Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia.

Dentista: entenda a importância de ter equipamentos odontológicos modernos


Dentista: entenda a importância de ter equipamentos odontológicos modernos

Contar com modernos equipamentos de dentista pode ajudar o seu consultório a se diferenciar no setor, fidelizando seus pacientes, diminuindo o tempo dos procedimentos e oferecendo tratamentos de excelência até mesmo para os casos mais complexos.

Modernizar-se e estar sempre de olho nas principais novidades do setor são atitudes fundamentais para qualquer profissional que deseje ter uma clientela fixa e satisfeita.

Você ainda tem dúvida sobre os principais equipamentos e a vantagem de contar com esses aparelhos na sua rotina? Continue a leitura do texto e saiba tudo sobre esse assunto!

Quais as vantagens de contar com equipamentos odontológicos modernos?

Um consultório bem equipado é essencial para que o dentista consiga realizar o seu serviço de modo rápido e preciso, garantindo um atendimento de excelência para todos os seus pacientes. Confira agora as principais vantagens disso.

1. Redução de custos

Usar os equipamentos odontológicos certos e adequados a sua especialização é essencial para promover atendimentos mais rápidos, precisos, de maneira mais simples e com custos reduzidos.

2. Bem-estar do paciente

Além disso, a tecnologia também pode funcionar em benefício do seu paciente. O recurso visual trazido pelas imagens em 3D, por exemplo, pode ajudar você a “educar” o seu cliente sobre a necessidade de cuidar melhor de sua saúde bucal, mostrando os pontos críticos que merecem atenção ou explicando melhor como será a realização de determinado procedimento.

Para aqueles pacientes que sofrem com a fobia de ir ao dentista, ter um consultório mais bem equipado também pode ajudar, afinal os procedimentos serão feitos de maneira mais rápida e menos dolorosa e traumatizante.

3. Precisão nos procedimentos

Outra vantagem é a possibilidade de realizar tratamentos mais precisos — o que é especialmente vantajoso nos casos mais complexos e que podem demandar uma averiguação mais precisa da situação do paciente.

4. Retorno financeiro

Embora algumas vezes contar com determinados equipamentos de dentista modernos possa significar custos extras ao seu consultório, você poderá ter vantagens financeiras a longo prazo que amortizarão o seu investimento, como:

  • aumento do número de pacientes (expandindo sua atuação também para os casos mais críticos, para pessoas com fobias e atendendo um número maior de pacientes em menor tempo);
  • fidelização dos pacientes;
  • diferenciação da clínica, que poderá ser vista como um centro de excelência dentro da sua área de atuação;
  • facilidade no seu dia a dia e certeza de que os tratamentos estão sendo feitos da melhor maneira possível;
  • possibilidade de realizar outros tipos de tratamento, variando o seu atendimento e ampliando os seus ganhos;
  • aumento da relação de confiança com seus pacientes, que passarão a indicar você para amigos e familiares.

Bem, os benefícios por si só, já representam grande valia para o serviço de dentistas, mas há que se destacar também as consequências do não uso de equipamentos de qualidade com problemas de segurança, mau funcionamento e diagnóstico impreciso.

Além disso, a baixa qualidade de ferramentas reflete negativamente a imagem perante os pacientes, ou seja, também contribui como marketing negativo, afastando a possibilidade de melhor satisfação no atendimento e retorno de clientes.

Quais os principais equipamentos odontológicos e suas vantagens?

Embora os equipamentos odontológicos possam variar de acordo com a área de atuação, existem muitos que merecem destaque e que têm, realmente, transformado o atendimento e melhorado a relação com os pacientes, dando ao dentista ainda mais segurança na realização de inúmeros procedimentos. Confira os principais aos quais você deve ficar atento.

1. Sistema CAD/CAM

Em tradução livre, podemos dizer que CAD/ CAM é um acrônimo para “desenho guiado por computador” e “fabricação guiada por computador”, respectivamente.

O sistema CAD pode ser usado tanto em procedimentos intraorais como em laboratoriais, e funciona por meio de um scanner capaz de fazer uma varredura completa de todas as estruturas, que devem ser copiadas (tanto na boca do paciente, como em um molde em gesso).

Essas informações são transmitidas a um computador com um software específico capaz de gerar uma imagem tridimensional de todas as estruturas escaneadas.

Esse sistema pode ser utilizado na reabilitação proteica, permitindo que o dentista reconfigure a forma e a função com mais facilidade e precisão. Ele também pode ser aplicado à ortodontia, de modo a permitir o planejamento virtual dos tratamentos ortodônticos, dando mais segurança de atuação ao profissional.

O sistema CAM produz, através de uma fresadora de impressão em 3D, a reabilitação desejada. O mais interessante é que essa impressão pode ser feita em vários materiais, como blocos de cerâmica feldspática, titânio, zircônia, resinas para próteses temporárias e muito mais.

2. Câmera intraoral

Essa é uma ferramenta muito importante no auxílio da detecção e na prevenção de doenças bucais. Com ela, o dentista poderá visualizar todos os detalhes da condição dental do paciente, tornando mais fácil fazer diagnósticos e tratamentos.

A câmera ainda ajuda na hora de explicar a situação aos pacientes, já que gera imagens precisas de áreas que a pessoa não pode visualizar na sua boca, permitindo ao profissional uma explicação mais acertada.

