Conheça mais sobre os nossos modelos de franquia.

Dentista empreendedor: 8 dicas para começar o próprio negócio


Dentista empreendedor: 8 dicas para começar o próprio negócio

Para ter uma carreira de sucesso, os profissionais das mais diversas áreas do mercado já perceberam que é preciso fazer bem mais do que apenas aquilo que aprenderam nas faculdades. Mais do que ser um bom especialista ou detentor de uma excelente técnica, só tem êxito realmente quem sabe como atrair e fidelizar clientes com maestria, inclusive na odontologia, como um dentista empreendedor.

Para você desse ramo, ser um empreendedor também é fundamental. Ter seu próprio negócio é a melhor forma de se destacar em sua profissão e buscar a independência financeira. No entanto, essa tarefa pode ser um pouco mais complexa do que parece. O setor é concorrido e apresenta um alto grau de exigência, isso faz com que diversos cuidados precisem ser tomados.

Quer aprender como se tornar um dentista empreendedor? Então não deixe de conferir o conteúdo que preparamos a seguir!

1. Defina seu público-alvo

O primeiro passo para o empreendedorismo é definir o seu público-alvo. Isso não quer dizer que você deva atender exclusivamente a um perfil de pessoas, mas sim que precisa estar mais preparado para compreender suas expectativas, necessidades e demandas. Você deve estabelecer sua comunicação, prioritariamente, direcionada a tais indivíduos.

É esse cliente padrão que norteará todas as decisões que vai tomar daí em diante, indo desde o estilo da decoração até a aquisição de equipamentos e mobílias. Se sua pretensão é de ter uma clínica popular, por exemplo, encontre um local em uma área mais central. Caso queira se aprofundar em procedimentos mais caros e diferenciados, instalar-se em um bairro nobre e investir em mobiliário de melhor qualidade são ações fundamentais.

2. Escolha a localização perfeita

A posição geográfica da clínica também é um ponto crucial para ampliar suas chances de sucesso. Dentro dessa realidade, é muito importante decidir com inteligência e estrategicamente em qual lugar você vai instalar o seu empreendimento. Como dissemos antes, tudo isso passa pelo tipo de público-alvo que deseja atender.

Uma clínica popular, por exemplo, precisa ficar em bairros simples e de fácil acesso por meio de transportes públicos, como ônibus, metrô ou trem. Já um consultório de luxo pode se instalar em uma região nobre, mas deve contar com facilidades como estacionamento e segurança no horário comercial.

Além disso, é interessante pensar na questão dos pontos de venda, os chamados PDVs. São locais de divulgação dos seus serviços, mas que servem apenas para essa promoção, o atendimento segue acontecendo no consultório fixo. É importante treinar as pessoas que estarão no PDV e investir em material gráfico que chame a atenção, visando aumentar a exposição de sua marca para assim atrair mais clientes.

3. Invista no ambiente

Agora que a sua localização está definida, é hora de adequar o ambiente para o seu melhor funcionamento. Proporcionar um local agradável para o público é uma iniciativa que ajuda não apenas a atrair novos clientes, mas principalmente a manter pacientes antigos por mais tempo no seu empreendimento. Afinal, eles tendem a se sentir acolhidos em seu espaço.

Lembre-se, sobretudo, de que a recepção tem um papel-chave no relacionamento com os clientes, pois eles passam boa parte do tempo lá. Invista em um ar-condicionado, revistas e jornais atualizados e ao menos um filtro com água gelada. Uma mobília confortável e uma máquina de café também são muito bem-vindas.

4. Faça boas contratações

Seus funcionários, especialmente a secretária, são a linha de frente da sua clínica com os clientes. Sendo assim, escolhê-los com inteligência e treiná-los adequadamente são fatores fundamentais para o sucesso de um dentista empreendedor. Divulgue as vagas disponíveis em jornais ou sites especializados e analise criteriosamente os currículos recebidos.

Uma forma eficiente de não errar é dar preferência a indicações e referências de pessoas conhecidas ou outros profissionais. Tente contar com profissionais experientes no atendimento ao público e, se achar necessário, proporcione treinamentos, especialmente se você pretende adotar tecnologias como o prontuário eletrônico.

5. Mantenha bons fornecedores

Manter o funcionamento de um consultório odontológico requer não apenas um excelente dentista e bons colaboradores. É preciso ter em mente que você vai precisar dos mais diversos materiais para deixar tudo em dia, tanto no consultório em si quanto na parte operacional.

Dentro dessa realidade, ter fornecedores de alta reputação é simplesmente indispensável. Procure estabelecer boas relações com quem você já tem confiança e não hesite em fazer uma extensa pesquisa levando em consideração a indicação de outros profissionais do ramo. Entenda todos os custos, compare e converse bastante com as pessoas envolvidas.

6. Confie no marketing digital

O marketing digital é uma estratégia importante para o dentista empreendedor, especialmente se levarmos em conta que é um modo de fazer propaganda de excepcional custo-benefício. Com as estratégias certas, você ganha credibilidade, atrai o público e consegue concorrer até com grandes consultórios.

Para começar, um bom website é essencial. Ele é o seu endereço digital, e você deve usá-lo para divulgar suas especialidades, seus diferenciais e suas formas de contato. Os blogs também estão em alta, e escrever posts relacionados à sua área pode ajudar a ganhar autoridade diante dos pacientes e até mesmo da concorrência.

7. Seja paciente

Outra qualidade que um dentista empreendedor precisa cultivar é a paciência. Por mais que seja evidente que resultados imediatos são muito melhores, o fato é que o mercado não funciona dessa maneira, e você pode ter que aguardar algum tempo para ter o retorno de todo esse investimento de dinheiro e energia.

O grande segredo é não se abater e aperfeiçoar cada um desses passos, solidificando a trilha que levará a sua clínica até o sucesso que você tanto espera. Observe o que está dando certo ou errado, colha opiniões dos pacientes, aprimore seus processos e não desista. Assim, o êxito merecido será apenas questão de tempo!

8. Opte por uma franquia

O mercado de franquias está em forte crescimento no Brasil e isso não ocorre por acaso. Ao se tornar um franqueado, você passa a ter não apenas todo o conhecimento de mercado e a assessoria de um negócio consolidado, mas também experimenta os benefícios do seu plano de marketing.

No universo da odontologia, isso pode ser muito positivo, pois esse é um mercado no qual não é muito simples se inserir entre os profissionais mais procurados. Avalie quais são as alternativas do mercado, veja se cabem no seu orçamento e se a região onde você pretende se inserir já não conta com muitas outras empresas do mesmo tipo.

Qual o perfil ideal para o empreendedor de franquia?


Quero ser franqueado


O dentista empreendedor que opta por abrir uma franquia precisa ter algumas características comuns aos empresários convencionais, mas também alguns diferenciais específicos. As pesquisas indicam que, normalmente, quem adota essa estratégia de investimento é jovem, cheio de motivação para prosperar e realmente apaixonado pelo negócio.

Um dos fatores mais importantes para quem entra no ramo é ter uma atenção muito grande voltada à produtividade. É necessário apresentar um perfil dinâmico, capaz de gerenciar as diversas situações que podem surgir de uma maneira proativa. Também é interessante ser comprometido e persistente, afinal, as coisas não acontecem simplesmente, elas precisam ser realizadas. E é papel do empreendedor cuidar para que isso ocorra.

Outro ponto de destaque é a veia comercial. Os fraqueados de sucesso geralmente são bons vendedores, atuando de forma direta no relacionamento com os consumidores e/ou indireta, montando boas estratégias de vendas para atrair e converter clientes.

Dependendo do porte do seu investimento, será demandado também o conhecimento em gestão de pessoas. Se você tiver alguns funcionários trabalhando em sua franquia, você deverá adotar uma postura de liderança, atuando com firmeza para cobrar a realização das atividades e direcionando a equipe para que os resultados sejam alcançados.

É claro, também é importante ter conhecimentos gerais sobre a administração de um negócio, como finanças, marketing e operações. Há todo o suporte do franqueador, mas evoluir nesse sentido pode ajudar bastante. É imprescindível que você seja capaz de colocar em prática aquilo que estabeleceu no planejamento estratégico elaborado quando decidiu investir na franquia.

Quais são as vantagens de ser proprietário de uma franquia?

Muitas vezes, o dentista empreendedor fica em dúvida sobre abrir um consultório tradicional ou investir em uma franquia. As duas opções são válidas, mas é fato que há inúmeros benefícios ao escolher por ter um negócio vinculado ao nome de uma empresa já estabelecida no mercado. Listamos alguns desses pontos fortes.

Padronização

Criar padrões para o atendimento aos pacientes e para as demais rotinas do consultório pode ser um processo demorado e custoso. É comum cometer vários erros até que tudo comece a sair como desejado.

Nesse sentido, investir em uma franquia elimina esse problema, afinal, a franqueadora já disponibiliza todos esses padrões necessários para que você possa tratar seus clientes em nível de excelência.

Marca conhecida

A credibilidade é algo que conta muito, especialmente na captação de novos clientes. As pessoas tendem a comprar de empresas que elas já conhecem. Isso é válido de maneira geral. Então quando você opta por se associar a uma marca com renome, que é sinônimo de qualidade junto ao público, as coisas normalmente acontecem com mais facilidade.

Suporte gerencial

Um dos principais benefícios de se investir em uma franquia é poder contar com todo o know-how do franqueador para lidar com as questões do dia a dia. Por exemplo, quando há reclamações de clientes ou problemas de negociação com fornecedores. Especialmente no segmento odontológico, é comum observar dentistas empreendedores que têm pouca familiaridade com a administração do negócio.

Ter o respaldo em saber o que fazer em determinadas situações pode ser decisivo para atingir os objetivos. Não é raro ver profissionais que abrem seus consultórios próprios e, mesmo prestando um serviço de bom nível, acabam amargando prejuízos com o passar do tempo em virtude desse despreparo. A franquia é uma excelente alternativa nesse quesito.

Diminuição dos riscos

Todo investimento em um negócio tem riscos associados. Você acaba gastando certa quantia em dado momento e esperando conseguir o retorno a médio ou longo prazo. Mas nada é garantido. Muitos empreendedores não conseguem fazer a empresa girar a ponto de recuperar aquilo que apostaram.

Ao investir em uma franquia, você dilui essas ameaças, porque, todo o processo de seleção para se tornar um franqueado, por si só, já faz com que o plano de negócios seja bem-elaborado e as projeções mais acertadas. As estatísticas mostram que o índice de franquias que fecha após cinco anos é muito menor que o de empresas convencionais.

Como escolher uma franqueadora?

Esperamos que você esteja animado com seus planos de se tornar um dentista empreendedor. Se o modelo de franquias interessou, é importante estar atento a alguns pontos antes de escolher uma empresa franqueadora para se associar.

Assim como acontece na busca por qualquer parceiro de negócios, é preciso pesquisar sobre a reputação da instituição no mercado, buscar referências junto a outros franqueados mais antigos e procurar por eventuais reclamações a respeito nas redes sociais.

Quando estiver avaliando algumas opções, fique ligado nos termos contratuais e nas ofertas que foram feitas. Procure entender quais são os serviços oferecidos no pacote e as taxas cobradas na operação. O que há de disponibilidade de suporte e os preços praticados pelos fornecedores credenciados.

E, acima de tudo, busque por aquela alternativa que apresenta o melhor custo-benefício de acordo com seu orçamento. Você precisa ter em mente quanto quer investir para não iniciar o negócio já em uma situação muito desfavorável, que pode atrapalhar todo o andamento de suas atividades. Afinal, não basta apenas comprar equipamentos, alugar uma sala comercial e adquirir insumos. É preciso se lembrar também de ter recursos para estabelecer o capital de giro.

Convidamos você a conhecer a Sorridents Franchising. Somos uma rede de clínicas odontológicas fundada em 1995, cujo o objetivo é trazer a todos o direito fundamental de sorrir. Temos mais de 270 unidades em diversos estados brasileiros e buscamos continuamente pelo reconhecimento da excelência na qualidade do atendimento prestado por nossos franqueados.

Se você deseja se tornar um dentista empreendedor, assine a nossa newsletter e receba outras dicas para ter sucesso nesse objetivo.

Postado em 08/05/2017.


Compartilhe

Siga-nos no facebook

Siga-nos no Linkedin

Siga-nos no Linkedin