são necessários para que você escolha uma franqueadora confiável e que realmente te ajude no processo:

Passo 1: Faça a lição de casa

Escolher a franquia mais adequada envolve pesquisa e conhecimento do setor. Por isso, comece a levantar e analisar as opções disponíveis no mercado, os custos envolvidos, o nível de conhecimento da marca e a qual taxa de sucesso de quem já apostou no negócio.

Além de pesquisar na internet e entrar em contato com a franqueadora, uma excelente forma de fazer isso é conversar com os atuais franqueados da marca. Você pode tanto fazer uma visita como cliente quanto pedir uma ajuda enquanto empreendedor. O importante é que você tenha todos os dados em mãos para tomar a melhor decisão!

Passo 2: Olhe para si mesmo

Agora que você já sabe quais as melhores opções de franquias, chegou o momento de fazer outra análise importante: a do seu momento de vida e capacidade de investimentos.

Assim como é desagradável trabalhar em um lugar de que você não goste ou com o qual não se identifique, veja se a franquia escolhida tem a ver com o seu momento de vida e atende às suas expectativas. Não se esqueça, claro, de avaliar se os investimentos necessários realmente cabem no seu bolso ou se estão ao seu alcance.

Passo 3: Atente-se aos detalhes

A essa altura, você já estará com a franquia escolhida, certo da decisão que tomou e pronto para começar. No entanto, ainda há alguns detalhes que precisam ser pensados para que você não se arrependa mais tarde.

Primeiro, atente-se à Circular de Oferta de Franquia (COF), que funciona como uma espécie de contrato entre a franqueadora e o empreendedor. Veja se todas as cláusulas estão de acordo com o que você negociou e entenda se há alguma limitação de atuação para a sua clínica.

Depois, não deixe de planejar quais as etapas necessárias para escolher o local, fazer as reformas necessárias e dar início às operações. Uma boa dica para esse momento é montar um cronograma e manter um acompanhamento frequente dos fornecedores e custos.

4. Aumente a sua renda

Uma coisa é fato: a situação econômica está difícil para muitas pessoas. Para quem trabalha no mercado odontológico, a situação pode ser ainda mais complicada, uma vez que o salário depende diretamente da quantidade de pacientes que você pode atender por dia.


Quero ser franqueado


Pensando nisso, listamos algumas dicas que podem ajudar nessa tarefa tão difícil de aumentar a renda:

4.1. Invista em especializações

A tendência é que, quanto mais especializado você se tornar, mais valor consiga ter no mercado. Além disso, investir em estudos e congressos traz mais credibilidade para você enquanto dentista e pode servir de ponte para atrair mais pacientes.

Uma boa dica é procurar por áreas que sejam carentes de profissionais ou estejam em ascensão. As especialidades que podem ser associadas à outras atuações, como a odontologia estética, também costumam ser uma ótima forma de fazer parcerias e faturar mais.

4.2. Foque no bom atendimento

Por mais especializado e capaz que você seja, ninguém vai voltar a se consultar com você ou indicar os seus serviços para outras pessoas se não receber um atendimento de qualidade.

Por isso, investir no relacionamento e na satisfação dos pacientes é um excelente caminho para incrementar o faturamento. Lembre-se de que pacientes felizes retornam mais vezes e você ainda ganha valiosas indicações!

4.3. Abra um negócio próprio

Claro que se tornar um empreendedor não poderia faltar nessa lista. Quando você atua em uma clínica ou no consultório de outro profissional, o seu ganho é limitado e está relacionado exclusivamente aos pacientes que consegue atender. Com isso, tirar férias torna-se uma missão impossível e qualquer ausência necessária se transforma em uma grande dor de cabeça.

Com a sua própria clínica, as fontes de ganho são ampliadas, uma vez que você tem a possibilidade de chamar outros profissionais para trabalhar com você e, assim, potencializar os ganhos.

4.4. Alie-se a uma marca conhecida

Quando você consegue unir a sua experiência e especializações com um negócio próprio e uma marca consolidada no mercado, o céu é o limite! Marcas conhecidas carregam uma reputação que é difícil de ser conquistada do zero e que traz grande credibilidade para atrair mais pacientes e fazer da sua clínica um sucesso.

Como fazer isso? Simples, investindo em uma franquia! Além do benefício de trabalhar com uma marca de peso no mercado, você conta com todo o suporte e conhecimento de quem desenvolveu um modelo de negócios de sucesso e com alto potencial de ganhos!

5. Estratégias para se diferenciar no mercado

Investir em criar novos valores para a sua clínica, otimizar processos, fidelizar pacientes e potencializar a divulgação da sua clínica são diferenciais determinantes para o seu sucesso enquanto empreendedor.

Quer saber mais? Veja como investir nos diferenciais certos para potencializar os negócios!

5.1. Atenção para a gestão financeira

A saúde financeira da sua clínica é um fator crucial no sucesso do negócio. Pequenos deslizes ou falta de controle podem resultar em verdadeiros desastres e obrigar a sua clínica a fechar as portas.

Antes de mais nada, em hipótese alguma trate a sua conta pessoal em conjunto com a da clínica. Esse é um erro muito comum e que pode causar verdadeiros rombos no fluxo de caixa de uma empresa.

Você deve registrar todas as entradas e saídas do seu negócio e tratar a sua remuneração como a de qualquer outro funcionário. Dessa forma, você consegue prever custos, se antecipar a problemas no orçamento e descobrir o que pode ser feito para aumentar a margem de lucro.

Outro ponto importante é o fluxo de caixa. A sua clínica deve ter um estoque financeiro para cobrir as despesas enquanto o negócio não começar a dar lucro e manter uma reserva para eventuais imprevistos.

5.2. Invista em estratégias de Marketing

A divulgação é a alma do negócio, certo? Afinal, de nada vai adiantar abrir uma clínica incrível e super moderna se ninguém ficar sabendo da existência dela.

O marketing digital é o seu grande aliado nessa tarefa. Criar um site atrativo, apostar nas redes sociais e manter os pacientes informados sobre as novidades por meio de e-mail marketing são apenas alguns dos exemplos de ações que ajudarão a sua clínica a se destacar e atrair mais pacientes.

Uma ótima forma de conquistar visibilidade no mercado e se posicionar como referência é investir no marketing de conteúdo. Com ele, você pode desenvolver materiais exclusivos e que ajudem os pacientes a entender a importância dos serviços que você realiza e a tirar dúvidas.

Lembre-se de que o marketing é coisa séria e tem o potencial de construir uma imagem imbatível para a sua clínica. Por isso, o melhor caminho é contar com a ajuda de uma agência especializada que consiga apresentar as estratégias mais adequadas para alcançar os objetivos desejados.

5.3. Fidelização de pacientes: conheça o marketing de relacionamento!

Você sabia que custa muito mais caro atrair novos pacientes do que fidelizar aqueles que você já atende? É por isso que a fidelização é tão importante!

O marketing de relacionamento une uma série de estratégias que têm como objetivo aproximar os clientes das empresas e aumentar os níveis de satisfação. Dessa forma, eles sentem maior confiança na sua clínica, retornam mais vezes e ainda indicam-na para conhecidos.

Para tanto, o primeiro passo é investir na qualidade do atendimento e criar uma cultura voltada à satisfação do cliente. Conheça o seu paciente a fundo, saiba quais são os seus problemas e procure entender os motivos pelos quais ele retorna ou não à sua clínica.

Outra ferramenta muito bacana de relacionamento são os programas de fidelidade. Você pode pensar em ações que incentivem os pacientes a voltar, como complementar os serviços com manutenções.

6. Previna-se: os erros mais comuns na administração de clínicas odontológicas

Uma clínica é uma empresa como qualquer outra, por isso, você precisa levar a administração a sério e encarar o seu negócio com a visão de um empreendedor. Veja quais são os erros mais comuns na administração de clínicas odontológicas para que você consiga evitá-los!

6.1. Não dar a devida importância às secretárias

Alguns erros são muito comuns quando falamos de secretárias. O primeiro deles é acreditar que, por ter uma clínica pequena ou estar começando, você não vai precisar de uma.

Mas fique sabendo que essa é uma terrível falha que pode impactar diretamente a qualidade do seu trabalho. Imagine estar atendendo um paciente e precisar parar para abrir a porta? Ou perder ligações importantes porque estava muito ocupado?

Contratar uma secretária é um investimento para a sua clínica e, por isso, ela precisa ser treinada e orientada constantemente. É fundamental que a sua secretária seja cordial e organizada para que os pacientes se sintam bem atendidos e retornem mais vezes.

6.2. Ficar preso às metas

Não confunda ficar preso a uma meta com não traçar objetivos ou ser ambicioso. O problema aqui acontece quando você deixa de enxergar novas oportunidades ou não consegue fazer mudanças positivas em seu negócio porque está “cego” com as metas e não pensa em outra coisa a não ser o fato de que elas ainda não foram cumpridas.

Todo negócio precisa de um tempo de maturação e investimentos para crescer, por isso, nem sempre cortar ao máximo todos os custos ou deixar de lado fatores importantes, como o atendimento ao cliente, farão com que a sua clínica bata as metas e cresça de forma saudável.

6.3. Tentar agradar a todos

Reforçamos bastante ao longo do artigo a importância em focar a satisfação dos pacientes para que eles retornem e a sua clínica seja um sucesso. No entanto, é preciso saber separar o bom atendimento da obrigação em agradar a todos.

Nem sempre será possível encaixar um paciente de última hora ou atender a todos no horário marcado. É inevitável que, no meio do caminho, algumas pessoas fiquem insatisfeitas com algum contratempo, por isso, vale a pena ponderar a todo momento se vale a pena desagradar vários pacientes para deixar apenas um satisfeito.

6.4 .Deixar as dificuldades atrapalharem

Assim como em qualquer tipo de empresa, dificuldades e imprevistos vão acontecer, e nem sempre você chegará ao final do dia satisfeito com tudo. Nesses momentos, reclamar e se queixar de que as coisas não estão como você gostaria não vai ajudar em nada.

Lembre-se de que, para empreender, é preciso determinação e persistência. A satisfação de ver o seu próprio negócio crescendo e os seus sonhos sendo colocados em prática será muito maior no final das contas, por isso, mantenha a cabeça erguida e tente sempre focar o lado positivo.

Conclusão

Chegamos ao final do artigo e esperamos que você já tenha a resposta para a pergunta que fizemos logo no começo: por que empreender? Abrir um negócio próprio é uma excelente opção para colocar os sonhos em prática, explorar todo o seu potencial profissional e pessoal e aumentar os ganhos.

Pesquise sobre as opções de franquias odontológicas disponíveis no mercado e avalie se esse não é o modelo mais adequado para se aventurar de vez no mundo do empreendedorismo e conquistar excelentes resultados.

Quer começar a por em prática as dicas que demos aqui? Então baixe esse guia prático para montar a sua clínica odontológica e coloque as mãos na massa!

Postado em 26/09/2016.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin