Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia

Gestão de franquia odontológica: saiba como fazer de forma eficiente



A gestão de franquia odontológica precisa passar por processos administrativos eficientes que vão muito além da simples ação de certificar se o caixa da organização está positivo ou negativo. Nesse sentido, uma gestão empresarial satisfatória depende de um plano de ação detalhado, que envolva todas as partes da empresa. Isso é primordial para que o empreendedor consiga administrar o dinheiro de sua clínica da melhor forma possível.

Desse modo, a gestão empresarial é um aspecto determinante para o sucesso ou o fracasso de uma organização. Aprender a respeito de todas as peças que formam a engrenagem de um negócio é uma tarefa essencial para qualquer gestor. Sendo assim, continue a leitura e conheça os pilares para realizar uma gestão de franquia odontológica de forma eficiente!

Atendimento ao cliente

Um dos pilares mais importantes para uma boa gestão empresarial é o atendimento ao cliente. Isso porque ele parte da premissa de que o consumidor é o responsável pelo sucesso da organização e sempre precisa estar satisfeito para ser fiel. Um negócio jamais pode perder faturamento por causa da insatisfação ou da perda de um cliente.

Todos os colaboradores da instituição, do gestor até o porteiro, incluindo o pessoal administrativo e produção, precisam ter uma só finalidade: satisfazer os desejos do cliente. Essa não é uma tarefa impossível, mesmo que seja difícil medir com exatidão a satisfação.

Podemos falar que a grande transformação nesse cenário vem, sem dúvida, do marketing digital. Isso inclui o envio de e-mail marketing, utilizando o cadastro de clientes ou de terceiros, a inclusão de palavras relacionadas ao seu negócio no Google AdWords e os anúncios em redes sociais.

Também engloba o desenvolvimento de um site com funcionalidades úteis aos seus pacientes, como agendamento, orçamento e rotinas de CRM, que permitem aos usuários o envio de mensagens de avaliação de seus serviços ou a obtenção de algum tipo de suporte.

Fluxo de caixa

De modo geral, muitas organizações têm a tendência de ignorar a necessidade de um bom gerenciamento do fluxo de caixa. Um empreendedor verdadeiramente preparado deve lançar um olhar observador sobre essas informações. Sem essa capacidade de inspeção em relação ao fluxo de caixa, fica complicado saber se a franquia odontológica vai bem ou mal financeiramente.

A má avaliação dos números apresentados pelo fluxo de caixa ocasiona equívocos quanto às verdadeiras receitas e despesas. Assim sendo, a instituição começa a mostrar sinais de prejuízos que passam despercebidos, já que a falta de uma análise crítica dificulta a identificação do motivo do problema. Assim, impede também a exposição de saídas viáveis.

Gestão financeira

A utilização de planilhas para gerenciar as finanças de uma organização é algo recorrente. No primeiro instante, o modelo pode agradar e resolver as adversidades iniciais. Entretanto, falta rapidez no momento de buscar e alcançar informações precisas. Mesmo que você não veja problemas quanto à agilidade dessa busca, outro fator a avaliar é a credibilidade dos dados, visto que o preenchimento dessas planilhas é realizado manualmente.

Uma eficaz gestão empresarial depende de uma base de números confiáveis. Não é relevante a dimensão de sua empresa, todo esforço empregado para a redução de falhas precisa ser levado em consideração.

Há, no mercado, excelentes softwares de gestão financeira. Caso existam dúvidas a respeito de qual deles é mais adequado ao seu modelo de franquia odontológica, considere procurar por uma consultoria especializada no assunto. Assim, ficará mais fácil a gestão do seu negócio, pois os processos serão mais ágeis e eficientes.

Profissionais

Outro pilar importante é a capacitação dos profissionais da franquia. Para realizar um bom uso das ferramentas de gestão, é fundamental que os colaboradores saibam extrair o máximo do seu potencial.


Quero ser franqueado


Além do mais, para que os processos funcionem corretamente, cada um dos profissionais deve compreender a importância da sua atividade. Por esse motivo, são indispensáveis as fases de treinamento e capacitação. Dessa forma, a gestão de uma franquia odontológica se torna mais satisfatória.

Processos

Um dos pilares primordiais é a definição de processos claros. Para realizar isso, você deve desenhar o fluxograma organizacional com todas as suas características, englobando todos os departamentos, atividades e cargos.

Apenas dessa maneira é possível encontrar as famosas falhas, ou seja, as deficiências na cadeia produtiva que ocasionam desperdícios, retrabalho e um conjunto de outros contratempos. Além do mais, é fundamental que não somente o gestor da franquia tenha os processos claros em sua cabeça, mas cada um dos funcionários.

Controle de estoque e suprimentos

Esse pilar de controle de estoque e suprimentos envolve a definição do que é preciso comprar, quanto e quando. Cada vez mais existe uma integração entre distribuidores e clientes. 

Isso consiste na procura incessante do “Just in Time”. Em outras palavras, é preciso manter o estoque em quantidades mínimas para não afetar o caixa, mas também é necessário impossibilitar qualquer falta que possa prejudicar os atendimentos em uma clínica odontológica.

Em vista disso, é recomendado adotar um ERP. Isso porque o sistema fará a busca na internet, localizando o melhor fornecedor, com as melhores condições de entrega, preço e pagamento.

Gestão de pessoas

Há muito tempo, a gestão de pessoas deixou de cuidar apenas de problemas operacionais. Assim, o principal intuito do RH é conseguir potencializar o desenvolvimento da organização por meio de colaboradores talentosos e comprometidos com os resultados.

Para tal fim, é cada dia mais comum a aplicação de novas práticas, como construção da marca empregadora e gerenciamento de indicadores de gestão de pessoas. Logo, o RH também se torna um agente de inovação no empreendimento.

Sendo assim, atrair novos talentos precisa ser uma prioridade na franquia. Afinal, apenas com colaboradores acima da média, é possível alcançar resultados elevados. Para isso, a marca deve ser capaz de conquistar os melhores profissionais do mercado.

Como você pôde observar, a gestão empresarial da franquia odontológica consiste em um conjunto de ações que precisam ser inseridas de forma quase que simultânea. O sucesso de uma empresa não depende somente da gestão dos clientes ou da inserção de novas tecnologias, mas também da aplicação de diversos métodos para obter o equilíbrio, a efetividade e a eficiência dos resultados.

Na gestão de franquia odontológica, o franqueador é capaz de fornecer todo o suporte necessário para o franqueado desenvolver as habilidades mencionadas e alcançar o sucesso desejado em sua clínica.

Nosso artigo foi esclarecedor e útil para você? Ficou com alguma dúvida ou gostaria de ter mais informações? Entre em contato conosco! Será um prazer atendê-lo!

Postado em 20/09/2019.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin