Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Tipos de mordida: confira qual é a sua!


Tipos de mordida

Um sorriso bonito às vezes pode esconder um problema bastante comum: a mordida errada. Pode parecer apenas um detalhe, mas, com o tempo, podem causar  sérios problemas na fala, respiração, mastigação, entre outros.

A sua ocorrência é caracterizada pelo desencontro dos dentes da arcada superior e inferior, sendo mais conhecida pelos dentistas como má oclusão dentária. Requer acompanhamento e tratamento odontológico e, antes de tudo, uma avaliação de um profissional especializado.

Se você quer tentar identificar o seu tipo de mordida e saber mais sobre o assunto, não deixe de ler este post:

Tipos de mordida errada

A mordida correta acontece com a oclusão das arcadas dentárias de forma que haja um encaixe perfeito, com os dentes se tocando com a mesma pressão. Contudo, existem alguns desvios desse sistema de encaixe que são mais comuns:

Prognatismo

É caracterizada quando a mandíbula inferior ultrapassa a superior, causando principalmente problemas na mastigação. É também conhecida como “queixo grande” pelo efeito visual ocasionado.

Retrognatismo

É o contrário do prognatismo, com o maxilar superior maior que o inferior. Em vez de ressaltar o queixo, o nariz é que fica mais proeminente.

Cruzada

Ocorre quando os dentes superiores cobrem os inferiores devido à estrutura óssea ou posicionamento dos dentes. As arcadas acabam, então, se desalinhando e alguns dentes inferiores se deslocam para o lado.

A situação pode gerar sérias consequências como bruxismo, perda dentária, retração gengival, falta de articulação, além de assimetria facial e baixa autoestima.

Apinhamento


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Acontece em decorrência de um espaço muito pequeno para a acomodação de todos os dentes, causando problemas na mordida, desalinhamentos e dores de dente.

Diastema

Em vez de pouco espaço, a diastema ocorre quando há muito espaço entre os dentes afetando a mordida e a capacidade de mastigação.

Profunda

A arcada dentária superior e inferior se encaixam até em excesso possibilitando, inclusive, que os dentes toquem o céu da boca. A mordida profunda pode causar muitas dores de cabeça e na região mandibular.

Aberta

Mais comum nos dentes da frente, embora possa ocorrer na região posterior, pode causar dor e dificuldade ao mastigar. Isso ocorre pois a falta de contato entre os dentes superiores e inferiores não permite a oclusão correta, dando essa impressão do sorriso estar aberto.

Tratamentos

O primeiro passo para o tratamento é uma avaliação de um dentista qualificado, que provavelmente pedirá exames radiológicos para estudar cada caso. A idade e a complexidade da situação de cada paciente podem ser variáveis importantes, sobretudo no tempo adequado do tratamento.

Normalmente, os aparelhos ortodônticos são os mais indicados para a solução dos problemas decorrentes dos tipos de mordida errada. Manter uma boa rotina de higiene bucal também faz toda a diferença, evitando que a formação de placa bacteriana piore a situação.

É importante não tratar os desvios de oclusão como um problema apenas estético. Além de interferir na aparência, com o passar dos anos eles podem trazer prejuízos consideráveis à saúde. Portanto, quanto antes for diagnosticado e tratado, melhor.

Conseguiu aprender mais sobre os tipos de mordida? Aproveite para se informar e leia também sobre os diferentes tipos de aparelho dentário.

Postado em 18/11/2016.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter