z

Preenchimento facial

Clínico Geral para atendimento de procedimentos odontológicos

Preenchimento facial | Sua pele mais jovem e mais bonita.

O tratamento consiste em preencher com ácido hialurônico as áreas do rosto que apresentem rugas e sulcos, minimizando os sinais de envelhecimento da pele e rejuvenescendo a aparência do paciente.

 

O preenchimento facial pode tratar: olheiras profundas, volume, contorno e rugas ao redor da boca, “bigode chinês” (rugas entre nariz e boca) e queixo.

preenchimento facial

O preenchimento facial parece ser um novo sonho na vida dos brasileiros.

 

Sendo assim, é um procedimento novo e muitas pessoas ainda não conhecem realmente para que serve e qual sua eficácia. Mas qual seria a diferença deste para outros procedimentos?

 

Alguns podem até se surpreender, mas o preenchimento facial já é um procedimento realizado por clínicas odontológicas há alguns anos.

 

E embora muita gente saiba que odontologistas podem fazer o uso de alguns procedimentos para ajudar em tratamentos exclusivamente odontológicos, não é disso que estamos falando.

 

Hoje em dia, os profissionais de odontologia têm autoridade tanto para o uso terapêutico quanto estético da técnica. Com efeito, a surpresa vem, é claro, porque costuma-se esquecer como um profissional da área de odontologia precisa também ter um amplo conhecimento de toda a anatomia da face para exercer a própria profissão.

 

No entanto, como qualquer outro procedimento, algumas dúvidas surgem entre aqueles que desejam fazer ou fizeram um preenchimento recentemente.

 

Por isso, para ajudar os nossos leitores a ter mais clareza sobre esta questão trouxemos aqui esta leitura com as descrição dos procedimentos e sua indicações.

 

O que é preenchimento facial?

 

 

Devido à popularidade que o botox conquistou há alguns anos, muita gente pode confundi-lo com o preenchimento facial. Apesar disso, os dois procedimentos podem até ser parecidos para quem vê de fora, mas têm propósitos e efeitos bem diferentes.

 

Para esclarecer melhor os motivos disso, vamos diferenciar os produtos usados e o efeito que eles têm na pele e nas rugas.

 

Toxina botulínica

 

A toxina botulínica é provavelmente a mais conhecida e popular para melhorar a própria aparência com o uso dele.

 

Mas você sabe qual é seu efeito real?

 

Apesar de muita gente imaginar que é o preenchimento de certa área do rosto para evitar as rugas, pode-se surpreender ao saber que essa não é exatamente a função da toxina botulínica. Ela foi desenvolvida para um efeito que pode parecer estranho: visa proporcionar o relaxamento dos músculos da área onde é aplicada. O que realmente quer dizer que, apesar do que muitos acreditam, ao fazer uma aplicação de toxina botulínica, você não estará realizando um preenchimento facial e, sim um relaxamento do seu músculo.

 

A toxina botulínica, na verdade, é um produto que vai fazer com que músculos de uma determinada área do seu rosto deixem de se contrair por um período que pode variar entre o mínimo de 4 e o máximo de 6 meses, variando de indivíduo para indivíduo.

 

Quando este período finalmente acaba, o músculo volta a funcionar normalmente e, se desejar que o efeito volte, você deve fazer uma nova aplicação. Ou seja,  a toxina botulínica não tem o intuito de preencher aquela área, apenas impede que o músculo volte a se mover por algum tempo. Desta forma, ela acaba por suavizar as marcas na pele acima da área do músculo.

 

Paralisando o músculo e impedindo essa contração, a toxina botulínica também pode ajudar a prevenir novas rugas, assim como também evita que as já existentes fiquem ainda mais evidentes. Afinal, a responsável pelos vincos que aparecem na pele é justamente a contração constante dos músculos do rosto.

 

 

Ácido hialurônico

 

O ácido hialurônico é indicado principalmente para melhorar o viço da pele, suavizando rugas e outras marcas da idade. Quando usado de forma injetável, ele pode ser usado no contorno de face, lábios (contorno e volume), sulcos naso-labiais, sulco naso-jugal (olheiras), rugas faciais, e para repor volume em face, mãos e algumas regiões corporais.

 

Além disso, uma outra técnica em que o ácido hialurônico é usado é a volumização do rosto, sendo aplicado na região dos malares, mandíbula e nas laterais do rosto. Isso é indicado principalmente com o passar dos anos, pois em algumas partes do rosto o tecido subcutâneo é perdido com a idade. Nesse método, ele pode ser aplicado com microcânulas, o que traz mais conforto e segurança para a aplicação, e também é usada uma anestesia local.

 

 

 

Como usar o ácido hialurônico

 

O ácido hialurônico pode ser encontrado em forma de cremes tópicos ou injetável. No último caso, a aplicação deve ser feita por um especialista (dermatologista ou cirurgião plástico).

 

Hoje, o ácido hialurônico é uma das substâncias mais usadas em preenchimentos, pois é um implante reabsorvível, biocompatível e não há relato de hipersensibilidade. É também um dos pilares do rejuvenescimento por hidratar o local de forma intensa.

 

Por fim, o ácido hialurônico também pode ser usado para melhorar processos ortopédicos e/ou reumatológicos articulares e na oftalmologia, no chamado humor vítreo, que contribui na forma esférica dos olhos.

 

 

 

Um produto versátil

 

O fato mais importante quando se diz respeito ao tratamento estético é que ele é capaz de agir em áreas onde a toxina botulínica não teria efeito.

 

Isso acontece porque as rugas que atingem as regiões onde o preenchimento facial é indicado não surgem por conta da musculatura. Para que elas desapareçam há, realmente, a necessidade de usar a substância para que um vinco seja preenchido. Além disso, o ácido pode ser utilizado em outras pequenas modificações além daquelas que têm relação com as rugas.

 

Pode ocorrer ao mudar levemente a forma dos lábios, moldando-os para ajudar na harmonização facial,  pode ajudar a diminuir as olheiras, levantar as sobrancelhas, modificar a forma da mandíbula, entre outros.

 

Sendo assim, o ácido hialurônico é reconhecido como uma substância bastante versátil. Afinal, pode ajudar consideravelmente em algumas mudanças estéticas, sem colocar o paciente em grandes riscos e nem a  procedimentos cirúrgicos.

 

Porém, é sempre importante citar que, para um bom resultado, deve-se buscar uma clínica de confiança,  assim você pode garantir o uso de bons materiais e os melhores profissionais da área.

 

 

Hematoma após preenchimento: o que pode ser e o que fazer?

 

Os efeitos colaterais decorrentes do uso do ácido hialurônico podem ser fruto da inexperiência do médico ao aplicá-lo, de técnica incorreta ou da ação da própria substância. São, geralmente, divididos entre precoces e tardios.

 

EFEITOS COLATERAIS PRECOCES

 

  • Vermelhidão e inchaço: ocorrem na maioria dos casos e imediatamente após o procedimento, pela inflamação local e pela capacidade da substância de atração de água. Podem ser amenizados com o uso de compressas de gelo por cerca de cinco a dez minutos e mantendo a cabeça elevada. O usual é que desapareçam em algumas horas ou em até dois dias.

 

  • Hematoma e manchas na pele produzidas por extravasamento de sangue: são decorrentes da perfuração de pequenos vasos no local da aplicação do ácido. É preciso fazer compressão local imediata quando isso acontece. Tendem a melhorar entre cinco e dez dias, mas a recomendação para evitá-los é realizar o preenchimento em local com boa iluminação. Esses efeitos colaterais do ácido hialurônico não interferem no resultado final.

 

  • Necrose: é um efeito adverso que ocorre muito raramente e causa dor, palidez e deixa a pele com um tom cinza-azulado na região afetada. Foi relatada em casos de aplicação na região nasolabial (“bigode chinês”) e entre as sobrancelhas.

 

  • Infecção: também é muito rara de acontecer e é, provavelmente, decorrente da contaminação do produto ou da falta de assepsia e higienização da pele.

 

  • Nódulos: manifestam-se, geralmente, a curto e médio prazo. Ocorrem, na maioria das vezes, por má técnica de aplicação ou injeção muito superficial. Podem adquirir coloração azulada. O tratamento é feito com massagem local, mas a maioria dos casos se resolve espontaneamente.

 

 

EFEITOS COLATERAIS TARDIOS

 

  • Granulomas: são muito pouco relatados. Surgem entre seis e 24 meses depois do procedimento, como nódulos palpáveis e não dolorosos, no trajeto de aplicação do ácido. Pesquisadores acreditam que essa reação aconteça pela presença de impurezas no processo de produção do ácido hialurônico, e não porque a paciente seja hipersensível à substância.

 

  • Reações alérgicas: também pouco relatadas, manifestam-se entre três e sete dias depois da aplicação da substância (prazo que pode ser de até seis meses). Há inchaço, vermelhidão e congestão sanguínea no trajeto de aplicação do preenchedor.

 

  • Cicatriz hipertrófica: apresenta-se nos locais onde a pele foi picada. Foi identificada em pacientes com histórico de queloide.

 

Em resumo, os efeitos colaterais do ácido hialurônico estão mais relacionados à falta de técnica de aplicação e à má higienização da pele. A pronta identificação de alguma complicação é fundamental para que o tratamento seja feito, evitando sequelas a longo prazo e aumentando a segurança da paciente. Apenas um médico dermatologista está apto a fazer essa identificação e o tratamento precoce.

 

Quando se preocupar?

 

É indicado que você procure novamente um profissional se os hematomas demorarem muito a desaparecer ou se o toque for acompanhado por dor.

 

Apesar de muito raras, inflamações podem acontecer. Geralmente elas são resultado de má higienização da pele antes do procedimento ou mesmo de má procedência do ácido hialurônico.

 

É importante lembrar que para uma aplicação de qualidade e segura, você deve pesquisar muito bem. Clínicas odontológicas de boa reputação, como a Sorridents, oferecem serviços de qualidade para um grande público. Além de contar com profissionais bem treinados e experientes, as clínicas ainda têm um ambiente seguro para este tipo de procedimento. Isto é essencial para diminuir todos os riscos envolvidos.https://dermatologistacuritiba.com/blog/efeitos-colaterais-acido-hialuronico

 

Ficou inchado: e agora?

 

Como um procedimento de preenchimento envolve a perfuração da pele e a aplicação de um produto que não faz parte do seu corpo naturalmente,  é comum que haja inchaço na área.

 

Embora isso possa parecer um pouco preocupante inicialmente, o inchaço vai desaparecer em pouco tempo e os resultados serão visíveis. Seu corpo precisa apenas se recuperar das aplicações e se adaptar à presença do preenchimento.

 

Para ajudar o seu corpo nestes processos de recuperação, você pode usar uma das dicas como as bolsas de gelo e leves massagens (após a marca de seis horas da aplicação) que  ajudam a amenizar o inchaço. Em dois dias ele deve desaparecer completamente e você poderá desfrutar dos resultados do processo.

 

É claro que, se o inchaço for prolongado (mais de dois dias), deve despertar preocupação. Principalmente se ele for acompanhado de dor. Neste caso, ele pode ser resultante de algum tipo inflamação ou mesmo de uma reação alérgica. O importante é notar que ambos os casos são extremamente incomuns quando o assunto é preenchimento facial com o uso de ácido hialurônico.

 

O mais provável é que, em dois dias, em média, seu rosto já não esteja mais inchado. Os roxos, no entanto, podem demorar um pouco mais para desaparecerem completamente. Porém, se desconfiar de que há algo de errado, não hesite em procurar novamente a clínica onde seu procedimento foi realizado.

 

Nódulos após preenchimento facial significam algo sério?

 

Ao realizar um procedimento pela primeira vez, é natural que surjam muitas dúvidas e que haja certa ansiedade pelos resultados.

 

Algumas pessoas podem se assustar com o aparecimento de pequenas bolinhas na área do preenchimento.

 

Se este for o seu caso, não se desespere. Ao realizar o preenchimento com o ácido hialurônico, alguns pequenos nódulos podem realmente aparecer na área afetada.

 

O nódulos são muito pequenos e distinguíveis principalmente pelo tato. Como os hematomas, os nódulos podem até mesmo apresentar uma leve coloração. Se prestar atenção na área onde os sente, geralmente vai notá-la levemente azulada.

 

Apesar de o aparecimento dos nódulos ser muito comum, eles geralmente desaparecem tão repentinamente quanto apareceram. Se desejar, você pode massagear a área levemente para ajudar no processo de absorção deles.

 

Em alguns casos muito mais raros, esses nódulos podem ser resultantes de aplicações incorretas. Por isso, sempre procure uma clínica de confiança e, mesmo assim, não deixe de pesquisar o bastante para saber se ela é reconhecida por prestar bons serviços.

 

Se os nódulos aparecerem muito tempo depois da aplicação (entre meio ano e dois anos), podem ser ainda resultado de impurezas no ácido hialurônico usado. Neste caso, também é recomendável buscar ajuda de profissionais.

 

 

Cuidados importantes após-preenchimento

 

Como qualquer intervenção que você faça no seu corpo, o preenchimento exige alguns cuidados. A maioria deles é bastante comum e recorrente em aplicações semelhantes.

 

O uso de bolsas de gelo, como já foi falado anteriormente,  pode ajudar a amenizar ou mesmo evitar os hematomas e inchaços.

 

Após o preenchimento, você pode voltar às suas atividades habituais, sem restrições. Recomenda-se apenas não massagear a área tratada. Se for realizar massagens faciais ou sessões de radiofrequência, realizá-las apenas duas semanas após o tratamento.

 

O uso de maquiagem é permitido logo após o término do procedimento e pode ser utilizada nos próximos dias, sem restrições. Utilize um corretivo com tonalidade amarelada, que ajuda a disfarçar os pequenos pontos de hematoma, se eles ocorrerem. Já se o local ficar avermelhado, um corretivo esverdeado ajuda a mascarar o problema.

 

Você pode manter seus cremes de uso habitual, sem modificar sua rotina, a menos que orientado pela sua médica. O filtro solar é muito importante nos próximos dias, pois a pele tratada fica sensível e pode manchar mais facilmente.

 

Outro ponto importante a ser abordado é o fato de que atividades físicas devem ser evitadas. O período geralmente indicado de repouso é de pelo menos 24h após a aplicação.

https://rafaelasalvato.com.br/recomendacoes-aos-pacientes/cuidados-apos-o-preenchimento-com-acido-hialuronico

 

 

Considerações finais

 

Um dos pontos mais importantes é sempre ter muito cuidado com a escolha do local  profissional onde irá realizar o procedimento. Além de, é claro, tomar todos os cuidados necessários e recomendados após a aplicação.

 

O preenchimento facial pode ter resultados excelentes, desde que realizado por bons profissionais em clínicas que tenham um bom reconhecimento. Cuide da sua saúde!

Agende a sua avaliação
Ou agende pelo telefone 0800 601 1520

A Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Assine nossa newsletter

e receba conteúdos exclusivos.

Blog Saúde Bucal