Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia

Como funciona o mercado de franchise no Brasil? Conheça os dados!



O mercado de franchise é uma opção para os empreendedores que pretendem abrir um estabelecimento com uma marca conhecida no mercado. Na franquia, o dono (franqueador) permite aos interessados (franqueados) os direitos de uso de sua organização.

Atualmente, diversos investimentos proporcionam riscos para muitos empresários, contudo, esse tipo de empreendimento diminui a probabilidade de erros. Quando você abre uma franquia com uma marca já consolidada, é possível obter resultados melhores.

Isso porque a franquia já tem um público, um processo e um modelo experimentado e aprovado. Diante das pesquisas realizadas pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), percebemos que o mercado de franquias no Brasil tem se tornado evidente e vantajoso — marcas como O Boticário, AmPm Mini Market, Cacau Show, McDonald’s e Jet Oil são exemplos disso.

Neste post, explicaremos mais a respeito do funcionamento do mercado de franquias no Brasil. Vamos lá?

Franquias no Brasil

As franquias brasileiras são regulamentadas pela Lei n.º 8955, de dezembro de 1994. Além disso, elas apresentam um formato diferenciado do que geralmente é percebido no mercado.

Vale ressaltar que o Brasil está entre os principais países com realização de franchising, contando com um dos maiores números de unidades franqueadas. Muitos investidores utilizam as franquias como estratégia de ampliação de seu comércio e, além do criador da marca, também desfrutam de seu lucro.

A ABF é responsável pelo mercado de franquias no Brasil e representa os interesses do setor junto ao governo. Conforme a associação, o setor vem crescendo consideravelmente no país, sendo responsável por 2,3 do PIB nacional.

Tudo isso com mais de 2 mil redes e aproximadamente 100 mil unidades franqueadas, fornecendo em torno de 800 mil empregos. Nesse sentido, o Brasil tem evoluído mais do que a média de outros países e a expectativa é que o mercado em questão cresça ainda mais no decorrer dos anos.

Regiões com franquias brasileiras

No Brasil, existem as regiões com potencial para desenvolvimento e aquelas que já oferecem grandes possibilidades às redes em diferentes mercados.

De acordo com um levantamento realizado pela ABF, as franquias predominam nas grandes capitais. No entanto, o sistema de franchising vem se espalhando também em demais localidades. Campinas, por exemplo, é uma das cidades brasileiras com maior quantidade de estabelecimentos franqueados — somando mais de 1,7 mil.

Já a capital paulista apresenta mais de 11 mil unidades de franquias, seguida pelo Rio de Janeiro, com mais de 5 mil. Dessa maneira, vale destacar que o Sudeste é a região com maior cooperação no mercado de franquias nacional.

Os maiores segmentos de franquias no país

Como já mencionamos, a franchise vem ganhando destaque em todo território brasileiro. Contudo, alguns segmentos registraram maiores avanços no primeiro trimestre de 2018, representando alternativas melhores e mais viáveis para os empreendedores.

O segmento de hotelaria e turismo teve o melhor faturamento em relação a 2017. O desenvolvimento do e-commerce favoreceu para que essa modalidade tivesse uma boa execução no período de um ano.


Quero ser franqueado


Já o segmento de serviços e outros negócios teve o segundo maior desempenho no primeiro trimestre de 2018. Esse resultado foi obtido, especialmente, pelas franquias ligadas à área de logística, que assinalaram um aumento na quantidade de cargas transportadas no período.

Os setores de entretenimento e lazer se beneficiaram com a redução do endividamento das famílias e com os bons resultados na área de games e brinquedos, auxiliado pela baixa inflação.

Por fim, o ramo da alimentação vem apresentando um acréscimo na receita em ritmo constante. Isso em razão, principalmente, do aumento no hábito de comer fora de casa, da valorização das marcas e das constantes ações de comunicação para despertar o consumidor.

Apesar do desempenho dos diversos segmentos no sistema de franchising nos últimos anos, é preciso que exista bastante dedicação do franqueado. É sempre importante que o empreendedor busque por informações que possam ser relevantes ao negócio.

Dessa forma, conhecer o cotidiano da rede e entender como funciona o suporte são atitudes essenciais para que o fraqueado consiga alcançar o sucesso da marca em sua localidade. Seguindo as recomendações da franqueadora, os bons resultados são garantidos.

Fazer uso de uma marca já consolida pelo mercado é algo vantajoso para quem deseja empreender e ter lucro em curto prazo. Isso porque o retorno do investimento é obtido em torno de 18 a 24 meses, de acordo com a pesquisa produzida pela ABF.

Desempenho do sistema de franchising

Os dados recolhidos pela ABF contribuem para realçar as vantagens de se investir em franquias. Abaixo, observaremos os principais aspectos positivos do sistema de franchising.

Segundo a associação, no primeiro trimestre do ano de 2018, a receita do setor de franquias registrou um crescimento de 5,1 em comparação ao mesmo período em 2017. O faturamento passou de R$ 36,89 bilhões para R$ 38,76 bilhões.

Vale destacar que, apesar dos problemas advindos da política e de outros contratempos no mercado brasileiro, a franchising não parou de investir na eficiência de suas operações. Ela também apostou no desenvolvimento de formatos mais simples e na procura de novos mercados, canais de venda e públicos como forma de conservar seu progresso.

A pesquisa também mostrou uma ampliação de 0,9% no número de empregos diretos do setor nos três primeiros meses de 2018, com um total de 1.199.861 trabalhadores. A reforma trabalhista, além de permitir o progresso das marcas, possibilitou que as redes de franquias avançassem as contratações de maneira mais fácil.

Com bases nos dados colhidos no primeiro trimestre de 2018, a ABF revisa suas projeções para o fechamento do ano. A instituição estima que a elevação do setor de franquias será de 7% a 8% em termos de faturamento, 3% em número de unidades e 3% em volume de empregos diretos. Já a quantidade de redes franqueadoras deve permanecer.

Diante dos dados apresentados pela ABF, podemos concluir que o mercado de franchise é algo vantajoso para a sociedade brasileira e para os empreendedores. Ele contribui não só para o desenvolvimento do franqueador e do franqueado, como também para o desenvolvimento do país, aumentando os índices de emprego para a população.

Agora que você já sabe como funciona o mercado de franchise no Brasil, que tal continuar aprendendo sobre o assunto? Confira também o nosso post sobre o crescimento das franquias odontológicas no país!

Postado em 10/01/2019.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin