Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia

Inteligência de mercado: entenda a importância da ferramenta para seu negócio!


Inteligência de mercado

Como andam as finanças do seu consultório? Os clientes têm procurado pelos seus serviços, indicado para os amigos e feito as consultas de retorno? Você já consegue tratar pacientes preventivamente ou eles só procuram por você quando acontece um algum problema? E seus concorrentes, como trabalham? Como é a estrutura e o estilo de atendimento dos demais dentistas da sua cidade? Inteligência de mercado é saber como tudo isso se comporta e tirar vantagem para atender melhor a demanda existente.

O que é inteligência de mercado?

Inteligência de mercado é uma ferramenta muito importante para o sucesso do seu negócio. Com ela, você levanta o maior número possível de dados, informações sobre a sua própria empresa, sobre os clientes, sobre o mercado como um todo e sobre a concorrência, com o objetivo de fazer uma análise ampla e completa sobre todo o cenário e escolher conscientemente e estrategicamente quais serão seus próximos passos e como eles serão mais rentáveis.

Algumas das vantagens de utilizar a inteligência competitiva são: conhecer melhor seus clientes, entender quais são os reais problema do mercado, conhecer melhor o seu próprio segmento, entender como os clientes estão se comportando com serviços do seu segmento, conhecer quem são os principais concorrentes, acompanhar tendências, verificar evoluções e ações dos demais profissionais e, por fim, poder oferecer novos produtos ou serviços, com base estatística em tudo o que você já sabe.

Além de evitar erros comuns na administração de uma clínica, você pode organizar um painel de indicadores com todas as informações que estão sendo coletadas. É importante ressaltar que não adianta apenas coletar uma infinidade de números e estatísticas, se você não fizer uma análise adequada. É a inteligência que gera informação relevante para o seu negócio.

Conceito de Clinical Business Intelligence

Como falamos até agora, a coleta e a análise dos dados estão sendo cada vez mais fundamentais para gerir de forma útil e estável um negócio. Quando levamos esse conceito mais especificamente para a área da saúde, fica ainda mais preciso e necessário. Clinical Business Intelligence (CBI) nada mais é do que a utilização da análise de dados para melhorar ainda mais a prestação de serviços e cuidados com o paciente. Com essas informações, profissionais da saúde podem tomar decisões mais rápidas e acertadas relacionadas ao próprio paciente, tornando o atendimento ainda mais eficiente, melhorando a qualidade do serviço e deixando o cliente mais satisfeito.

Os impactos podem ir desde um simples atendimento inicial até um procedimento mais complexo ou cirúrgico, em que as informações adquiridas ao longo do processo podem fazer toda a diferença, inclusive na recuperação do paciente. Um bom exemplo é coletar e arquivar o histórico familiar e pregresso do paciente para uma administração mais eficaz de medicamentos.

Big Data e interpretação de dados

Vamos entender melhor o que toda essa coleta e interpretação de dados quer dizer? A verdade é que estamos todos muito conectados e fornecendo informações sobre nós mesmos o tempo inteiro. É possível identificar padrões de consumo e de comportamento com uma facilidade muito maior do que era antigamente. Então, a coleta de dados hoje já não é mais a grande questão. Os dados estão na rede, disponíveis e não é preciso muito esforço para captá-los. A grande questão é: como interpretar os dados que coletamos?

Uma pesquisa feita pela KPMG Capital mostrou que 99% dos entrevistados já acreditam que Big Data é importante para a tomada de decisões. Apesar disso, 85% afirmam ter dificuldades para analisar e interpretar com cuidado e apenas 25% dos entrevistados aplicam efetivamente os insights revelados por meio dos estudos.


Quero ser franqueado


Se apenas 25% aplica o que descobre, quer dizer que muita informação é deixada de lado, ou seja, oportunidades claras de negócio são perdidas porque as pessoas não dedicam tempo à análise e à discussão do que foi descoberto. Por isso, é preciso agir depois de analisar e coletar todos os dados.

Saiba como utilizar a inteligência de mercado

É importante que os dados coletados não fiquem retidos com apenas um setor ou um grupo de pessoas. Imagine que é uma informação que pode mudar o comportamento inclusive do funcionário que atende o telefone e faz os agendamentos das consultas. Por isso, é importante fazer uma avaliação e dividir o maior número possível de informações.

Também é provável que você precise de algumas ferramentas específicas, tecnologias e sistemas de coleta, para conseguir implantar especialmente um sistema de Clinical Business Intelligence, trazendo valor não só para a clínica, mas também mostrando para o paciente a importância de coletar e armazenar dados. Imagine o nível de fidelização adquirida com pacientes, que sabem que todo o histórico odontológico está devidamente documentado e é utilizado sempre que preciso!

Quando você tem um direcionamento real, não fica tão difícil saber quais são os dados mais relevantes e quais não são, mantendo o foco naquilo que importa para que você e sua empresa ganhem em desempenho e competitividade.

Perfil do público e segmentação adequada

Agora é possível entender qual é o perfil de cada um dos seus pacientes e fornecer uma experiência única durante uma consulta ao dentista. Achou exagero? Mas não é. Imagine que, além de todos os dados médicos, históricos familiares e tudo mais, você também tenha no arquivo alguns dados pessoais do seu paciente. Coisas simples como gosto musical, sabor preferido de creme dental, se gosta de clima frio ou quente, programas preferidos de televisão etc.

Assim que ele chega ao seu consultório, você já preparou tudo para recebê-lo. Deixou a sala em uma temperatura confortável e escolhida pelo paciente, sintonizou uma playlist com músicas que ele gosta ou no seriado que ele assiste na televisão. O creme dental utilizado é o sabor preferido dele. São pequenas coisas que vão surpreender seu paciente e fazê-lo ter certeza de que você está preocupado também com o bem-estar dele, não apenas em fazer seu serviço. Detalhes como esses fazem a entrega e a experiência ser muito mais completa, permitindo que você se diferencie dos seus concorrentes e criando, inclusive, uma sensação de exclusividade e pertencimento no paciente.

Gostou do nosso conteúdo sobre inteligência de mercado? Aproveite e confira também como fazer a gestão de um consultório odontológico.

Postado em 22/08/2016.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin