Prótese dentária

Clínico Geral para atendimento de procedimentos odontológicos

 

Prótese dentária | Sorria com segurança, com conforto e com vontade!

Alguns traumas e problemas bucais podem causar a perda dos dentes ao longo do tempo. Uma excelente alternativa para repor os dentes são as próteses dentárias, Isso porque existem diversas soluções de próteses: fixas, móveis, total ou parcial.

Além disso, podem ter função estética, fonética e mastigatória, e proporcionar melhorias ao sistema estomatognático.

prótese dentária

Prótese Dentária: Preço, Móvel, Silicone, Porcelana

 

A saúde bucal é um assunto que deve ganhar a atenção de todas as pessoas, independentemente da sua faixa etária. Quando perdemos um ou mais dentes, por motivos diversos, surge como alternativa o uso da prótese dentária.

 

Hoje, existe uma grande variedade de próteses que se adequam perfeitamente às necessidades de cada indivíduo, dando um ar natural ao sorriso, facilitando o processo de mastigação e melhorando a qualidade de vida.

 

Antes de realizar um procedimento sugerido dentro do consultório dentário, é fundamental conhecer bem todas as opções, tirando as principais dúvidas e seguindo à risca as recomendações do seu dentista.

 

O que é a prótese dentária? e Quais os tipos?

 

As próteses dentárias são substituições artificiais para os dentes naturais. São confeccionadas, de acordo com as necessidades de cada pessoa, por um profissional específico dentro da área odontológica – o protético.

 

Após a extração de um ou mais dentes, é realizada uma avaliação da cicatrização da área e do estado de saúde da boca e demais dentes pelo dentista, que indicará qual a melhor opção para cada caso.

 

Existem duas alternativas principais de próteses que se diferem bastante entre elas: as móveis e as fixas. Além disso, elas ainda podem ser divididas em convencionais, imediatas, totais e parciais.

 

Prótese dentária móvel

 

A prótese dentária móvel é mais conhecida como dentadura e pode ser total ou parcial. As totais servem para a substituição de todos os dentes da boca, ao passo que as parciais são uma espécie de aparelho dentário para substituir um ou dois dentes perdidos, mas que a sua volta ainda restam remanescentes. Elas se encaixam com a ajuda de pequenos ganchos metálicos.

 

Esse tipo é usado quando o paciente sofre com a falta de muitos dentes, mas não pode utilizar a prótese total, pois comprometeria toda a estrutura dentária.

 

Assim, deve-se apelar para uma prótese móvel. Com esse método, os dentes faltantes são colocados em uma espécie de grampo, para que eles possam apoiar uns aos outros.

 

Uma das principais vantagens desse tipo de prótese é o seu custo. Por ser um procedimento mais simples e por ser bastante popular, financeiramente, esse é o modelo que mais vale a pena. Se você não pode investir muito, mas quer um sorriso bonito, essa é uma ótima opção!

 

As próteses móveis também são muito práticas na hora da higienização, já que é fácil retirá-las para escovar e limpar sempre que necessário. É uma ótima maneira de cuidar muito bem dos seus dentes novos.

 

Prótese dentária de silicone

 

A utilização de silicone em próteses dentárias da categoria removível, surpreendentemente, é um procedimento do passado. Ele teve início em 1990 e possibilitou o uso para uma repaginação de dentaduras, até como substituição da estrutura metálica de pontes móveis. Porém, aquilo que aparentava ser um grande avanço da indústria de odontologia foi (com exceção de situações muito específicas) um fracasso total. Isso porque as próteses tradicionais como o material em acrílico ainda fazem a representação de grande parte dos tratamentos.

 

O que se pretende com a colocação do silicone na prótese dos dentes é fazer a substituição da parte com rigidez que permanece em contato com as mucosas e gengivas. Este material, que possibilita ser empregado de maneira borrachoide ou até mesmo de maneira plástica semi-rígida, alavanca benefícios que possibilitam até mesmo a dispensa das mesmas, em determinados casos. A prótese dentária de silicone é indicada principalmente para:

 

  • Reembasar dentaduras provisórias posteriormente a instalação dos implantes;
  • Pós exodontia total ou parcial
  • Reembasar dentaduras provisórias e pontes móveis para tratar infecção por fungos;
  • Substituir a estrutura metálica estética das próteses de modelos pontes móveis;

 

As condições que têm maior frequência na utilização de dentaduras e pontes em silicone são decorrentes de alternativas de uso efetivo do material, em grande parte dos casos. É a situação da prótese móvel flexível, por exemplo, que trata-se de uma categoria reservada ao melhoramento do sorriso estético por meio de grampos.

 

O que acontece, de forma muito frequente, é a reclamação da prótese parcial removível de silicone em relação a dificuldade de mastigação e da fonação, além de apreensões débeis de estrutura. Outro relato que pode acontecer é a dificuldade efetiva de adaptações e fragilidades às quedas.

 

Isso ocorre em virtude do material macio para o reembasar de dentaduras, que motiva vários problemas. Há a necessidade de atentar-se aos limites dessa estratégia de flexibilidade para que se evite frustrações com os resultados pretendidos pelo tratamento.

 

Prótese dentária fixa de porcelana

 

Essa categoria de prótese fixa é utilizada somente em situações em que o paciente perde poucos dentes. Nessa situação, é feita uma ponte fixa, na qual o dente colocado tem apoio dos outros dois — um de cada lado, ou, apoio sobre implantes.

 

São indicadas para quem deseja substituir uma perda total ou parcial de dentes quando ainda se tem a maior parte da dentição natural na boca e, uma dentadura não é necessária. Perder um dente ou vários é algo muito natural e as razões desse feito podem abranger uma diversidade de justificativas.

 

Elas podem ser implantadas por meio de coroas individuais ou pontes. Para fixá-las, pode ser necessário promover o desgaste do dente que vai servir como base para a prótese, os dentes ao redor são muito importantes como apoio. Ou, poderá ser fixada através de implantes, realizando a reposição total de dentes perdidos, ou parcial.

 

Apesar das próteses móveis estarem evoluindo muito e se tornado cada vez mais bonitas e naturais, elas ainda não conseguem se igualar à estética  e a funcionalidade das próteses fixas, principalmente pelo fato de, na maioria das vezes, ser apenas um dente, o resultado fica bastante natural e quase imperceptível em algumas situações.

 

A durabilidade de uma prótese de dentes varia de acordo com o material do qual ela é feita, entre outros fatores. Geralmente, as fixas são criadas de materiais mais resistentes, que duram por bastante tempo, como a porcelana ou a resina.

 

Enquanto o conforto e a segurança podem ser uma desvantagem para as próteses móveis, esses quesitos são algumas das principais vantagens das fixas.

 

Prótese dentária removível com encaixe

 

A utilização da instalação de encaixes internos à prótese fixa de dentes em material de porcelana – que pode ser a jaqueta ou coroa – é um método do passado que objetiva a eliminação de grampos em metal que envolvem dentes anteriores, que geralmente estão visíveis ao sorrir ou falar.

 

As vantagens das próteses de dentes removíveis com encaixe são: a estabilidade e retenção de seu tratamento. Pode acontecer uma desvantagem, que deve ser considerada antes de realizar o procedimento: todas as vezes que se efetua a troca do tratamento, coroas e jaquetas devem ser refeitas, tornando o custo do serviço ainda maior ao fim do tratamento.

 

Prótese dentária com grampo invisível

 

A vantagem da prótese dentária com grampo invisível em relação à removível metálica é exatamente o grampo que tem a confecção de mesma coloração da gengiva ou do dente. O teor estético, neste caso, é considerável altíssimo. Em grande parte das situações, o grampo móvel flexível não tem percepção mesmo para aqueles que são muito próximos aos que utilizam a prótese de dentes, em questão.Porém,a funcionalidade é comprometida.

 

Prótese dentária removível com grampo

 

São próteses dentárias removíveis e parciais – PPR – ou pontes móveis que possibilitem ou não a combinação com as infraestruturas em metais na região, que percebem a área interna da boca, em confecção com algum modelo de resina denominada de poliamida – que se assemelha ao NYLON – que tem resistência e flexibilidade para possibilitar a confecção de grampos. Estes se localizam na região que ficará com maior visibilidade posteriormente, a prótese dentária instalada na boca.

 

Prótese dentária flexível

 

Que tal fazer a substituição dos grampos em metal que surgem ao sorrir ou na hora de conversar, por opções que têm construção da coloração dos próprios dentes e gengivas? Neste caso, estamos falando da prótese removível parcial, que trata-se de uma estratégia de valor mais alto e com construção total em produto acrílico dotado de flexibilidade.

 

As soluções em relação a estética, de modo a sempre surpreender, fazem o contraste da permanência de mastigação por meio desse sistema móvel. A partir de indicação restrita, possibilitam ser opções interessantíssimas para situações bem específicas.

 

A prótese dentária flexível é uma estratégia do passado como opção a um artefato de remoção com grampos em metal. Além de realizar a eliminação do metal que se evidencia ao sorrir ou falar, o sistema da prótese flexível faz a recomposição dos dentes que faltam com colorações de maior naturalidade. Neste caso, o dispositivo protético é, de fato, impossível de ser percebido.

 

As vantagens dessa estratégia, a partir da prótese dentária flexível, evidencia-se em comparação aos tratamentos tradicionais com pontes móveis. É muito simples perceber como os elementos estéticos desse sistema, promovem uma maior autoestima e segurança de pessoas que possuem diversas perdas de dentes.

 

A questão é que nem sempre há só pontos positivos para que se trate as condições dentárias com próteses. Além de dificuldades maiores para adaptações de início ao tal dispositivo, há desconforto ao longo de mastigações para aqueles que perderam muitos dentes ou que destacam fraturas nos materiais que possibilitam contratempos, com frequência à utilização de prótese dentária flexível.

 

Entretanto, é preciso compreender os métodos de prevenção e solução dos problemas, como atitudes fundamentais para um tratamento de sucesso.

 

As informações anteriores foram úteis? Compartilhe sua experiência nos comentários e ajude outras pessoas a tirarem suas dúvidas!

Agende a sua avaliação
Ou agende pelo telefone 0800 601 1520

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Assine nossa newsletter

e receba conteúdos exclusivos.

Blog Saúde Bucal