Qual é o impacto da alimentação na saúde bucal? | Sorridents - Clínicas Odontológicas
Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Qual é o impacto da alimentação na saúde bucal?



Você já deve ter ouvido que saúde bucal e nutrição são assuntos que estão sempre relacionados, afinal de contas o que você come tem influência direta nas condições bucais, o que pode contribuir ou não para o surgimento de problemas.

Nesse sentido, a alimentação pode ser uma aliada ou uma grande vilã para sua saúde bucal e, portanto, a escolha dos alimentos que você consome é fundamental para que a sua boca seja saudável, isso porque a comida tem grande poder em fortalecer ou desgastar os dentes.

Dessa forma, conheça qual o impacto da alimentação na saúde bucal e descubra como ter cuidados para manter sua boca saudável!

Doenças periodontais causadas pela falta de nutrientes

As infecções que atingem as gengivas e tecidos de sustentação são conhecidas como doenças periodontais. Elas são comuns em pessoas que não mantêm uma boa higiene bucal ou que têm carências de nutrientes. Nesse sentido, a falta de nutrientes pode facilitar a progressão da doença e, em casos extremos, leva à perda dentária.

Além do mais, uma alimentação baseada em comidas industrializadas, com grande quantidade de sódio, gordura e açúcar, é prejudicial à saúde oral. Afinal, esses alimentos não contêm nutrientes de qualidade e a pessoa fica mais propensa a desenvolver doenças periodontais.

Aparecimento de manchas nos dentes

Dentes amarelados ou com manchas escuras podem ser resultado do consumo de alguns tipos de alimentos. Corantes e comidas muito pigmentadas deixam os dentes com o aspecto envelhecido e desgastado. Unindo isso a outros hábitos, como o tabagismo, apenas piora a situação.

Bebidas escuras, como café, vinho e refrigerante, costumam ser pigmentadas e têm corantes que deixam os dentes amarelados. Além disso, a ingestão desses alimentos formam a placa bacteriana, e, quando o esmalte dos dentes está desgastado, as manchas são ainda mais acentuadas.

Alimentos causam mau hálito


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Essa não é uma grande novidade, afinal quem nunca evitou comer pratos com cebola para não ter mau hálito, certo? A halitose (mau hálito) é o cheiro presente na boca e que pode surgir a partir de diversos motivos, como alterações no organismo ou pelo consumo de alguns alimentos.

Quando há a presença de problemas gengivais, má higienização e a boca está com baixo fluxo de saliva, a alimentação inadequada reforça o mau hálito. Portanto, é preciso ter atenção para evitar alimentos como cebola, laticínios, alho e outros. Manter a higiene bucal em dia também é uma dica de outro para evitar a halitose.

Aparecimento de cáries

Um dos piores problemas que a alimentação, somada ao não cuidado com a boca, pode gerar é o aparecimento de cárie. O consumo de açúcar é uma espécie de combustível para bactérias e isso traz como resultado dentes cariados. Alguns alimentos são ricos em açúcares, como doces, enlatados, refrigerantes e outros alimentos.

Esses alimentos aumentam as chances do aparecimento de cárie. Por outro lado, o consumo de algumas frutas, legumes e verduras servem como “detergentes” e ajudam a deixar os dentes mais limpos. Entre eles estão a cenoura, maçã e outros.

Além de conhecer o impacto da alimentação na saúde bucal e passar a consumir alimentos mais saudáfveis, é importante visitar seu dentista periodicamente. Dessa forma, você consegue manter a sua boca saudável e evita uma série de problemas.

Gostou de conhecer essas dicas? Deixe um comentário e conte como você cuida da sua saúde bucal!

Postado em 06/09/2021.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter