Agende a sua avaliação
Ou agende pelo telefone 0800 601 1520

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Saúde bucal do bebê: o que fazer quando aparecem os dentinhos?


saúde bucal do bebê

Você sabia que os cuidados com os dentes e a boca do bebê devem ser considerados desde os primeiros meses de vida?

Se você é uma mãe nova e quer saber tudo o que precisa sobre a saúde bucal do bebê que está para chegar (ou que nasceu a pouco tempo), você encontrou o lugar certo!

Neste artigo, vamos explicar tudo o que necessita conhecer sobre a higiene bucal dos nenéns, quando os dentes nascem e em que momento o dentista se faz necessário.

Quando a higiene bucal deve começar?

A saúde bucal do bebê deve ser uma preocupação desde o momento do nascimento. A cavidade bucal deve ser limpa com uma gaze ou fralda umedecida em soro fisiológico ou água filtrada. São necessários movimentos leves nas gengivas, língua e bochecha, pelo menos uma vez ao dia, antes de dormir.

Essa ação é uma ótima maneira mostrar ao seu filho o hábito de higiene bucal desde cedo. Ele estará acostumado com esse ritual e não recusará a escovação no futuro, pois já será um costume estabelecido.

É importante lembrar que a gengiva fica muito sensível quando os dentes estão para nascer. Por isso, limpe delicadamente a fim de diminuir o risco de infecção e gerar alívio.

O dentista se torna necessário a partir de quando?

Assim que a criança completar um ano ou quando o primeiro dente nascer, deve acontecer a primeira visita do seu filho ao odontopediatra.

Uma boa ideia é levá-lo junto com você a uma consulta, pra que ele já se acostume com os barulhos, cheiros e ambiente. Após o primeiro encontro, o dentista é que verificará a periodicidade das próximas consultas.

Esse profissional poderá dar dicas mais específicas de higienização e sanará todas as suas dúvidas.

O acompanhamento é importantíssimo, tanto para a familiarização do pequenino quanto para a orientação do desenvolvimento dentário, diagnóstico precoce e prevenção de doenças.

Em que momento nascem os primeiros dentes?


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Os primeiros dentes decíduos, ou de leite, devem nascer entre o sexto e o nono mês. A dentição se desenvolve até, aproximadamente, os 3 anos. A arcada decídua é constituída de 10 dentes inferiores e outros 10 superiores.

Primeiramente, nascem os dois inferiores da frente e, depois os dois superiores. A idade, contudo, pode se alterar. Cada criança é única e existe grande variação no desenvolvimento, mesmo se comparados irmãos. Alguns já nascem com dentes e outros completam 1 ano sem nenhum, mas qualquer coisa entre esses extremos é normal.

Quais sintomas podem aparecer?

Gengiva inchada, avermelhada, irritabilidade, falta de apetite, dificuldade para dormir e sono agitado são alguns dos sintomas que podem acompanhar o nascimento dos primeiros dentes. Uma febre baixa é normal, uma vez que um processo inflamatório acompanha a erupção dental.

Para amenizar os sintomas, os mordedores são uma ótima ajuda, principalmente quando colocados na geladeira. A baixa temperatura diminui o incômodo do bebê.

A salivação aumenta nesse período pelo fato de ser concomitante com o amadurecimento das glândulas salivares e, já que a criança é pequena demais, não consegue engolir o excesso de líquido, por isso: prepare o estoque de babadores.

Como devo fazer a limpeza dos dentes de leite?

No início, a gaze, a dedeira e o paninho podem ajudar, mas devem ser bem higienizados e lavados, assim como as mamadeiras. Contudo, depois do surgimento dos dentes, uma escova de cerdas macias, planas e cabeça proporcional à boca da criança deve ser adquirida.

A higienização deve ser feita após todas as refeições e antes de dormir para que a saúde bucal do bebê seja garantida. A quantidade de pasta têm de ser apenas o suficiente para sujar as cerdas da escova e os movimentos, suaves por toda a extensão dos dentes. Lembre-se da língua, um dos maiores lugares de acúmulo de bactérias causadoras do mau hálito.

O fio dental só será necessário quando os dentes começarem a se encostar e o espaço ficar pequeno para uma limpeza eficiente apenas com a escova. O enxaguante bucal, por outro lado, só devem ser utilizados a partir dos 6 anos, quando a criança já possui a total capacidade de cuspir.

Agora você percebe como cuidar da saúde bucal do bebê é importante desde o seu nascimento? Se você ainda tem alguma dúvida sobre esse assunto, entre em contato conosco.

Postado em 11/08/2017.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter