Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia

Segmentação de clientes: saiba como aplicar as estratégias ao seu consultório!


segmentação de clientes saiba como aplicar as estrategias ao seu consultorio

Conquistar mais pacientes pode ser uma árdua tarefa, principalmente quando estamos falando de um consultório odontológico. Contudo, com o auxílio de uma técnica certeira, tal qual a ajuda da segmentação de clientes, é possível traçar estratégias eficientes e capazes de trazer ótimos resultados para o seu consultório.

Se você quer melhorar seus negócios, atrair mais clientes e divulgar acertadamente os serviços que oferece em seu consultório odontológico, continue lendo este post e descubra o que é e como fazer a segmentação de clientes e saiba como aproveitar essa ideia!

O que significa a segmentação de clientes?

Grosso modo, segmentar algo é dividir um grupo maior em grupos menores, porém semelhantes. Nesse mesmo sentido, a segmentação de clientes consiste em definir qual o tipo de cliente que você quer atingir em seus negócios. Se, por exemplo, o seu consultório odontológico realiza somente tratamentos estéticos, como clareamento dental e aparelho ortodôntico, terá um público mais preocupado com a beleza e a aparência.

A vantagem da segmentação de clientes é que todos os esforços para atrair novos clientes são específicos, o que aumentará as chances de retorno. Afinal, se você “atirar para todo lado”, atingirá os clientes potenciais em menor volume ou com menos força de atração.

Outra vantagem da segmentação é que todos os seus potenciais clientes possuem um perfil específico, o que facilita e aumenta as chances de suas estratégias não só alcançarem o seu público, mas também conquistá-lo.

Como segmentar os clientes do seu consultório?

A primeira coisa a se fazer para utilizar a segmentação de clientes é conseguir analisar pontos comuns entre os próprios clientes. A partir disso, você será capaz e traçar estratégias dinâmicas e eficientes, o que aumentará seus resultados. Portanto, para sua segmentação ser bem-feita é preciso estar atento a três fatores importantes:

Defina o seu próprio nicho de atuação

Entenda quem precisa ou quer comprar os seus serviços. Apesar de o consultório odontológico atender diversos tipos de problemas, certamente você, como um profissional dessa área, tem uma dada especialização — ou seja, você possui mais conhecimento e experiência em atender determinados casos em especial.

Sabendo disso, você conseguirá o primeiro filtro de sua segmentação: clientes que carecem especificamente desses tipos de serviços. A partir disso, a sua seleção de clientes já começa a acontecer de forma eficiente e prática.

Conheça o perfil de seus clientes

Analise os seus clientes atuais e veja alguns pontos importantes, como a cidade ou bairro em que moram, sua idade, classe social, escolaridade, e até mesmo a situação familiar (pais e/ou mães de família, filhos, estado civil, entre outros). Levando em consideração esses pontos, você consegue ter uma ideia básica de quem é seu cliente ideal.

Vejamos um exemplo: sabendo de que cidade ou bairro seus pacientes são, você consegue medir o seu raio de mercado-alvo. Você evitará o deslize (nesse cenário) de tentar atrair aqueles clientes que moram muito longe de seu consultório. Sabendo a média de distância que seus pacientes se deslocam para ir até você, você já sabe até onde pode ir sua divulgação mais certeira.

Sabendo também a idade ou até mesmo a conformação familiar de seus pacientes, você terá uma ideia clara de como eles são. Se a maioria for de jovens, solteiros e independentes, por exemplo, você terá que utilizar uma linguagem específica para eles; mas, se a maioria for de criança, certamente você terá que conquistar os pais da clientela infantil, usando linguagem e gatilhos peculiares para que eles notem o que você expõe.


Quero ser franqueado


A classe social também é um fator importante, pois os seus serviços podem atender a um público de classe mais alta, devido ao valor dos tratamentos. Nesse caso, para atrair mais consumidores uma boa ideia é melhorar as formas de pagamento que proporciona; aceitar cartões de crédito é uma maneira de ter clientes de classes sociais mais humildes ou que gostem de parcelar as suas aquisições, por exemplo.

Portanto, sabendo o perfil de seus clientes, foque seus esforços para esse modelo de pessoal, e não tente atingir a um público tão vasto: isso sempre dá errado, e você estará jogando grande parte de seus investimentos fora.

Analise os dados sociais de seus clientes

Além de saber quem são seus clientes, você também precisará saber como eles vivem e como se relacionam. Com o avanço da tecnologia, não é raro que os seus clientes acessem as redes sociais diariamente, ou até mesmo várias vezes ao longo do dia. E esses dados são extremamente úteis para que você possa traçar suas estratégias.

Se seus clientes navegam no Facebook, por exemplo, certamente você encontrará bastante informação publicada pelas pessoas. Tais dados podem ajudar a entendê-los e conhecer seus interesses e necessidades. A partir disso, uma dica é segmentar seus conteúdos e estratégias de mercado para atraí-los. Ou seja: utilize os interesses de seus clientes para conquistá-los!

Muitas pessoas acabam perdendo clientes porque querem que eles se adaptem ao seu estilo de trabalho — quando, na verdade, quem precisa se amoldar a eles é você. Então, se seus clientes estão no Facebook, faça uma página para o seu consultório e marque agendamentos e notícias por meio de mensagens, por exemplo. Assim você estará falando a língua de seus clientes e conseguirá ganhar pontos de confiança.

Faça um planejamento de sua estratégia de abordagem

O planejamento é fundamental para o sucesso de qualquer abordagem estratégica. Agora que você já sabe qual o seu segmento de atuação e conhece o perfil de seus clientes, está na hora de criar suas táticas para aumentar o seu número de pacientes.

Muitas vezes clientes são perdidos apenas por inferirmos, erroneamente, que eles gostam ou não de determinada coisa. Nesse caso, uma maneira simples de entendê-los e saber o que eles acham de seus serviços é perguntando — faça uma pesquisa de mercado e descubra se seus esforços estão sendo positivos ou não tão bem aceitos quanto você pensa.

Sabendo o que é preciso mudar, trace planos para as mudanças. Se o seu público gosta de seu atendimento, mas acha que seus equipamentos são ultrapassados, por exemplo, renove o seu consultório. Por meio da segmentação de clientes, crie formas de atingir os seus clientes em potencial: defina, por exemplo, uma linguagem a ser empregada nas redes sociais, mais casual, ou informativa e mais formal.

Enfim, a segmentação de clientes pode ser extremamente proveitosa para você conseguir atrair mais pacientes. Contudo, também é válido pensar em como montar o seu consultório odontológico corretamente, amenizando os riscos de falhas e aumentando suas chances de sucesso. E para isso você pode aprender a montar o seu consultório baixando gratuitamente nosso Guia prático para montar sua clínica odontológica!

Postado em 19/09/2016.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin