Agende a sua avaliação
Ou agende pelo telefone 0800 601 1520

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Entenda sobre perda e hipoplasia de esmalte



Sabe o é perda e hipoplasia de esmalte dentário? Sobre a perda do esmalte é provável que você já tenha ouvido falar, pois é o assunto bem comum. Já a hipoplasia é um tema menos conhecido.

O esmalte dentário é o que você vê: a camada que reveste o dente, protegendo seus elementos internos da cárie e da sensibilidade. É a parte mais mineralizada e dura da estrutura dental, responsável por preservar a integridade da polpa dentária e da dentina.

Ficou curioso e quer saber mais sobre o assunto? Antes de correr para o dentista, leia abaixo sobre causas, consequências e tratamento para a perda do esmalte dos dentes.

Quais fatores provocam a perda do esmalte dentário?

A perda do esmalte dentário pode ser causada pelo consumo excessivo de alguns alimentos ou estar associada a outras doenças, como refluxo gástrico, por exemplo. Veja outras causas do problema:

  • Bruxismo: o ranger dos dentes causa atrito, desgastando o esmalte;
  • Consumo excessivo de bebidas alcoólicas, refrigerante e doces: essas bebidas e alimentos têm grande quantidade de ácidos. Em excesso, corroem a parte externa do dente;
  • Escovação dos dentes: a força colocada na escovação, o tipo de pasta utilizada e uma escovação deficiente podem danificar o esmalte dentário;
  • Morder objetos duros: esse hábito pode fraturar o dente;
  • Medicamentos: medicamentos como aspirina, que são ácidos, também contribuem para a desmineralização do dente;
  • Fatores sistêmicos ou hereditários, como a hipoplasia do esmalte.

O desgaste do esmalte provoca alterações nos dentes?

Quando há desgaste no esmalte dentário, o dente perde sua estrutura de proteção e fica mais suscetível ao aparecimento de cáries. Os dentes também ficam mais sensíveis, principalmente quando ingerimos alimentos quentes ou gelados. Além disso, podem aparecer manchas esbranquiçadas ou escuras nos dentes, além de fraturas.

Como restaurar o esmalte dos dentes?

A primeira coisa a ser feita para restaurar o esmalte dentário é identificar o que causou o problema. Podem ser aconselhadas mudanças de hábitos alimentares, cuidados com a escovação e uso de placas miorrelaxantes.

Em casos mais graves de perda excessiva do esmalte, o dentista vai indicar soluções como coroas ou facetas de porcelana. 

O que é hipoplasia do esmalte dentário e como ela afeta a mineralização dos dentes?


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


A perda de esmalte nos dentes pode ser causada por um problema sistêmico, como a hipoplasia, que é uma falha na mineralização da camada externa do dente, que não se forma completamente.

O problema pode afetar um ou vários dentes e causa manchas (brancas ou escuras) na dentição. Acontece também em crianças, que ainda possuem os dentes de leite.

As causas da hipoplasia podem ser hereditárias, por trauma sofrido no dente ou ainda por falha nutricional, quando os dentes ainda estavam se formando.

As manchas causadas pela hipoplasia do esmalte podem facilitar o aparecimento de cáries, além comprometer a estética do sorriso.

Por isso é tão importante a visita ao dentista a cada 6 meses, pois ele pode identificar estes e outros problemas e propor as melhores soluções, mantendo sua integridade bucal. 

Após a leitura, quais suas dúvidas sobre a perda e hipoplasia do esmalte dentário? Conte pra gente, deixando seu comentário!

Postado em 20/10/2017.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter