Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Abscesso no dente: saiba o que é, causas e tratamentos



Imagine uma situação em que você vivencia uma irritação bucal. Até aí, tudo soa dentro da normalidade, mas a circunstância pode se agravar com a entrada de bactérias e o desenvolvimento de uma infecção — que, por sua vez, ainda pode ocasionar um inchaço repleto de pus. Esse cenário também é conhecido como abscesso no dente.

Se você ficou assustado e quer entender um pouco mais sobre o assunto, está no lugar certo! Leia este post sobre o assunto até o final. Vamos lá?

Afinal, o que é abscesso no dente?

Como adiantamos, um abscesso dentário é caracterizado por um acúmulo de pus ocasionado por uma infecção bacteriana. Essa situação pode acontecer em diversas regiões do dente (e também por razões diferentes). É isso mesmo: os abscessos podem ter “tipos” diferentes.

O abscesso periodontal, por exemplo, normalmente acontece por uma infecção no espaço entre o dente e a gengiva. Por outro lado, o tipo periapical ocorre quando o canal do dente fica contaminado, por isso, surge na ponta da raiz dentária.

O que causa essa situação?

Como já adiantamos, essa situação acontece quando uma bactéria se instala no espaço entre a gengiva e os ossos da face (ou do pescoço). Caso o dente não receba tratamento nesse tempo, pode-se formar um abcesso.

Entre os principais fatores de risco podemos destacar a falta de higiene oral e uma dieta desequilibrada — destacando, ainda, aquelas que são ricas em açúcar.

Quais são os sintomas mais comuns?

Na maioria dos casos, o aparecimento do abscesso no dente está fortemente relacionado à dor, por isso, a maioria dos pacientes procura tratamento de forma rápida. Somado a isso, costumam aparecer também: vermelhidão na área afetada, sensibilidade, dificuldade de mastigar (ou, até mesmo, de abrir a boca), dente escurecido e inchaço nos gânglios do pescoço.

Quando atinge um estado avançado, pode causar osteomielite, que é uma infecção no osso. Ela é causada pela mesma bactéria, que se espalha pela corrente sanguínea. Nesse caso, o paciente pode sofrer com náuseas, vômito, febre e diarreia.

Como realizar o diagnóstico e o tratamento?

O melhor caminho para um diagnóstico efetivo envolve uma consulta rápida com o dentista. Ele é o profissional capacitado para entender o que está acontecendo e realizar uma drenagem para liberar o pus e aliviar a dor.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


A situação costuma ser diagnosticada com o exame físico, mas também pode ser necessário um raio-X para verificar infecção em outras áreas da boca. Caso a situação tenha se agravado para a osteomielite, é bom procurar a ajuda de um médico também!

Quanto ao tratamento, ele pode ser diferentes para cada caso. De toda forma, os procedimentos não costumam variar muito de:

  • drenagem do abcesso (para retirada do pus);
  • tratamento de canal (para eliminar a infecção);
  • extração do dente afetado (caso ele não possa ser salvo);
  • uso de antibióticos (caso a infecção tenha se espalhado para os dentes vizinhos ou outras áreas);

É bom destacar que nem todos os tratamentos precisam passar por todas as etapas. 

Como se prevenir?

A melhor forma de prevenir situações desse tipo envolve a higienização completa. Por isso, escove os dentes ao menos 3 vezes ao dia, use o fio dental de forma recorrente e troque a escova de dentes de tempos em tempos. Além disso, evite alimentos ricos em açúcar e visite o dentista regularmente. 

Adotando práticas como essas você reduz consideravelmente as chances de ter que lidar com uma complicação desse tipo.

Depois de acompanhar um panorama completo do que é um abscesso no dente e possíveis tratamentos, esteja atento a qualquer um dos sinais e procure um dentista especializado. Tenha em mente que uma situação como essa merece todo o cuidado!

Se você gostou do nosso conteúdo e quer acompanhar o que temos produzido sobre como manter a saúde bucal em dia, siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook, Instagram, YouTube e Twitter.

Postado em 02/07/2019.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter