Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Afinal, o açúcar faz mal aos dentes?


Afinal, o açúcar faz mal aos dentes?

Os doces estão inseridos no nosso dia a dia. Seja para afogar as mágoas ou para comemorar, para acompanhar o café ou de petisco, alimentos açucarados são constantemente ingeridos por nós. Mas você sabia que o açúcar faz mal aos dentes?

Tenho certeza que sua mãe e avó sempre te alertaram para não comer muito doce se não seus dentes estragariam. E elas estavam certas. A seguir, você vai descobrir como o açúcar faz mal aos dentes, qual a quantidade segura de consumo e quais os cuidados necessários após a ingestão.

Como o açúcar pode causar cáries?

Ao ser ingerido, o açúcar entra em contato instantâneo com bactérias cariosas que vivem em nossa boca. A partir desse momento, essa placa bacteriana começa a utilizá-lo como fonte energética e, como consequência, libera ácido.

Esse ácido que corrói e destrói os dentes faz cavidades, causa sensibilidade, dor e pode até levar à perda do elemento dentário; e isso é chamado de cárie.

Os doces podem desencadear outros problemas bucais?

Dependendo da propensão da pessoa, do tipo de bactérias que possui na cavidade bucal e da composição de sua saliva, em vez de desenvolver lesões cariosas, é possível que ela desenvolva periodontites.

A periodontite ocorre quando restos alimentares e bactérias são mineralizados pela ação da saliva. Ou seja, depois de comer se não houver higienização, os detritos formam cálculos grudados aos dentes, geralmente chamados de tártaro.

À medida que o acúmulo de tártaro e placa bacteriana aumentam, podem ocorrer inflamação na gengiva, com vermelhidão, sangramento e dor; e, se progredir, pode levar à reabsorção óssea e até a perda do dente.

Qual a quantidade segura de consumo?


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Na verdade, não existe uma quantidade segura ao consumo. Cada vez que algum alimento com açúcares é ingerido, as bactérias já começam a utilizá-lo ou a saliva dá início à sua mineralização. Não há como impedir as reações naturais da boca.

Contudo, é possível interromper sua progressão. Você é capaz de eliminar restos alimentares e parte da placa bacteriana apenas com a escovação. Se não existir uma fonte energética para as bactérias, as mesmas não conseguirão atacar os dentes e sua saúde bucal estará segura.

Quais os cuidados necessários após o consumo de alimentos açucarados?

Veja que o açúcar não é o verdadeiro vilão, a falta de escovação e higienização é que são os responsáveis. Os cuidados com a limpeza bucal são reflexo de sua preocupação com a saúde e até podem diminuir a necessidade de visitas ao dentista.

Idas periódicas a esse profissional são importantes para o diagnóstico precoce desses problemas, com a finalidade de identificá-los e paralisar seu desenvolvimento. Mas, se seus cuidados com a higiene forem presentes, as consultas, com certeza, serão mais baratas — já que não haverá necessidade de restaurações e tratamentos específicos.

É imprescindível escovar os dentes ao menos 3 vezes ao dia e passar o fio dental todos os dias; o uso de enxaguantes bucais e creme dental com flúor também ajudam a evitar a cárie. O ideal é que se escove os dentes até 15 minutos após a ingestão de doces para evitar qualquer tipo de dano.

Diminuir a ingestão de produtos açucarados, aumentar e melhorar a escovação são atitudes simples e rápidas que podem mudar sua qualidade de vida.

Entendeu como o açúcar faz mal aos dentes e que a higienização da boca é indispensável? Se você se preocupa com a sua saúde e de seus familiares, baixe nosso guia completo de saúde bucal e aproveite nossas dicas!

Postado em 22/05/2017.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter