Agende a sua avaliação
Ou agende pelo telefone 0800 601 1520

Agende a sua avaliação de forma rápida e fácil

Agende a sua avaliação

4 dicas para nunca mais ficar com a gengiva inflamada


dicas para nunca mais ficar com a gengiva inflamada

O poder de um sorriso bonito é realmente transformador na vida de uma pessoa. Ele abre portas, atrai olhares e nos dá mais confiança na relação com as pessoas no cotidiano. Para conquistá-lo, é essencial manter a saúde bucal sempre em dia.

Caso contrário, podem surgir cáries, gengiva inflamada, tártaros e outras doenças periodontais. Nesse artigo, abordaremos os cuidados que você deve ter para não deixar a sua gengiva inflamada e como proceder caso essa situação aconteça. Boa leitura!

Como é uma gengiva saudável?

A gengiva é um tipo de tecido mole que envolve os dentes e ajuda a sustentá-los. Para esse tecido estar saudável, deve estar com a coloração rosa-claro, e não muito avermelhada. Gengivas muito vermelhas e sangrando podem indicar inflamação no local. Também não é normal sentir dor à escovação ou ao toque. Se ao passar o fio dental ela apresentar sangramento, você deve consultar seu dentista de confiança.

O que é gengivite?

Gengivite é o nome da inflamação que atinge o nosso tecido gengival. Ao escovar os dentes e passar fio dental, retiramos o biofilme que é formado todos os dias pelas bactérias que residem em nossa boca. Quando esse procedimento não é feito corretamente ou com a frequência necessária, ocorre um acúmulo da placa bacteriana, que produzirá toxinas irritantes às gengivas.

Existem outras causas menos comuns de inflamação das gengivas, como a falta de ferro e vitamina C, por exemplo. Doenças sistêmicas, como a Aids, a leucemia e o diabetes, também podem causar inflamação, visto que comprometem o sistema imunológico como um todo.

Essa irritação pode causar sangramento, pus, mau hálito, vermelhidão, dor, inchaço e até retração das gengivas. Quando a gengivite não é tratada, a infecção pode afetar o osso e os tecidos de sustentação do dente, o que pode ocasionar até perda de dentes.

Como evitar a gengiva inflamada?

1. Faça uma boa escovação

Para manter as gengivas saudáveis, é essencial cuidar da saúde bucal. A higienização bucal completa começa com a escovação, que deve ser feita após as refeições e no mínimo três vezes ao dia. Escolha uma escova de dentes com cerdas macias e homogêneas, pois cerdas duras podem ferir os tecidos da mucosa oral e causar sangramentos e doenças periodontais.

2. Não dispense o fio dental

Após uma escovação caprichada, é imprescindível completar a higiene com o fio dental. Seu uso serve para eliminar resíduos da alimentação, além da placa bacteriana que fica acumulada em lugares que a escova não alcança. Assim, seu uso previne doenças periodontais, gengivite, mau hálito e cáries.

É recomendado que o fio seja passado antes de dormir. Durante a noite, há um menor fluxo de saliva, o que propicia maior formação de placa bacteriana. Se existirem restos de comida, esse efeito é potencializado.

3. Use o enxaguante com parcimônia

Para pessoas que sofrem de doenças periodontais, pode ser indicado o uso de enxaguante bucal. Fale com seu dentista e peça orientação sobre o melhor produto para o seu caso.

4. Visite seu dentista regularmente

Outra forma de prevenir a gengiva inflamada é realizar visitas regulares a cada seis meses ao seu dentista para uma limpeza geral dos dentes e da boca como um todo. Pessoas que têm muito acúmulo de tártaro ou tendência a cáries podem reduzir o intervalo para a cada quatro meses.

Gostaria de ficar por dentro de mais artigos sobre saúde bucal? Assine a nossa newsletter e receba as novidades diretamente em seu e-mail!

Postado em 23/12/2016.


Compartilhe

Siga-nos no twitter

Siga-nos no twitter