Hoje, as câmeras intraorais são modernas e fáceis de manejar, com excelentes especificações, podendo fazer um registro preciso de todas as partes da boca do paciente — e ajudando na documentação da evolução do tratamento.

3. Tomografia computadorizada cone beam


Quero ser franqueado


A tomografia Cone Beam tem sido muito usada na odontologia moderna porque permite ao dentista ter acesso a imagens tridimensionais, o que facilita o planejamento de tratamentos, sobretudo na implantodontia.

Ela funciona de maneira semelhante aos equipamentos de raio-x panorâmicos, porém com qualidade digital de imagem bastante superior, uso de baixíssima dose de radiação e, claro, gerando imagens tridimensionais.

Além da implantodontia, a tomografia Cone Beam pode ser aplicada em inúmeras áreas da odontologia, entre outras aplicações, para:

  • localizar pequenas trincas e fraturas;
  • visualizar forma, tamanho e número dos canais radiculares;
  • avaliar o grau de reabsorção radicular dos dentes adjacentes de caninos retidos;
  • auxiliar no diagnóstico e na delimitação de lesões patológicas;
  • observar anomalias na Articulação Têmporo-mandibular;
  • determinar a quantidade de osso para tratamento ortodôntico.

4. Microscópio operatório

Esse aparelho oferece inúmeras vantagens a vários tipos de tratamentos odontológicos, com destaque especial para a endodontia, já que ele permite a iluminação e a visualização do campo operatório do dentista.

Veja alguns benefícios desse aparelho para essa área:

  • ajuda na localização de canais calcificados;
  • identifica istmos;
  • detecta microfraturas;
  • interpreta complexidades do sistema de canais radiculares;
  • ajuda no tratamento de casos complexos, auxiliando na remoção de núcleo intracoronário e de instrumentos fraturados nos condutos radiculares.

O microscópio operatório ainda poderá ser adaptado a uma microcâmera permitindo uma documentação precisa do tratamento e ajudando na educação do paciente sobre o tratamento.

5. Fotopolimerizador

O fotopolimerizador é responsável por transformar o líquido em massa. É um aparelho específico para realizar restaurações, além de fazer colagem de brackets e outros itens ortodônticos. Para resultados mais eficazes, recomenda-se a manutenção da ponteira do equipamento de forma que fique sempre limpa.

Interessante ratificar que a qualidade é ainda melhor comprovada já que a escolha de equipamentos mais potentes permitem melhor durabilidade e eficácia de colagens.

6. Negatoscópio

O negatoscópio é especialmente desenvolvido para visualização de radiografias em formato convencional. Isso é importante para melhorar a imagem e a interpretação de radiografias não digitais.

Por meio de um sistema específico de iluminação, o aparelho aprimora a visão de contrastes que não estejam nítidos. Importante destacar, que essa ferramenta é um recurso alternativo aos profissionais que não aderiram à radiologia digital que já contempla essa tecnologia.

7. Compressor odontológico

O objetivo desse equipamento é fornecer ar comprimido ao jato de profilaxia, além de micro motor e sugador. É um material sujeito a contaminações e deve ficar mais afastado em relação ao ambiente clínico, preferencialmente em local de ar puro e seco.

Também é recomendado que esse aparelho seja adquirido sem óleo, já que nesse caso, é possível que o ar comprimido seja contaminado, além do que, haja desgaste nos aparelhos.

8. Pedal de comando

Mais um material importante no caminho de um consultório de excelência, o pedal de comando é um equipamento que pode complementar o ferramental do dentista com funções específicas na cadeira odontológica e controle de rotação de instrumentos

9. Mesa do equipo

Outro material considerado complementar à cadeira odontológica. Nesse caso, é possível trabalhar com um suporte importante para oferecer apoio a seringas, mangueiras e bandejas.

10. Autoclave odontológica

A autoclave odontológica é útil em substituição aos modelos realizados por estufa. Isso porque esse material funciona a vapor sob pressão, o que torna o processo de desinfecção muito mais rápido e seguro.

Vale ressaltar que a ANVISA não recomenda o uso do modelo de estufa, pois não é um processo automatizado, tem a esterilização muito mais longa não tem uma desinfecção garantida por permitir abertura da porta.

11. EPIs (Equipamentos de Proteção Individual)

Esses são apenas alguns itens entre tantos equipamentos tão importantes para dar suporte ao serviço de dentistas. Também ressaltamos que os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) são tão fundamentais quanto e não devem faltar na lista básica de todo profissional de excelência. Entre eles:

  • gorro;
  • máscaras;
  • avental;
  • óculos de proteção;
  • toucas;
  • luvas;
  • máscaras.

Destacamos também a NR6, que é a norma regulamentadora implementada pelo Ministério do Trabalho e Emprego, que orienta sobre o uso desses equipamentos, no sentido de proteger o profissional e os pacientes em relação aos riscos do serviço.

Como você pode notar, existem inúmeras tecnologias capazes de auxiliar nos tratamentos e na rotina do dentista, melhorando a experiência dos pacientes, reduzindo o tempo dos tratamentos e ainda garantindo um serviço de excelência, minimizando as chances de complicação e os desconfortos causados.

Então? Está convencido sobre a importância de contar com equipamentos de dentista modernos no seu consultório? Você sabia que a Sorridents oferece uma franquia de clínica odontológica completa com diversos equipamentos odontológicos para amunetar a performance e faturamento da unidade franqueada. Acesse nosso site e conheça nosso modelo de negócio www.sorridents.com.br

Postado em 17/04/2017.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin