Conheça 3 problemas na língua e saiba como tratá-los | Sorridents - Clínicas Odontológicas
Agende a sua avaliação
Ou agende pelos telefones (11) 2672-5700 - Estado de SP 0800 601 1520 - Demais estados

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

Conheça 3 problemas na língua e saiba como tratá-los



A língua é um órgão fundamental para o nosso corpo, sendo fundamental na fala, deglutição de alimentos e líquidos, e por perceber o sabor, tamanho, textura, consistência e temperatura dos alimentos No entanto, assim como outras partes, ela também está suscetível a alterações que levam ao aparecimento de problemas na língua.

Além de doenças específicas, esse órgão também podesinaliza outros probelmas no organismo como diabetes, gastrite, anemias etc. Portanto, é muito importante dar atenção à sua textura e aparência para identificar alterações e sinais estranhos.

Se você deseja saber quais são os principais problemas na língua, não perca o nosso post. Boa leitura!

1. Rachaduras

A rachadura na língua caracteriza-se por sulcos em sua superfície e pode provocar um desconforto estético, já que essas fissuras podem ser uma característica genética comum. Nessa situação, outras pessoas da família também apresentam a língua rachada e, desse modo, não há motivos para preocupação, pois essa condição não indica doenças.

Quando não é causada por fatores genéticos, a rachadura pode ser provocada pelo consumo de alimentos picantes, próteses dentárias mal-encaixadas e mordidas na língua na hora da alimentação. Entretanto, além desses traumas, caso esses sulcos apareçam sem motivo aparente, é necessário ficar atento, já que sinalizam algumas enfermidades, como:

  • doenças gastrointestinais;
  • deficiência nutricional;
  • candidíase oral;
  • bruxismo.
  • tabagismo
  • alergias alimentares
  • língua geográfica

O tratamento depende de suas causas e, assim, é necessário consultar um especialista para que ele avalie a situação.

2. Aftas

As aftas são caracterizadas por inflamações brancas e pequenas cercadas por uma região avermelhada. Elas não são contagiosas, mas podem ser confundidas com herpes, provocada por um vírus. De maneira geral, são muito dolorosas, dificultando a fala e a mastigação.


Agende sua avaliação

Se preferir, agende por Telefone: 0800 601 1520


Seu surgimento está associado a vários fatores como:

  • uso de aparelho;
  • doenças autoimunes;
  • estresse;
  • alergias alimentares;
  • mordida na língua;
  • carência de vitaminas;
  • consumo de alimentos cítricos.

Normalmente, a afta desaparece de maneira espontânea após 10 dias. Durante esse período, algumas dicas ajudam a lidar com o desconforto, como usar um enxaguante bucal sem álcool e aplicar uma pedra de gelo diretamente sobre a lesão.

3. Sapinho

A candidíase oral ou sapinho é um problema que tem como característica o aparecimento de placas esbranquiçadas no interior da boca e na língua, sabor desagradável, sensação de ardência e vermelhidão. Ela ocorre em decorrência de uma infecção provocada por fungos.

Alguns fatores como o uso de medicamentos, o fumo e a falta de higiene oral podem favorecer o surgimento da doença. Contudo, alguns grupos podem ser mais susceptíveis ao problema. É o caso de pessoas em tratamento com antibióticos, usuário de drogas, bebês recém-nascidos ou quem tem o sistema imune debilitado, como é o caso de pessoas com HIV.

O tratamento para o sapinho consiste no uso de medicamentos antifúngicos e uma boa higiene oral. Após esse início, os sintomas desaparecem em cerca de duas semanas. Em relação ao sapinho provocado por remédios, é necessário conversar com um médico para verificar a necessidade de mudar a dosagem.

Como vimos, os problemas na língua podem ser comuns, sendo importante investigá-los para conhecer suas causas. Para evitá-los, mantenha a boa higiene bucal e consulte um dentista ao aparecer sintomas incomuns na língua e na boca como um todo.

Gostou deste post e quer complementar a sua leitura? Então, saiba com que frequência você deve ir ao dentista!

Postado em 20/05/2021.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter