Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Saúde bucal e doenças do coração: entenda a relação entre elas!


Saúde bucal e doenças do coração: entenda a relação entre elas

Você já imaginou que o cuidado com a saúde bucal fosse importante para manter a saúde do seu coração? Provavelmente não. Afinal, esses órgãos parecem tão distantes um do outro e sem nenhuma conexão óbvia.

No entanto, você verá que não é bem assim, pois a boca e o coração estão ligados pela corrente sanguínea e algumas bactérias podem escapar das gengivas e parar no coração. Assim, surge uma condição chamada “endocardite bacteriana”.

O Instituto do Coração (Incor) demonstrou, em estatísticas, que cerca de 40% dos pacientes com essa doença apresentam condições de higiene bucal inadequadas. Confira, então, no nosso post a relação entre as doenças do coração e a saúde da boca:

Qual a relação entre as doenças cardiovasculares e a saúde bucal?

Especialistas em periodontia e cardiologia revisaram mais de 120 estudos médicos publicados e outros dados sobre o potencial associação entre o coração e saúde dental. Os resultados relataram o seguinte: a doença periodontal é um fator de risco para doença arterial coronariana, doenças dos vasos sanguíneos e artérias, além de oferecerem um risco maior para acidentes vasculares cerebrais e doenças obstrutivas dos membros inferiores.

Uma das hipóteses elaboradas pelos pesquisadores é que, talvez, os resquícios da parede celular das bactérias ao caírem na corrente sanguínea acabam provocando inflamações nos vasos sanguíneos, o que os deixa mais pré-dispostos a doenças obstrutivas, também causadas por processos inflamatórios.

Mas, em relação ao coração?


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Em relação aos problemas do coração propriamente ditos, a principal condição é a endocardite bacteriana. Ela acomete principalmente as válvulas do coração, onde as bactérias se instalam e formam uma “vegetação” local, que acumula também glóbulos brancos, restos celulares e fibrinas.

Se não tratada a tempo, a endocardite irá destruir a válvula, que é essencial para o bombeamento do sangue. Ocorrerá, então, um quadro de insuficiência cardíaca aguda e grave. Atualmente, a mortalidade dessa doença está na faixa dos 30%.

Quais são as precauções para uma boca saudável?

  • Escove os dentes e passe fio dental regularmente: para remover as bactérias formadoras de placas, escove durante pelo menos dois minutos, duas vezes por dia, e não pule a hora do fio dental;
  • Escolha uma dieta saudável e rica em nutrientes essenciais (especialmente vitaminas A e C);
  • Reduza ou elimine o açúcar e os amidos;
  • Evite cigarros e tabaco: mesmo o tabaco sem fumo pode destruir suas gengivas e aumentar suas chances de doenças cardíacas;
  • Visite o dentista para limpezas regulares e exames: ele poderá identificar sinais de doenças sistêmicas e gengivais desde o início. Sempre diga a ele seu histórico médico, as condições atuais de saúde e qualquer medicação que você está tomando.

Portanto, a saúde bucal não é mera questão estética. Ela tem uma relação direta com a saúde de todo o seu corpo, principalmente, o coração. Ela está ligada ainda a outras doenças, como a glomerulonefrite nos rins. Então, se sua gengiva está dolorida ou sangrando com facilidade, é hora de procurar o seu dentista e começar uma rotina de higiene bucal adequada!

Está preocupado com algum amigo que não cuida bem da saúde bucal? Então, compartilhe nosso post nas redes sociais e multiplique o conhecimento a respeito da importância da higiene da boca!

Postado em 02/09/2016.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter